X 22bet

Os meus resultados

"Os meus jogadores foram estóicos, mais uma vez"

Em declarações à Sport TV, Carlos Carvalhal assumiu que o resultado podia ter sido outro.

Em declarações à Sport TV, Carlos Carvalhal assumiu que o resultado podia ter sido outro.

A nálise ao encontro: Os meus jogadores foram estóicos, mais uma vez. Sofremos um golo a frio num contra ataque logo no início do jogo, mas agarrámo-nos ao jogo muito bem. Empurrámos a Roma para o seu meio campo defensivo. Desperdiçámos algumas oportunidades para concretizar. Devíamos ter sido mais eficazes a finalizar. Podíamos ter conseguido o golo. Na segunda parte a tónica foi a mesma até à expulsão.

Depois da expulsão a equipa tentou estar dentro da eliminatória, dentro do resultado. Tínhamos de saber defender e tentar marcar um golo. Esboçámos algumas reações e podíamos ter sido mais felizes. Mas, mesmo com 10, uma equipa que tem tido um desgaste tremendo, acho que os meus jogadores foram brilhantes. Duas grandes equipas e uma equipa de arbitragem que teve uma prestação sofrível. Este jogo merecia uma arbitragem melhor. Esteve uns furos abaixo das duas equipas.

Um resultado diferente: Senti que até ao golo o jogo esteve embrulhado, mas depois senti a minha equipa solta. Sabíamos onde estavam os espaços que podíamos aproveitar. Conseguimos chegar à área adversária e não permitimos grandes contra ataques à Roma. Fizemos o que tínhamos a fazer. Devíamos estar mais atentos e não sofrer o golo numa transição, mas podíamos ter feito golos. Os meus jogadores foram bravos, brilhantes. Não tenho palavras para eles. Foi pena não ficarmos dentro da eliminatória.

Com um 1-0 teríamos mais hipóteses. Pena aquele segundo golo, mas há um jogo para disputar e vamos tentar fazer o possível. Acho que eles sentiram dentro do campo que 11 contra 11 a nossa equipa esteve em bom plano. Estivemos dentro do jogo, com muita qualidade. Entrámos por dentro da equipa da Roma, conseguimos oportunidades. Remetemos a Roma para o seu meio campo. Estou extremamente orgulhoso da minha equipa. Foi pena a expulsão, principalmente o primeiro amarelo, completamente injustificado.

Confira todos os resultados do UFC 258

Confira todos os resultados do UFC 258

O Octógono foi novamente montado no UFC Apex neste sábado (13) para o UFC 258. Na luta principal do evento, o nigeriano Kamaru Usman busca defender o cinturão peso meio-médio contra o brasileiro Gilbert Burns, na primeira disputa de título do ano. O card ainda conta com os brasileiros Rodolfo Vieira, Polyana Viana e Dhiego Lima. Veja os resultados abaixo:

O cinturão não mudou de mãos no UFC 258. Kamaru Usman passou apuros no começo do duelo, mas se recuperou e nocauteou o brasileiro Gilbert Durinho na luta principal do evento. Durinho conseguiu um knockdown no primeiro round com um cruzado que pegou em cheio, mas o nigeriano conseguiu abafar o ritmo do combate e foi melhorando até conseguir a vitória no terceiro round.

"Foi difícil para mim, porque me importo com Gilbert, me importo muito com ele, mas quando você entra lá, você não pode ter amigos. Ele estava tentando me matar e me machucar tanto quanto eu estava tentando machucá-lo. A estratégia era apenas acreditar em mim mesmo, apenas saber que tenho a capacidade de fazer o que quiser. Agora vamos para o próximo cara."

Na segunda luta mais importante da noite, Alexa Grasso fez o suficiente para vencer Maycee Barber na decisão dos juízes. A lutadora se mostrou mais ativa e dominou as ações no clinch nos dois primeiros rounds. Barber chegou a levar perigo na trocação no terceiro assalto, mas Grasso se manteve firme para sair com o braço levantado após 15 minutos.

"Esta é uma nova Alexa. Eu sabia que tinha que fazer meu nome soar novamente da melhor maneira possível. Isso é 2-0 no peso mosca, então me sinto incrível. Isso é o que eu queria. Só quero voltar para casa, ver se meu corpo está bem, ir ao médico, fazer minha reabilitação e quando estiver pronta, voltar para a academia e aguardar a próxima ligação."

Ele voltou à coluna das vitórias. Kelvin Gastelum usou toda sua experiência no wrestling para sair vitorioso contra Ian Heinisch na decisão unânime dos juízes. Gastelum conseguiu seis quedas durante a luta e se livrou das diversas tentativas de finalização do rival para manter o domínio no combate e ter seu braço levantado após 15 minutos.

"Eu sabia que tinha feito o suficiente para vencer a luta. Já faz um bom tempo, não levanto minha mão desde 2018, então isso significou muito para mim de várias maneiras. Eu só lutei uma vez no ano passado, então gostaria de estar ativo este ano. Se o Whittaker ou o Borrachinha, alguém se machucar ou por qualquer motivo desistir, eu estarei pronto."

Ricky Simón teve mais uma grande apresentação no Octógono. O lutador dominou completamente Brian Kelleher e saiu vitorioso na decisão unânime dos juízes. Simón usou bem seu wrestling, especialmente para travar o duelo na grade, para manter seu oponente inativo e pontuar com golpes na curta distância.

"Espero fazer mais três lutas este ano. Como eu disse, um pouco de reabilitação depois disso, um pouco de descontração com a família e voltar aos treinos. Isso é o que eu faço. Eu treino o tempo todo. Eu não sou um lutador que só se prepara com luta marcada. Estou na academia sem parar, então mais três com certeza este ano."

Em um dos duelos mais movimentados do card, Julian Marquez superou as adversidades e venceu uma guerra contra Maki Pitolo no duelo que abriu o card principal. Os dois atletas buscaram o nocaute e a finalização a todo instante, mantendo a agressividade e atordoando o oponente, mas Marquez conseguiu encaixar uma anaconda no terceiro round depois de Pitolo acusar os golpes em pé e saiu com a vitória após dois anos parado.

Me mudei há cerca de seis anos, vim para Las Vegas, vim em busca de um time, vim em busca de um novo estilo, de algo que estava faltando. Eu não estou ferido agora, minha adrenalina está fluindo. Eu quero ser capaz de sentir o poder que tenho, a técnica que desenvolvi. Quero voltar o quanto antes.

Um resultado inesperado marcou a última luta do card preliminar do evento. Multi-campeão mundial em jiu-jítsu, o brasileiro Rodolfo Vieira foi finalizado em uma guilhotina por Anthony Hernandez. Rodolfo começou bem e levou a luta para o solo logo no início, quase conseguindo uma finalização, mas o duelo voltou a ficar em pé e o norte-americano acertou uma boa sequência de golpes. O brasileiro sentiu e recuou, com Hernandez atacando até o fim do primeiro round. Claramente cansado e atordoado, Rodolfo foi presa fácil do rival, que o finalizou no segundo assalto.

