X 22bet

As apostas continuam

Alexandre Cossenza

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais. Contato: [email protected]

Aos 23 anos, Naomi Osaka entrou na Rod Laver Arena com um favoritismo atípico para sua idade. A japonesa, dona de três títulos de slam e mulher mais bem paga do esporte mundial segundo a Forbes, vinha de uma imponente vitória sobre Serena Williams e encararia a também americana Jennifer Brady, 25 anos, #24 do mundo, que fazia sua primeira aparição em um jogo desta importância. Pois Osaka pouco se incomodou com pressão ou expectativa. Sólida desde o começo e melhor nos pontos importantes, ela venceu um primeiro set apertado e depois atropelou. Por 6/4 e 6/3, conquistou seu segundo título do Australian Open e o quarto slam da carreira.

Com a vitória deste sábado, sua 21ª consecutiva no circuito mundial, a japonesa se torna apenas a 16ª mulher da Era Aberta do tênis (a partir de 1968) e vencer quatro slams e a primeira desde Monica Seles, no início dos anos 1990, a vencer as quatro primeiras finais de slam que disputou. A última derrota de Osaka dentro de quadra aconteceu em fevereiro do ano passado, há mais de um ano, na Fed Cup. Desde então, conquistou os título do US Open e do Australian Open. Ela também venceu jogos no WTA de Cincinnati e no WTA 500 Gippsland Trophy (Osaka abandonou estes dois eventos, e WOs não contam como derrotas nas estatísticas oficiais).

Osaka também entra para os livros como a sétima mulher a conquistar o Australian Open depois de salvar match point em algum momento do torneio. O rol também tem Seles (1991), Jennifer Capriati (2002), Serena Williams (2003 e 2005), Na Li (2014), Angelique Kerber (2016) e Caroline Wozniacki (2018). Osaka esteve a um ponto da eliminação nas oitavas de final, quando sacou em 3/5 e 15/40 no terceiro set.

Osaka começou a partida afiada no saque e agredindo com as devoluções. Acertando quase tudo que tentava, a japonesa conseguiu sua primeira quebra de saque já no quarto game, fazendo 3/1. Parecia que a experiência de Naomi em finais de slam facilitaria as coisas, mas ela cometeu quatro erros não forçados e uma dupla falta no quinto game, cedendo a quebra de volta. Brady aproveitou e, com bons saques, igualou o placar em 3/3 pouco depois.

O jogo seguiu equilibrado e com pouca margem para instabilidade. Osaka se safou de 15/30 no sétimo game, e Brady salvou um break point no oitavo. No nono game, foi a americana que teve uma chance de quebra, mas a japonesa se salvou com uma excelente direita cruzada no contrapé da rival. Brady, então, vacilou nos pontos importantes. Depois de errar uma devolução de saque quando tinha 0/30 no game anterior, a americana fez um pavoroso fim de set. Sacando com game point, fez uma dupla falta. Em seguida, um erro não forçado deu set point para Osaka. Pouco depois, Brady jogou uma direita fácil na rede, selando o placar da primeira parcial: 6/4.

Com o momento a favor, a japonesa foi implacável. Conseguiu uma quebra já no segundo game do segundo set e confirmou em seguida para abrir 3/0. Brady não conseguiu elevar o nível a ponto de voltar a equilibrar o duelo, e Osaka disparou na frente. Quando a americana jogou uma direita na rede e cedeu outra quebra, Osaka venceu seu sexto game seguido. O título era questão de tempo. Brady ainda conseguiu devolver uma das duas quebras, mas foi muito pouco e tarde demais.

Com o título, Osaka, ex-número 1 do mundo e atual terceira colocada na lista da WTA, vai subir para a segunda posição quando o ranking for atualizado, na próxima segunda-feira. Brady, por sua vez, fará sua estreia no top 20. Com o vice, ela garante uma ascensão para o 13º posto.