"Estou feliz por ter provado meu valor. Eu sabia do que era capaz e só tinha que ir lá e executá-lo. Não tenho medo de lutar com ninguém. No final do dia, sei que meus treinadores e minha equipe vão me preparar. Eu adoro vencer as pessoas em seu próprio jogo, pois se você derrotá-los no seu melhor, eles não têm desculpa - e eu não queria dar desculpas a ele."

O brasileiro Dhiego Lima foi guerreiro, mas saiu derrotado em seu duelo contra Belal Muhammad na quarta luta da noite. O norte-americano pressionou o brasileiro do início ao fim, não dando espaço para Dhiego usar sua maior envergadura, e dominou o duelo nos 15 minutos programados para sair com a vitória na decisão unânime dos juízes.

"Eu tive dois camps de treinamento cancelados, então estou feliz por estar de volta e começar o ano com uma vitória. No final de 2021, quero estar entre os cinco primeiros do ranking. Eles estão falando sobre o Wonderboy, o Masvidal, Nate Diaz. Eu quero apenas riscar esses caras do mapa. Belal Muhammad precisa estar na frente desses caras."

Primeira atleta do país a lutar no evento, Polyana Viana deu uma aula de jiu-jitsu e finalizou Mallory Martin logo no primeiro round. A brasileira encaixou um triângulo e fez diversas transições buscando finalizar a rival, até que conseguiu encaixar uma chave de braço para dar números finais ao duelo.

"Eu estou realmente feliz. Mais uma finalização mostrando o quão afiado é meu jiu-jitsu. Não achei que ela me daria a oportunidade de colocá-la no chão tão rápido, mas isso também fazia parte da minha estratégia. Acho que meu jiu-jitsu está evoluindo cada vez mais. Quero voltar o mais rápido possível. Diga-me quem e quando e estarei pronta."

A segunda luta da noite também terminou na decisão dos juízes. Chris Gutierrez castigou Andre Ewell com chutes nas pernas para minar a movimentação do rival e sair vitorioso após 15 minutos de duelo. Gutierrez soube encurtar a distância durante a luta e foi mais ativo do que Ewell, vencendo de forma contundente o duelo em peso casado.

"É uma sensação muito boa. Eu vinguei um companheiro de equipe e amigo próximo, Jonathan Martinez. Eu queria arrancar suas pernas, mas ele é muito esguio, muito comprido, então eu tive que fazer algumas coisas ninjas lá. Temos os melhores treinadores do mundo e os melhores companheiros de equipe na Factory X, então consegui bolar um plano de jogo e o executamos."

Um duelo movimentado marcou a luta que abriu o card. Phil Howe e Gabe Green batalharam por três rounds, com vitória do "Gifted" na decisão unânime dos juízes. Green mostrou mais iniciativa e foi melhor na troca de golpes franca, apesar de ter sofrido com as quedas do rival.

"É uma sensação incrível. Eu realmente deveria ter finalizado a luta. Estou feliz por ter vencido, mas deveria ter feito melhor. Minha meta para 2021 é lutar o máximo de vezes que puder, ficar livre de lesões e ter a melhor preparação possível nos treinamentos para quando me chamarem para lutar."

Kamaru Usman venceu Gilbert Durinho por nocaute técnico aos 34s do 3º round;
Alexa Grasso venceu Maycee Barber por decisão unânime (triplo 29-28);
Kelvin Gastelum venceu Ian Heinisch por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28);
Ricky Simón venceu Brian Kelleher por decisão unânime (triplo 30-27);
Julian Marquez venceu Maki Pitolo por finalização (anaconda) aos 4m17 do terceiro round.

Anthony Hernandez venceu Rodolfo Vieira por finalização (guilhotina) aos 1m53 do 2º round;
Belal Muhammad venceu Dhiego Lima por decisão unânime (triplo 30-27);
Polyana Viana venceu Mallory Martin por finalização (chave de braço) aos 3m18 do 1º round;
Chris Gutierrez venceu Andre Ewell por decisão unânime (30-26, 29-28, 29-27);
Gabe Green venceu Phil Rowe por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28).

Teste de valores: você sabe o que é mais importante para você?

Teste de valores: você sabe o que é mais importante para você?

Valores são um conjunto de crenças pessoais que guiam nossas escolhas e avaliações – e também influenciam nossa satisfação profissional no médio e longo prazo. Nem sempre eles afetam de forma direta as nossas ações, mas quando agimos de acordo com os nossos valores nos sentimos mais felizes e satisfeitos. Quando eles são violados, nos sentimos incompletos e pouco realizados.

Na prática, isso significa que, quando trabalhamos em uma empresa que compartilha nossos valores, ficamos engajados. E vice-versa: caso não haja compatibilidade, o resultado e a satisfação são piores.

O Estudar Na Prática baseou seu teste de valores nas pesquisas do psicólogo social israelense Shalom Schwartz, que estuda o tema há mais de 25 anos. Ele identificou 10 valores universais, presentes em todos os países que analisou. Esses valores ajudam a entender a compatibilidade entre funcionário e empresa, chamada de fit cultural. No fundo, essa é a probabilidade de um candidato estar de acordo com e se adaptar aos principais valores e comportamentos presentes naquela companhia.

É muito possível que um profissional já tenha passado pela experiência de ter um fit baixo em alguma organização e não saber exatamente o que estava errado: era a função, as tarefas, a organização ou ele? Um teste de valores ajuda a entender este tipo de situação e evitar que ela aconteça novamente, tornando-se um insumo para que o profissional possa tomar decisões mais bem informadas.

Mas atenção: para que o retrato realmente reflita a realidade, é importante que as respostas sejam francas. Evite enviesar os próprios resultados pensando num “modelo ideal” de perfil ou em como você gostaria de ser. Não há nenhum gabarito escondido e o nível de honestidade das respostas está diretamente ligado à utilidade dos resultados.

Vale lembrar que os testes não compõe uma estrutura definitiva que prevê sua carreira ideal. Para encontrá-la, você deve levar em consideração outros fatores, como autorreflexão, sonhos e aptidões individuais.

Como configurar o google analytics para medir os meus resultados?

A necessidade de construir uma boa presença online já está relativamente bem difundida entre os mais diversos nichos do mercado. Entretanto, muitas empresas ainda têm dúvidas e dificuldades quando se trata da medição de resultados online.

Nesse contexto, saber configurar o Google Analytics no site e no blog pode oferecer uma grande vantagem competitiva ao seu negócio. A internet disponibiliza uma infinidade de dados, mas é preciso ser capaz de transformá-los em informações úteis à sua empresa.

Pensando nisso, preparamos este passo a passo com as principais informações sobre essa ferramenta do Google e como tirar o melhor proveito dela. Confira!