Naomi Osaka se consolida como a melhor tenista do circuito atualmente - pelo menos em quadras duras. Se ainda lhe falta conquistar Roland Garros em Wimbledon, a japonesa já tem dois títulos em Melbourne e Nova York. Fazer isso com 23 anos é para poucos. Além disso, a maneira como a japonesa entrou em quadra carregando o favoritismo foi louvável.

Sobre o duelo com Brady, houve apenas um momento de dúvida. O nono game, com o placar em 4/4 e Osaka sacando em 0/30. A devolução de segundo saque que a americana errou neste momento marcou sua última chance real no jogo. A japonesa venceu seis games depois disso, decidindo a partida.

Taticamente, não houve grandes ajustes. Ambas têm saques poderosos e tentaram controlar os pontos a partir disso. Osaka, contudo, é um pouco melhor do que Brady em tudo. Seu saque é mais potente e lhe dá mais pontos de graça, suas devoluções são mais consistentes, o backhand cruzado é melhor, e o mesmo pode ser dito da movimentação em quadra. Brady precisaria executar seu jogo muito melhor para sair como campeã neste sábado. Não seria fácil.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Acompanhe aqui a votação da Câmara sobre prisão de Daniel Silveira

Acompanhe aqui a votação da Câmara sobre prisão de Daniel Silveira

BRASÍLIA — A Câmara dos Deputados decide nesta sexta-feira, em sessão iniciada às 17h, se mantém ou não a prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ). O parlamentar foi preso em flagrante após ameaçar a integridade física de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e defender, em vídeo, a destituição de todos os integrantes da Corte.

É preciso ter 257 votos (maioria absoluta) para manter o afastamento ou prisão de um deputado. Em plenário, relatora do caso, a deputada Magda Mofatto (PL-GO) lerá um parecer pela manutenção da prisão, como informou o colunista do GLOBO, Lauro Jardim.

Nesta sexta-feira, fracassou a tentativa de Daniel Silveira de tentar se defender no plenário da Câmara. Aliados de Silveira afirmam que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), garantiu, no início da tarde, sinal verde para o parlamentar se deslocar do Rio para Brasília, para se defender no plenário.

Ocorre que havia necessidade de Lira enviar para o Supremo Tribunal Federal um pedido para que a Corte avalizasse a medida. E, segundo técnicos do STF, nenhum pedido de defesa presencial havia sido protocolado até as 14h30. Lira não se pronunciou sobre o assunto.

Desta forma, Silveira vai se defender por videoconferência, no local onde está preso, no Rio. Durante a sessão, ele terá direito a três falas, cada uma com quinze minutos.

1) Relatora lê decisão do Supremo que determinou a prisão de Silveira. Em seguida, o deputado tem o direito a 15 minutos de fala.

2) Relatora lê o parecer pela manutenção ou não da prisão do deputado. Logo em seguida, Silveira tem direito a mais 15 minutos de fala.

3) Discussão da matéria. Podem falar 3 oradores favoráveis e três contrários à prisão. Cada um tem direito a 3 minutos para sustentar o seu ponto de vista. Depois da discussão, Silveira poderá falar por

4) Encaminhamento da votação. Neste momento, dois deputados favoráveis e dois contrários ao relatório terão direito de fala. Cada um poderá falar por três minutos.

5) Votação. Em sistema híbrido, com participação presencial e virtual, deputados votam. Resultado é divulgado com a posição de cada um dos parlamentares.

6) Encerramento. Após o resultado, há a leitura da resolução da Câmara (aprovando ou rejeitando a prisão) com a decisão do plenário. STF será comunicado imediatamente.