Qual a importância do Google Analytics na medição de resultados?

O Analytics é mais uma das diversas ferramentas gratuitas disponibilizadas pelo Google. Através da implementação de um código JavaScript e da utilização de cookies, o proprietário de um site pode ter acesso a informações sobre o comportamento do utilizador em todas as suas páginas.

Depois da configuração desses códigos, o Google Analytics fornece relatórios padrão e personalizados que podem ser úteis na optimização de campanhas.

  • visitantes antigos;
  • desempenho de tráfego;
  • origem de tráfego;
  • volume de conversões;
  • qualidade dos CTAs;
  • tempo no site;
  • taxa de conversão;
  • bounce rate (taxa de rejeição);
  • dados demográficos dos visitantes.

Como configurar o Google Analytics?

O primeiro passo para acompanhar os resultados do seu negócio é saber configurar o Google Analytics. Somente com a configuração certa é possível ter acesso a uma infinidade de insights que podem fazer a diferença ao seu negócio. Confira agora as etapas mais importantes.

Crie um utilizador

Obviamente, é necessário ter uma conta do Google para aceder ao Analytics. Pode ser a mesma que utiliza no e-mail, mas o ideal é que seja uma conta profissional, especialmente se mais de uma pessoa for ter acesso aos relatórios. De toda forma, também é possível atribuir diferentes níveis de acesso ao Analytics a diferentes utilizadores.

Instale o código de rastreio em todas as páginas

Depois de configurar a conta, recebe um código de rastreio, no formato UA-000000-2 assim como um código HTML. Essa sequência deve ser inserida em todas as páginas do seu domínio. Alguns sites permitem que ele seja incluído nas configurações e replicado automaticamente.

Ok E-commerces têm um rastreador exclusivo para acompanhar as conversões. Para que ele funcione adequadamente, é preciso escolher a opção “Ativar comércio eletrónico” na aba “Configurações de comércio eletrónico”.

Para isso precisa de ter acesso de administrador para editar o código via WordPress ou outro sistema que utilize. Caso contrário, é necessário entrar em contacto com seu programador ou equipa de TI.

Tenha metas bem definidas

É importante ter em mente quais os objectivos do seu negócio e do seu site, uma vez que o Google Analytics permite a configuração de metas personalizadas. Elas podem ter quatro características distintas:

  • destino: a meta principal é o acesso a uma URL específica e pode estar associado a um funil de conversão;
  • duração: se observa a permanência numa página;
  • página por sessão: é avaliada a quantidade de diferentes conteúdos consumidos num único acesso;
  • evento: o administrador pode selecionar uma acção específica, como clique num CTA ou reprodução de um vídeo.

Entre 12 e 24 horas depois da activação da conta, é possível ter acesso aos dados de utilização do seu site. Inicialmente, o Google Analytics exibe as informações padrão, que aparecem em todas as contas e você pode configurá-las de forma a visualizar os dados mais relevantes ao seu negócio.

Configure e compare os relatórios

É possível cruzar informações de diferentes relatórios para uma visão mais ampla dos seus resultados. Explore todas as secções que a ferramenta disponibiliza e altere os diferentes filtros e segmentações disponíveis.

No caso dos e-commerces, o Analytics permite identificar quais as palavras mais procuradas no seu site. Essa funcionalidade pode ser bastante útil na idealização da produção de novos conteúdos, por exemplo.

Outros relatórios que não podem ser negligenciados na sua estratégia e que podem ser obtidos através do Google Analytics incluem:

  • aquisição de tráfego: de onde vem o seu tráfego?
  • performance para mobile: o que precisa melhorar no acesso via dispositivos móveis?
  • conversão por meio de redes sociais: o quanto essa ferramenta impacta as suas vendas?

Automatize o envio de relatórios

Por fim, ao adquirir uma maior familiaridade com o Google Analytics, também pode configurar o envio automático de alguns relatórios para optimizar seu tempo e da sua equipa. É possível selecionar para quais contas eles devem ser enviados, além de informar qual o formato desejado.

Por que o site e o blog precisam ter o mesmo UA?

Uma única conta do Google Analytics é capaz de analisar diferentes URLs. Por causa disso, é possível obter informações e relatórios separados para o seu site e blog e, ainda assim, cruzar esses dados.

Utilizar o mesmo tracking code tanto para o seu site quanto para o seu blog é fundamental para obter os melhores resultados possíveis na sua estratégia online. Afinal, o comportamento do utilizador vai ser semelhante e é possível ter uma visão macro do seu negócio online.

Com dados sobre o comportamento do consumidor no seu site — e/ou e-commerce — você identifica as melhorias de navegabilidade e de optimização para o seu check out que precisam ser implementadas, por exemplo. Já com as informações sobre a utilização do blog, pode aprimorar as estratégias de SEO utilizadas, além de identificar novas possibilidades de conteúdo por meio da análise das pesquisas internas.

Agora que já sabe como configurar Google Analytics e qual a importância desse processo, uma dica relevante é integrar a plataforma com outros produtos do Google, como Adwords, Adsense e Search Console. Isso permite que desfrute não só essa ferramenta, como todas as outras disponibilizadas pelo Google, o que certamente garante uma melhor experiência ao seu utilizador e também aumenta suas hipóteses de venda.

Gostou dessas dicas e está pronto para monitorar os diversos resultados do seu site? Óptimo! Aproveite e confira também as principais estratégias para aumentar suas vendas!

Facebook

O kuadro

O por que dos meus resultados

Hoje, nosso ex-aluno, Lucas Carvalho, fala um pouco sobre os seus resultados no vestibular e o por que dele ter conseguido essas aprovações!

O kuadro

A natureza do vírus é algo que muita gente se questiona. É uma célula animal? Vegetal? Bactéria? Ele ao menos está vivo. Nessa aula o professor Murilo nos ensina como os vírus, seres acelulares, replicam o … Ещё seu DNA. 🧬
Gostou da explicação? Da uma olhada lá no nosso canal do youtube e acompanhe nossas aulas que estão rolando ao vivo! Não perca tempo! 📱

O kuadro

Quem nunca se confundiu com a teoria dos conjuntos? 😵
Vou te contar um segredo para você nunca mais errar: Você pode tornar essa operação tão fácil quanto uma conta de subtração! … Ещё
Conheça Alessandro e veja uma maneira mais simples de pensar em questões que dão aquele nó na cabeça!
Para mais dicas como essa, cheque nosso canal no Youtube. Nossas lives estão recheadas de conteúdos como este, vem arrasar com a gente 😁

O kuadro

Um dia inteiro para estudar redação? Nada disso! Aqui no Kuadro a regra é clara: estudar menos e aprender mais, e isso também vale na hora de fazer a redação! Junto com o Balt hoje você aprenderá a otimizar o … Ещё tempo na hora de treinar sua escrita e ainda fazer com que você tenha mais tempo livre para estudar ou para cuidar de si mesmo!

Agora me diz: O que você faz no seu tempo livre entre estudos?

O kuadro

Em toda maratona os competidores seguem este seguinte formato: uma largada, um momento de estabilidade e no final dar aquela acelerada, no entanto muitos estudantes cometem um erro muito simples, mas que faz total diferença na prova!

Entenda essa estratégia nesta mentoria de Bruno Werneck e chegue em primeiro lugar! 🥇

O kuadro

MMC e MDC é considerado algo muito fácil de se decorar. Por isso, na hora de estudar, muita gente acaba deixando o tema de lado e toma uma bela lavada na hora da prova. Mas calma, não criemos pânico! Aqui vai … Ещё um trecho da aula do prof Bomba e se torne um mestre no assunto. Vai resolver questão até de olho fechado.

Ah, esse é um trecho de uma das aulas que estão acontecendo todos os dias no nosso canal do Youtube. Fique de olho na programação. Quem aí está assistindo com a gente? ✌

Efetuar um ECG com a app ECG no Apple Watch Series 4, Series 5 ou Series 6

Pode efetuar um eletrocardiograma (ECG) com a app ECG.

O que é um ECG

Um eletrocardiograma (também denominado ECG) é um teste que regista a frequência e a intensidade dos impulsos elétricos que fazem o coração bater. A análise de um ECG permite a um médico obter informações sobre o seu ritmo cardíaco e detetar irregularidades.

Como utilizar a app ECG

A app ECG consegue registar o ritmo e os batimentos cardíacos através do sensor de ritmo cardíaco elétrico no Apple Watch Series 4, Series 5 ou Series 6 e, em seguida, analisar os registos de fibrilação auricular (FibA), uma forma de ritmo cardíaco irregular.

A app ECG regista um eletrocardiograma que representa os impulsos elétricos gerados pelo batimento do coração. A app ECG analisa estes impulsos para obter o ritmo cardíaco e determinar se as cavidades superiores e inferiores do coração têm um ritmo regular. Um ritmo irregular pode indicar uma fibrilação auricular.

A app ECG só está atualmente disponível em determinados países e regiões. Saiba onde a app ECG está disponível.

A app ECG é instalada durante a configuração da app ECG na app Saúde. Siga estes passos para configurar a app ECG:

  1. Abra a app Saúde no iPhone.
  2. Siga os passos apresentados no ecrã. Se não for apresentado um aviso para configurar a app, toque no separador Explorar e, em seguida toque em Coração > Eletrocardiogramas (ECG) > Configurar app ECG.
  3. Depois de concluir a configuração, abra a app ECG para efetuar um ECG.

Se não vir a app no Apple Watch, abra a app Watch no iPhone e toque em Coração. Na secção ECG, toque em Instalar para instalar a app ECG.

A app ECG não está disponível em todos os países ou regiões. Saiba onde a app ECG está disponível.

Efetuar um ECG

Pode efetuar um ECG em qualquer momento, quando sentir sintomas, como batimento cardíaco acelerado ou uma falha no batimento, quando tiver outras preocupações gerais sobre a sua saúde cardíaca ou quando receber um aviso de ritmo cardíaco irregular.

  1. Certifique-se de que o Apple Watch está bem ajustado e no pulso que selecionou na app Apple Watch. Para verificar, abra a app Apple Watch, toque no separador O meu relógio e, em seguida, aceda a Geral > Orientação do relógio.
  2. Abra a app ECG no seu Apple Watch.
  3. Pouse os braços numa mesa ou no colo.
  4. Coloque um dedo da outra mão na Digital Crown. Não tem de premir a Digital Crown durante a sessão.
  5. Aguarde. O registo demora 30 segundos. No final do registo, receberá uma classificação e, em seguida, pode tocar em Adicionar sintomas e selecionar os sintomas.
  6. Toque em Guardar para anotar quaisquer sintomas e, em seguida, toque em OK.

Como ler os resultados

Após uma leitura bem-sucedida, receberá um dos seguintes tipos de resultados na app ECG. Independentemente do resultado, se não se sentir bem ou se tiver quaisquer sintomas, deve consultar o seu médico.

Ritmo sinusal

Um resultado de ritmo sinusal significa que o coração está a bater num ritmo uniforme entre 50 e 100 BPM. Isto ocorre quando as cavidades superiores e inferiores estão sincronizadas. Um resultado de ritmo sinusal só se aplica a esse registo específico e não significa que o coração bate sempre com um padrão consistente. Também não significa que está saudável. Se não se sentir bem ou tiver quaisquer sintomas, deve consultar o seu médico.

Fibrilação auricular

Um resultado de fibrilação auricular significa que o coração está a bater com um ritmo irregular. A app ECG, versão 1, consegue detetar fibrilação auricular entre 50 e 120 BPM. A app ECG, versão 2, consegue detetar fibrilação auricular entre 50 e 150 BPM. A fibrilação auricular é a forma mais comum de arritmia grave, ou seja, ritmo cardíaco irregular. Se receber uma classificação de fibrilação auricular e não tiver sido diagnosticado com este sintoma, deve consultar o seu médico.

Ritmo cardíaco lento ou rápido

Um ritmo cardíaco abaixo de 50 BPM ou acima de 120 BPM na versão 1 da app ECG afeta a capacidade desta de detetar a existência de fibrilação auricular. Na versão 2 da app ECG, um ritmo cardíaco abaixo de 50 BPM ou acima de 150 BPM pode afetar a capacidade da app ECG de detetar a existência de fibrilação auricular.

  • Um ritmo cardíaco pode ser lento por causa de certos medicamentos ou se os impulsos elétricos não forem conduzidos corretamente pelo coração. Treinar para ser um atleta de elite também pode causar um ritmo cardíaco lento. Visite o site da American Heart Association para saber mais sobre ritmos cardíacos lentos.
  • O ritmo cardíaco pode aumentar após um exercício, por stress, nervosismo, consumo de álcool, desidratação, infeção, fibrilação auricular ou outro tipo de arritmia. Visite o site da American Heart Association para saber mais sobre ritmos cardíacos rápidos.

Inconclusivo

Um resultado inconclusivo significa que não é possível classificar a leitura. Isso poderá dever-se a uma das seguintes situações:

  • Na versão 1 da app ECG, o seu ritmo cardíaco está entre 100 e 120 BPM e não está com fibrilação auricular. A versão 2 da app ECG foi também testada num ensaio clínico com aproximadamente 546 indivíduos. Demonstrou uma especificidade de 99,3% em relação à classificação do ritmo sinusal e uma sensibilidade de 98,5% em relação à classificação de fibrilação auricular para os resultados classificáveis.
  • Tem um pacemaker ou um cardioversor desfibrilador implantável (CDI).
  • O registo pode apresentar sinais de outras arritmias ou doenças cardíacas que a app não consegue reconhecer.
  • Determinadas condições fisiológicas podem impedir uma pequena percentagem de utilizadores de criar um impulso suficiente para produzir um bom registo.