TRANSPORTES COLECTIVOS DO BARREIRO
CONTINUAM APOSTA NA RENOVA��O DA FROTA

TRANSPORTES COLECTIVOS DO BARREIRO CONTINUAM APOSTA NA RENOVA��O DA FROTA

Joaquim Matias, Vice-presidente da C�mara Municipal do Barreiro e Vogal do Conselho de Administra��o dos Servi�os Municipalizados dos TCB, destacou as principais caracter�sticas dos ve�culos Volvo B7R - o motor �ltimo modelo anti-poluente e ligeiramente mais curtos (cerca de menos dois metros). Embora o n�mero de passageiros seja quase o mesmo, esta diminui��o de tamanho permite uma maior maleabilidade em alguns percursos. Joaquim Matias referiu que este facto �permite-nos poupar 10 litros/aos 100, isto em 10 mil km por dia � muito significativo�.

De acordo com o Vice-presidente, �estes cinco autocarros, a mais, permitem-nos que todas as carreiras que passam pelo hospital � a 9, a 10 a 16 e a 18 � sejam todas inclusivas, ou seja, possibilitam o transporte de passageiros com mobilidade reduzida. Parte das carreiras 14 e 15, (as 14A e 15A) s�o igualmente inclusivas. Este aspecto representa um esfor�o financeiro elevado. Os transportes n�o est�o numa situa��o financeira particularmente favor�vel, mas pensamos que j� esteve mais longe a altura de resolvermos alguns problemas, designadamente, que a distribui��o da receita da venda do passe intermodal seja correspondente aos passageiros que n�s transportamos com esse t�tulo de transporte�.

Aumentar a qualidade e a fiabilidade s�o as apostas do Munic�pio, mesmo que j� exista um bom �ndice de fiabilidade. �� de 98 por cento� disse Joaquim Matias, �mesmo assim pensamos melhorar ainda mais�.
A t�tulo de novidade foi dito que est� para breve o lan�amento de uma candidatura - a Linha Azul, a aplicar essencialmente nas carreiras 9 e 10. Com esta Linha, no centro do Barreiro, e nas zonas demarcadas a azul, passa a ser poss�vel parar para entrada ou sa�da de passageiros fora das paragens. �Num servi�o quase de porta a porta�. Em rela��o aos dois mini autocarros Toyota �ptimo IIK, Joaquim Matias afirmou estarem a fazer muita falta para o servi�o intenso e di�rio existente de crian�as de escolas prim�rias para os equipamentos desportivos, para visitas de estudo, etc. Assim, este, �est�o integralmente preparados para o transporte de crian�as como a lei exige. A lota��o � de 27 lugares o correspondente a uma turma mais uma professora e uma auxiliar�.

Carlos Humberto de Carvalho, Presidente da C�mara Municipal do Barreiro, chamou a aten��o para o �esfor�o imenso� que tem vindo a ser feito para a renova��o da frota. �Neste mandato foram adquiridos 18 novos autocarros. Numa frota de 60 urbanos e oito de turismo, s�o cerca de 30 por cento, o que � significativo�, ainda assim o Autarca referiu ser �imposs�vel manter este ritmo, n�o temos condi��es financeiras para isso mas precis�vamos, pois o objectivo fundamental � prestar um melhor servi�o � popula��o�.
A finalizar, Carlos Humberto de Carvalho, acrescentou que este objectivo estrat�gico que o Munic�pio tem, e vai continuar a ter, se enquadra numa vis�o �nica e integrada de inser��o dos transportes colectivos como elemento estruturante e determinante da vida da cidade e do Concelho. �Queremos melhorar a qualidade de vida das popula��es e refor�ar a atractividade do Barreiro aproximando o Centro das periferias�, afirmou o Presidente da C�mara Municipal.

Compras online continuam a crescer mas Portugal está abaixo da média europeia

Segundo o Eurostat, apenas 45% dos consumidores portugueses usou internet para comprar bens ou serviços.

As compras online continuam a crescer na União Europeia, principalmente pelo encerramento provisório de muitos espaços físicos como medida de contenção na propagação da covid-19. Os hábitos e preferências dos consumidores mudaram e, por isso, o e-commerce tem crescido cada vez mais. Segundo os dados mais recentes divulgados pelo Eurostat, em Portugal, 79% das pessoas entre os 16 e os 74 anos utilizaram a internet no último ano. Dessas, 45% usou a internet para comprar ou encomendar bens ou serviços.

Aqui, tal como já tinha acontecido com o poder de compra, Portugal está na cauda da Europa e fica apenas à frente de países como a Bulgária (com 31% dos utilizadores a fazerem compras online) e Roménia (38%).

A nível europeu, o gabinete de estatística revela que nos últimos 12 meses, 89% das pessoas com idades entre os 16 e os 74 anos na UE utilizaram a internet, 72% das quais compraram ou encomendaram bens ou serviços para uso privado. As compras online aumentaram quatro pontos percentuais face a 2019 e 10 pontos percentuais face a 2015 (62%).

Mais de 8 em cada 10 usuários da internet na Holanda (91%), Dinamarca (90%), Alemanha (87%), Suécia (86%) e Irlanda (81%) compraram ou encomendaram bens ou serviços pela internet no 12 meses antes da pesquisa. Do lado contrário, menos de 50% fizeram compras online na Bulgária (42%) e Roménia (45%).

O gabinete de estatística revela ainda que, nos três meses anteriores à pesquisa, as compras online mais comuns foram roupas e calçados ou acessórios. Seguem-se filmes ou séries como serviço de streaming ou downloads (32%), entregas de restaurantes, redes de fast-food e serviços de catering (29%), móveis, acessórios para casa ou produtos de jardinagem (28%), cosméticos, produtos de beleza ou produtos de bem-estar (27%), livros impressos, revistas ou jornais (27%), computadores, tablets, telemóveis ou acessórios (26%) e música como serviço de streaming ou downloads (26%).

Portugal na 40ª posição Ainda esta quarta-feira foi revelado que, em 2020, Portugal subiu dois lugares, para o 40.º lugar, no ranking de comércio eletrónico da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). O relatório da entidade revela que 75% dos portugueses usam a internet, sendo que destes 51% fazem compras online. Quanto a percentagens da população total, 38,3% dos portugueses recorrem ao comércio eletrónico.

O relatório revela ainda que a Europa “continua a ser a região mais preparada para o e-commerce”.

Jornal de Brasília

Jornal de Brasília
  • Notícias
    • Brasil
    • Concursos & Carreiras
    • Economia
    • Mundo
    • Opinião
    • Política & Poder
    • Saúde
    • Blogs & Colunas relacionados
      • Concursando Direito
      • Educar é ação
      • Esplanada
      • Mandando a Letra
      • Pense Direito
      • Quinto Ato
  • Brasília
    • Blogs & Colunas relacionadas
      • Do Alto da Torre
  • Entretenimento
    • BBB
    • Celebridades
    • Cinema
    • Eventos
    • Literatura
    • Música
    • Teatro e Dança
  • Estilo de Vida
    • Beleza e Bem Estar
    • Gastronomia
    • JBr Pets
    • Moda
    • Muito Prazer
    • Na Garagem
    • Turismo
    • Blogs & Colunas relacionadas
      • Brasília em duas rodas
      • BsbTek
      • Coluna Marcelo Chaves
      • Conta Giros
      • de Passagem
      • Dicas das vizinhas
      • Eixe-se
      • Pragmática
      • Prazeres do vinho
      • Psicanálise da vida cotidiana
  • Torcida
  • JBR TV
    • Agenda Brasília
    • Bio sem Neura
    • Conexão JBr
    • Imagem & Credibilidade
    • (in) Formação
    • Inovação
    • JBr News
  • Edição Digital

Paralisação dos campeonatos estaduais afetam clubes de futebol e casas de apostas online

Paralisação dos campeonatos estaduais afetam clubes de futebol e casas de apostas online

Competições estaduais e nacionais de futebol continuam paralisadas, gerando crise financeira nos clubes e diminuindo o número de apostas oferecidas pelas principais casas de apostas online do mundo.