Para a versão 1 da app ECG, também pode obter um resultado inconclusivo se não pousar os braços numa mesa durante a leitura ou não ajustar bem o Apple Watch. Saiba como obter os melhores resultados.

Leitura de baixa qualidade

Esta classificação é única da versão 2 da app ECG. Leitura de baixa qualidade significa que não é possível classificar o resultado. Se a leitura for de baixa qualidade, pode experimentar as seguintes sugestões para a melhorar.

  • Pouse os braços numa mesa ou no colo enquanto efetua um registo. Tente relaxar e não se mexa muito.
  • Certifique-se de que o Apple Watch está bem ajustado ao pulso. A bracelete deve ficar bem ajustada e a parte posterior do Apple Watch tem de tocar no pulso.
  • Certifique-se de que o pulso e o Apple Watch estão limpos e secos. A água e o suor podem resultar numa leitura sem qualidade.
  • Certifique-se de que o Apple Watch está no pulso selecionado nas Definições.
  • Afaste-se de qualquer aparelho eletrónico que esteja ligado a uma tomada para evitar interferência elétrica.

Ver e partilhar as informações de saúde

A onda de ECG, as classificações associadas e quaisquer sintomas observados serão guardados na app Saúde no iPhone. Também pode partilhar um PDF com o seu médico.

  1. Abra a app Saúde.
  2. Toque no separador Explorar e, em seguida, toque em Coração > Eletrocardiogramas (ECG).
  3. Toque no gráfico do resultado do ECG.
  4. Toque em Exportar PDF.
  5. Toque no botão Partilhar para imprimir ou partilhar o PDF.

Como obter os melhores resultados

  1. Pouse os braços numa mesa ou no colo enquanto efetua um registo. Tente relaxar e não se mexa muito.
  2. Certifique-se de que o Apple Watch está bem ajustado ao pulso. A bracelete deve ficar bem ajustada e a parte posterior do Apple Watch tem de tocar no pulso.
  3. Certifique-se de que o pulso e o Apple Watch estão limpos e secos.
  4. Certifique-se de que o Apple Watch está no pulso selecionado na app Apple Watch. Para verificar, abra a app Apple Watch, toque no separador O meu relógio e, em seguida, aceda a Geral > Orientação do relógio.
  5. Afaste-se de qualquer aparelho eletrónico que esteja ligado a uma tomada para evitar interferência elétrica.

Uma pequena percentagem de pessoas pode ter alguma condição fisiológica que impeça a criação de impulsos suficientes para produzir um bom registo. Por exemplo, o posicionamento do coração pode alterar os níveis do impulso elétrico, o que pode afetar a capacidade da app ECG de obter uma medição.

Para que a app ECG funcione corretamente, não pode existir contacto com qualquer líquido. A utilização da app ECG pode ser afetada se o Apple Watch e/ou a pele não estiverem totalmente secos. Certifique-se de que o pulso e as mãos estão totalmente secos antes de tentar efetuar uma leitura. Para garantir a melhor leitura após nadar, tomar banho, transpirar muito ou lavar as mãos, limpe e seque o Apple Watch. O Apple Watch pode demorar até uma hora a ficar completamente seco.

Aspetos que deve ter em conta

  • A app ECG não consegue detetar um ataque cardíaco. Se sentir uma dor, uma pressão ou um aperto no peito, ou achar que está a ter um ataque cardíaco, contacte imediatamente para os serviços de emergência.
  • A app ECG não consegue detetar coágulos sanguíneos ou um acidente vascular cerebral.
  • A app ECG não consegue detetar outras doenças relacionadas com o coração. Estas doenças incluem tensão arterial elevada, insuficiência cardíaca congestiva, colesterol elevado ou outras formas de arritmia.
  • Se não se sentir bem ou se sentir quaisquer sintomas, fale com o seu médico ou procure imediatamente assistência médica.

Como funciona a app ECG

A app ECG no Apple Watch Series 4, Series 5 ou Series 6 gera um ECG semelhante a um ECG de uma derivação. Normalmente, no consultório médico é efetuado um ECG padrão de 12 derivações. Este ECG de 12 derivações regista os impulsos elétricos de diferentes ângulos no coração para produzir doze ondas diferentes. A app ECG no Apple Watch mede uma onda semelhante a uma dessas doze ondas. Um ECG de uma derivação pode fornecer informações sobre o ritmo cardíaco e permite a classificação de fibrilação auricular. No entanto, um ECG de uma derivação não pode ser utilizado para identificar outras doenças, como ataques cardíacos. Os ECG de uma derivação costumam ser prescritos por um médico para as pessoas utilizarem em casa ou no hospital e, assim, obter dados mais completos do ritmo cardíaco subjacente. No entanto, a app ECG no Apple Watch Series 4, Series 5 ou Series 6 permite-lhe gerar um ECG semelhante a um ECG de uma derivação sem uma receita do médico.

Em estudos que comparam a app ECG no Apple Watch com um ECG padrão de 12 derivações efetuado ao mesmo tempo, existe uma concordância entre a classificação da frequência como sinusal ou fibrilação auricular na app ECG quando comparadas com o ECG padrão de 12 derivações.

A capacidade da app ECG de classificar com precisão um registo de ECG como fibrilação auricular e ritmo sinusal foi testada num ensaio clínico com aproximadamente 600 indivíduos. Demonstrou uma especificidade de 99,6% em relação à classificação do ritmo sinusal e uma sensibilidade de 98,3% em relação à classificação de fibrilação auricular para os resultados classificáveis.

Os resultados da validação clínica refletem a utilização num ambiente controlado. A utilização da app ECG no mundo real pode resultar num grande número de tiras inconclusivas e não classificáveis.

Um novo jeito de ensinar a tabuada

Discutir com os alunos sobre a relação dos produtos da multiplicação e as propriedades envolvidas nos cálculos ajuda a memorizar os resultados e a encontrar os que eles não sabem de cor

Um conjunto de multiplicações básicas - de 1 x 1 a 10 x 10 - e seus resultados. A tabuada é a mesma do tempo em que você era aluno e, provavelmente, tinha de decorá-la. O conteúdo era tão valorizado que as listas de multiplicações apareciam estampadas nos lápis e na contracapa dos cadernos. Mesmo assim, na hora de usar esse conhecimento, muitas vezes os valores sumiam da memória, não é mesmo? Prova de que as práticas tão consolidadas de memorização pela repetição não são eficazes. Mas hoje em dia ainda faz sentido exigir que os alunos saibam os produtos de cor? Existem maneiras de levá-los realmente a aprender a tabuada? A resposta para as duas questões é sim.