As apostas online vêm se popularizando cada vez no Brasil. Isto se dá graças aos grandes investimentos feitos no país pelas principais casas de apostas online do mercado. De alguns anos pra cá, estas empresas começaram a enxergar o Brasil como um mercado promissor, devido à nossa grande paixão por esportes, especialmente pelo futebol.

Ano passado, por exemplo, 10 dos 20 clubes que disputaram a Série A do Campeonato Brasileiro foram patrocinados por empresas de apostas. Além das equipes de futebol, elas passaram a promover suas marcas em diferentes meios de comunicação, especialmente durante transmissões de eventos esportivos.

O número de brasileiros que se divertem com as apostas esportivas online é grande. Eles dão seus palpites e fazem suas previsões em diferentes modalidades e competições que acontecem pelo mundo. Para os fãs do futebol, por exemplo, se pode apostar tanto em uma partida do campeonato brasiliense quanto em uma partida do campeonato russo ou da Champions League. As opções de apostas disponíveis são várias; quantos gols irão acontecer na partida, quem irá marcar, quantos cartões serão distribuídos, quantos escanteios serão cobrados e muito mais. Algumas casas de apostas chegam a oferecer bolsas de apostas, onde os usuários podem criar suas próprias apostas. É o caso da reconhecida casa de apostas Betfair, que possui a maior bolsa de apostas do mundo, chamada Betfair Exchange.

Muitos campeonatos ainda estão acontecendo pelo mundo e, consequentemente, muitas apostas online continuam sendo oferecidas. Contudo, a variedade de mercados diminuiu consideravelmente com a paralisação das principais competições nacionais e internacionais de futebol. Para quem não consegue ficar sem dar seus palpites em partidas de futebol, é importante conhecer os melhores sites de apostas online e escolher aquele que oferece as melhores opções de apostas no momento.

A falta de jogos também traz problemas financeiros para os clubes, que não conseguem arrecadar dinheiro para pagar suas folhas salariais. Tanto é que a Confederação Brasileira de Futebol anunciou, nesta segunda-feira (6), um auxílio financeiro para os clubes das séries A1 e A2 do Brasileirão Feminino e para os integrantes das séries C e D do Campeonato Brasileiro masculino. Essa foi a maneira que a entidade máxima do nosso futebol encontrou de apoiar as equipes de menor expressão nesse momento de paralisação.

Quatro clubes do Distrito Federal serão beneficiados com esta medida. Gama e Brasiliense da Série D (R$ 120 mil cada), Minas Brasília da Série A1 feminina (R$ 120 mil) e Real Brasília da Série A2 feminina (R$ 50 mil). O valor é equivalente a duas folhas salariais médias dos atletas de cada uma dessas divisões. Para chegar a este valor, a CBF se baseou em dados apurados no seu sistema de registro de contratos.

A expectativa de todos, tanto dos clubes de futebol quanto dos seus torcedores, é que a situação melhore o mais rápido possível, para que as competições voltem a ser disputadas normalmente e com segurança.



Publicar comentário
Procurar


Para você
Artigos sobre o tema Apostas online
29-03-2021
Como levantar dinheiro em um blockchain com um token, a maioria.
Como levantar dinheiro em um blockchain com um token, a maioria.

Surpreendentemente a Alemanha, um país geralmente conhecido por taxas de imposto muito altas, tornou-se um paraíso fiscal para criptomoedas...

04-05-2021
Time brasileiro de hóquei no gelo tem um grande desafio: aprender a patinar
Time brasileiro de hóquei no gelo tem um grande desafio: aprender a patinar

Um jogador da seleção brasileira de hóquei no gelo cai durante o treino no México...

30-04-2021
Quanto custa manipular um jogo de futebol?
Quanto custa manipular um jogo de futebol?

É o maior escândalo das últimas décadas relacionado com corrupção desportiva em Inglaterra...