"Ter a tabuada na ponta da língua libera o aluno para se preocupar com outros desafios do problema", afirma Leika Watabe, formadora de professores da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. No entanto, antes de decorá-la, ele deve compreendê-la por meio de atividades que mostrem a relação entre os números e as propriedades da multiplicação, como a proporcionalidade e a comutatividade - sem que para isso seja necessário apresentar a definição delas. Se 6 é o dobro de 3, todos os resultados da tabuada do 6 são o dobro dos resultados da do 3. Caso não se lembre que 8 x 4 = 32, a criança pode buscar na memória o resultado de 4 x 8, que parece mais simples e é o mesmo. Outra conclusão a que ela pode chegar: se 7 x 10 = 70, para saber quanto é 7 x 9, basta subtrair 7 desse resultado para chegar a 63. "Tudo passa a fazer sentido e fica fácil decorar", completa.

Uma boa aliada na hora de elaborar essas análises é a tabela pitagórica (também chamada de tábua e tabela da multiplicação). Ela é um quadro de dupla entrada em que são registrados os resultados das multiplicações, de 1 x 1 a 10 x 10 - o número da linha deve ser multiplicado pelo da coluna e, no espaço correspondente ao encontro das duas, registrado o produto do cálculo. Isso facilita uma visão geral dos resultados, o que é uma vantagem sobre as tabuadas organizadas em listas - em que aparece a multiplicação do 1 ao lado da do 2 até a do 10. Propostas de trabalho feitas com base na tabela possibilitam estabelecer diversas relações, já que todos os produtos das multiplicações básicas estão ali (leia exemplos nos quadrinhos).

Há várias atividades a serem propostas com o uso da tabela - que serve, inclusive, de material de diagnóstico dos estudantes. Compreendido seu funcionamento, eles podem, por exemplo, preencher somente as tabuadas do 5 e do 10 para verificar que os resultados da primeira correspondem à metade dos resultados da segunda. Em seguida, escrever as do 2 e do 3 e concluir que a soma dos produtos corresponde aos resultados da do 5. Dessa forma, a turma pode tirar diversas conclusões e ir memorizando os valores ou encontrá-los com facilidade. Só depois de um trabalho sistemático é adequado afixar a tabela em sala de aula para ser consultada sempre que necessário.

A proporção na relação entre os números

Numa tabuada, os números são organizados de uma maneira uniforme e sistemática. O resultado de 7 x 1, por exemplo, é menor que o de 7 x 2, que é menor que o de 7 x 3, e os valores aumentam de 7 em 7. Isso se repete na tabuada do 3, que varia de 3 em 3, na do 4, de 4 em 4 etc. Essa ideia se refere a uma importante propriedade da multiplicação: a proporcionalidade. Assim, quando aumenta um fator, cresce na mesma proporção o resultado da multiplicação por ele, explica Andréia Silva Brito, professora da EMEF Carlos Drummond de Andrade, em Presidente Médici, a 412 quilômetros de Porto Velho. "Quando uma grandeza dobra e a outra também dobra, quando uma triplica e a outra triplica, temos uma proporcionalidade direta." Sem observar essa regularidade, não se entende a tabuada. "A consciência de que existe um aumento proporcional é a base da compreensão da tabela pitagórica", diz Cleusa Capelossi Reis, formadora de professores de Matemática da rede municipal de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo.

Desde os primeiros anos do Ensino Fundamental, é importante propor às crianças problemas que envolvam essa propriedade mesmo quando ainda não aprenderam o algoritmo da multiplicação. Questões do tipo "Se 1 caderno custa 3 reais, quanto custam 4 cadernos?" suscitam o uso de estratégias variadas. Desenhos podem representar cada uma das unidades do problema (nesse caso, os cadernos e os reais) e a adição sucessiva substitui a multiplicação: em vez de escrever 3 x 4, é possível escrever 3 + 3 + 3 + 3.

Esses procedimentos são muito úteis e representam uma valiosa introdução à proporcionalidade. Porém, ressalta Leika, devem ser vistos como as primeiras estratégias, e não as únicas. Isso porque são lentas e imprecisas (leia nos quadrinhos um problema com diferentes resoluções). "Cabe ao professor propor desafios em que os estudantes precisem encontrar maneiras mais rápidas e precisas de resolução e criar oportunidades para que compartilhem estratégias." Por exemplo: "Uma loja vende caixas de lápis de cor com 12 unidades cada uma. Quantos lápis existem em 5 caixas? E em 6?" Atividades desse tipo - em que se preenchem tabelas de proporcionalidade - são importantes porque permitem relacionar os valores de duas grandezas e saber que, quanto maior uma delas (no exemplo anterior, caixas), maior a outra (lápis), seguindo uma mesma variação (no caso, 12).

Compreendidas as relações entre os números da tabuada, a simples decoreba dos produtos passa a ser desnecessária. A cultura do ensino da multiplicação manda que se apresente primeiro a tabuada do 1 e depois a do 2, seguindo a ordem do menor para o maior, sem levar em conta, por exemplo, que a do 10 é mais fácil que a do 6. "Se a criança aprender simultaneamente a do 2 e a do 4, vai perceber a relação entre elas, o que ajuda a construir o conhecimento sobre ambas", explica Priscila Monteiro, consultora pedagógica da Fundação Victor Civita (FVC).

Explorar as relações entre os dobros, os triplos e os quádruplos na tabela é essencial. Por exemplo: os produtos da coluna do 8 são o dobro dos que compõem a do 4 e quatro vezes os da tabuada do 2. Por isso, multiplicar por 8 equivale a multiplicar por 4 e depois por 2. Da mesma forma, os valores da coluna do 9 correspondem ao triplo dos da coluna do 3. Esse conhecimento é útil no momento de fazer os cálculos envolvidos num problema. Se o estudante não lembra quanto é 4 x 9, mas sabe que 4 é o dobro de 2, basta resolver primeiro 2 x 9 para depois multiplicar o resultado novamente por 2. "Esse conhecimento é importante para ele recalcular as tabuadas desconhecidas com base nas que já sabe, sem precisar ter todas decoradas", explica Cleusa.

É preciso decorar apenas meia tabela

Outra propriedade da multiplicação interessante para a compreensão da tabuada é a comutatividade. Ela indica que a ordem dos fatores não altera o produto, como em 8 x 4 e em 4 x 8. Com isso, quem não conhece o resultado da primeira operação, mas sabe o da segunda, consegue resolver a questão. Apoiado nessa propriedade, basta memorizar a metade dos produtos da tabela pitagórica para saber o restante dela. Isso porque os resultados se repetem a partir de um eixo de simetria na diagonal central do quadro, em que são registrados os produtos de algarismos iguais (veja nos quadrinhos uma atividade em que essa simetria é analisada). Tanto acima como abaixo da diagonal aparece o número 32, resultado do 8 x 4 e do 4 x 8. Análises como essas podem ser uma referência para resolver questões similares e colocar em jogo as relações numéricas, ressalta o argentino Horacio Itzcovich no livro La Matemática Escolar.

Cleusa lembra que essa é uma estratégia a ser colocada em prática no momento de solucionar um desafio, e não apenas mostrada como uma curiosidade. O material de formação dos professores de Matemática elaborado pelo Núcleo de Aprendizagens Prioritárias, da Argentina, também ressalta essa questão: "Não se aprendem as propriedades desconectadas de seu uso. Elas se constituem como ferramentas que nos permitem justificar e compreender procedimentos de cálculo". Para trabalhar o assunto, proponha que as crianças resolvam alguns cálculos, como:

2 x 4 4 x 2
3 x 2 2 x 3
5 x 3 3 x 5

Em seguida, peça que analisem e comparem os resultados da primeira e da segunda coluna e digam o que observaram. Elas devem concluir que os resultados se repetem. Indague por que elas acham que isso acontece e se sempre é assim. Desafie a turma a propor outras multiplicações e experimentar inverter a ordem dos números. Libere o uso da calculadora para que possam confirmar o produto dos cálculos mais rapidamente e constatar a regularidade.

As regularidades menos evidentes

Você deve deixar claro que o resultado de uma multiplicação pode ser obtido por meio de outra. Ter isso em mente é essencial para reforçar que não é necessário decorar a tabuada mecanicamente, mas construir diferentes recursos de cálculo aproveitando o que já se conhece. A análise dessas relações se torna mais eficaz com muita discussão e um olhar atento para averiguar regularidades. A tabela pitagórica é um excelente recurso também para isso, já que organiza os produtos da multiplicação e os dispõe juntos. As primeiras conclusões a que os alunos geralmente chegam ao se debruçar sobre ela são:

  • Todo número multiplicado por 10 termina em 0.
  • Todo número multiplicado por 5 termina em 5 ou 0.
  • Todo número multiplicado por 1 tem como resultado ele mesmo.

O registro dessas conclusões é um ótimo começo de conversa para você lançar outros questionamentos e para os estudantes notarem que a multiplicação de qualquer número por um par sempre resulta num par. Outras regularidades, menos evidentes, também são importantes: a soma dos números multiplicados por 2 e 5 está na coluna do 7, assim como a soma dos multiplicados por 3 e 4. Essa relação se baseia nas propriedades associativa e distributiva da multiplicação. Matematicamente, 7 x 6 pode ter esta representação:

No livro Investigações Matemáticas na Sala de Aula, o educador português João Pedro da Ponte defende que tarefas desse tipo, mais do que servirem para iniciar os alunos nas atividades de investigação, permitem desenvolver conhecimentos importantes acerca dos números, como os relacionados ao estudo dos múltiplos e aos critérios de divisibilidade. Ele afirma que a tabuada do 5 pode levar os alunos a observar que um número divisível por 5 termina com 0 ou 5. Com essas tarefas, é possível explorar várias relações. Por exemplo: será que todo número vezes 3 é ímpar? E quando é multiplicado por 6? Sempre que é preciso multiplicar por 10, basta acrescentar um 0 após o número? Por que um número vezes 1 é igual a ele mesmo?

Embora seja curioso encontrar respostas para esses questionamentos, a atividade não deve se esgotar nela mesma. É importante que o raciocínio seja novamente retomado na resolução de problemas para que aquilo que se confirmou como regra seja aplicado em outras situações (veja nos quadrinhos como os alunos utilizam essas estratégias). Ter em mente essas regularidades ajuda a checar se os resultados dos cálculos estão corretos. Sabendo, por exemplo, que o produto de uma multiplicação por 2 não pode ser ímpar, os alunos buscam outras estratégias para encontrar a resposta certa. Muitas vezes, eles aproveitam as tabuadas que consideram mais simples para resolver as mais complexas. "Quando os estudantes constroem uma rede de relações entre os números, eles conseguem compreender a tabuada e decorar os resultados da multiplicação com mais facilidade", afirma Priscila Monteiro.

Hora de sistematizar o conhecimento

Depois de pensar nas melhores estratégias para chegar aos resultados das diversas atividades propostas, os estudantes aumentam progressivamente a quantidade de produtos decorados e conseguem encontrar mais facilmente aqueles que não sabem. Esse avanço é ainda maior quando o professor propõe que troquem dicas com os colegas e faz sistematizações regularmente, organizando o conhecimento coletivo. Um meio de promover a socialização das informações é sugerir que os alunos registrem as tabuadas que consideram difíceis e, e em seguida, digam aos colegas as estratégias utilizadas para descobrir os resultados delas. Um pode resolver 5 x 7 dividindo 70 (o resultado de 10 x 7) por 2, enquanto outro acha mais fácil somar 2 x 7 e 3 x 7. Nesse momento de troca, é válido reforçar que não existe uma só maneira de resolver o cálculo e que cabe a cada um optar pelo mais conveniente. O compartilhamento pode ser feito oralmente para toda a sala, com o posterior registro, por escrito e repassado a todos e, ainda, em duplas. As estratégias de uma criança são valiosas para as demais e, por isso, devem ser anotadas para que sirvam como material de estudo.

Já a sistematização do conteúdo é uma ação do educador e deve ser feita durante todo o processo. Sobre isso, Itzcovich indica em seu livro: "As crianças resolvem problemas de maneira intuitiva, e é essencial que o professor reconheça os procedimentos como válidos. Assim, o aluno sabe que o que foi útil para uma resolução pode ser generalizado a outras situações". Uma anotação sobre a comutatividade é um exemplo: "Descobrimos que, se a ordem dos números muda, o resultado é o mesmo". Conclusões desse tipo podem ser escritas coletivamente. Cada um colabora com o que sabe e todos definem a melhor forma de dizer o que foi aprendido. Os registros devem ser colocados nos cadernos e à vista de toda a turma para servir de material de consulta. A intenção deve ser ampliar o repertório de produtos memorizados pelos estudantes para que eles tenham autonomia para resolver problemas.

Os erros mais comuns

Ensinar uma tabuada de cada vez. É preciso trabalhá-las ao mesmo tempo para que os alunos possam relacioná-las.

Usar músicas para tornar a aula divertida. As atividades devem ser desafiadoras para os alunos entenderem a tabuada.

Tomar a tabuada. A memorização dela é importante, mas quando colocada em uso para resolver problemas.

Ignorar a importância da memorização. Decorar agiliza os cálculos e permite que o aluno se preocupe com outros desafios.

Não orientar os estudos sobre o conteúdo. Lições de casa ou atividades individuais devem ser dirigidas e incluir a reflexão sobre as multiplicações.

Quer saber mais?

Investigações Matemáticas na Sala de Aula, João Pedro da Ponte e outros, 152 págs., Ed. Autêntica, tel. (31) 3222-6819, 33 reais

La Matemática Escolar, Horacio Itzcovich (coord.), Ed. Aique (em espanhol)

Multiplicar y Dividir - A Través de la Resolución de Problemas, Carlos Maza Gómez, Ed. Visor (em espanhol)

Como saber se os meus anúncios no Facebook e Instagram trazem resultados

Eu já mostrei como é fácil investir dinheiro para impulsionar publicações no Facebook e como isso pode trazer resultados: melhorar a visibilidade da sua agência, atrair mais visitantes e gerar mais engajamento.

Agora, se você ainda não está trabalhando com publicações patrocinadas, não comece a ler este blog post. Afinal, para medir resultados, você precisa ter os resultados!

Antes, leia o conteúdo: passo a passo para impulsionar publicações nas redes sociais. Ou, se preferir, assista ao vídeo sobre o mesmo tema clicando aqui.

Mas se sua agência de viagens já está trabalhando com impulsionamento nas redes sociais, continue lendo para entender como analisar métricas importantes.

  • Como analisar os resultados dos impulsionamentos de dentro da fanpage;
  • Como analisar resultados de dentro do Gerenciador de Anúncios;
  • Dicas para melhorar o desempenho de anúncios.

Analisando resultados de impulsionamentos de dentro da fanpage

Então você já impulsionou uma publicação e o período selecionado para o anúncio ficar no ar terminou. Ou seja, hora de analisar seus resultados!

Neste texto eu vou mostrar o que cada métrica significa. Mas é importante lembrar que você precisa analisar os seus números com recorrência para ter uma linha de evolução da sua agência. Assim é possível ver o que está funcionando de acordo com o seu negócio.

Minha dica é: crie um relatório com os seus resultados mês a mês, pois é essencial documentar o que está acontecendo em cada post. Você pode fazer isso em uma planilha ou no próprio word.

Agora vamos para o passo a passo. Primeiro você precisar acessar a fanpage da sua agência de viagens.

Logo na página inicial existe um menu no canto direito da tela. Procure pelo botão “Gerenciar promoções” e clique!

Entrando nesse gerenciador, você vai ver um resumo de publicidade da sua página. Ali no canto direito é possível selecionar o período de dias que você quer analisar: os últimos 7, 30, 60 ou 90 dias.

Abaixo dessa informação, o Facebook traz os últimos anúncios da página e um botão “ver tudo”.

Com isso, você pode clicar em um dos impulsionamentos mais recentes ou visualizar todos.

Eu cliquei em “ver tudo” para acessar a lista completa de anúncios e selecionei o primeiro para analisar.

Para ter acesso às informações, basta clicar no botão “ver resultados”.

Analisando resultados

Desempenho

Os dados que vou apresentar abaixo são de um impulsionamento em vídeo que realizamos para divulgar o conteúdo: ações de prospecção para sua agência de viagens vender mais.

Vou começar explicando o que cada informação da parte de desempenho significa.

1- A primeira informação é o quanto foi gasto e por quantos dias o anúncio ficou no ar. Você seleciona o valor que quer investir e o período ativo no momento do impulsionamento.

2- ThruPlays: métrica que mostra quantas vezes o vídeo foi reproduzido até o fim ou por, pelo menos, 15 segundos. O Facebook considera que a exibição total de um vídeo acontece quando as pessoas assistem à 97% dele.

Quando estamos criando um anúncio em vídeo, podemos optar pela cobrança ThruPlay. Com isso, iremos pagar apenas quando o usuário assistir ao vídeo completo ou por 15 segundos.

Nesse exemplo, estou mostrando um resultado de anúncio em vídeo, porém, se você estiver analisando o impulsionamento de uma imagem, a métrica que aparecerá é de “custo por envolvimento com a publicação”.

Ela representa todas as interações que os usuários tiveram com o conteúdo (curtidas, compartilhamentos e comentários).

O alcance representa o número de pessoas que foram expostas ao seu anúncio pelo menos uma vez.

Ou seja, são os perfis únicos que visualizaram o conteúdo que você publicou. Lembrando que isso não significa que eles interagiram, já que pode acontecer do usuário estar rolando o feed e passar direto pelo seu post, porém, mesmo sem clicar, ele foi exposto ao conteúdo e isso conta como alcance.

Essa métrica é estimada, isso significa que ela não é exata, é o conjunto de informações que o Facebook reúne para mensurar um valor aproximado.

Impressões e alcance

Antes de seguirmos, vou explicar rapidamente a diferença entre o alcance e as impressões, pois as duas métricas são recorrentes em análises de redes sociais, mas muitas pessoas confundem seus resultados.

As impressões representam o número de vezes que a publicação foi vista, sem diferenciar o perfil. Então, se eu passar por uma postagem agora e depois de 10 minutos voltar para olhar novamente, a métrica será de: 1 alcance (1 perfil alcançado) e 2 impressões.

4- Custo médio por ThruPlay: quanto cada visualização custou.

Atividades

Logo abaixo do grupo de desempenho, temos o grupo de atividades com dois resultados importantes:

1- Cliques no link: quantas pessoas clicaram no link disponibilizado no anúncio.

2- Visualizações do vídeo: quantas pessoas, ao todo, viram o vídeo. Nesse caso o Facebook engloba os usuários que não assistiram pelo tempo mínimo que eu citei anteriormente.

Detalhes

O próximo grupo são os detalhes do impulsionamento.

Nessa parte você verá várias informações que foram selecionadas no momento de anunciar, ou seja, é um resumo das informações gerais do impulsionamento.

Público

Agora vamos falar sobre as pessoas alcançadas pelo anúncio, posicionamentos e localizações. Essas análises são muito relevantes, pois irão te ajudar a conhecer melhor o seu público.

1- A primeira informação é a de porcentagem de mulheres e homens e a faixa etária desses usuários.

2- Existe também a métrica de posicionamentos. Mas o que é isso?

Os posicionamentos são os canais onde o seu anúncio será veiculado: Instagram, stories, marketplace do Facebook, etc. Impulsionando de dentro da fanpage, você pode selecionar o botão “posicionamentos automáticos”, assim o Facebook irá selecionar os melhores locais e formatos para disponibilizar a sua publicação.

Porém, você também tem a opção de escolher manualmente, mas o número de canais é limitado de dentro da fanpage. O Gerenciador de Anúncios, por sua vez, apresenta muitas outras opções (explicarei mais sobre isso daqui a pouquinho. Continue lendo).

Então, resumindo, essa métrica de posicionamentos mostra os canais que trouxeram mais resultados.

Analisando os resultados de impulsionamentos de dentro do Gerenciador de Anúncios

Agora eu vou explicar como utilizar o Gerenciador de Anúncios para realizar análises.

Existem dois caminhos: pelo Facebook ou direto pelo link.

Pelo Facebook: basta entrar no seu perfil e clicar na seta que fica do lado direito da tela. Em “Gerenciador de negócios”, escolha a página da sua agência.

Para acessar o Gerenciador de Anúncios e analisar os resultados, você irá clicar nas barrinhas do lado esquerdo da tela e em “Gerenciador de Anúncios”.

Dentro da tela do gerenciador, clique em “Anúncios” no menu superior.

Você irá visualizar nessa tela uma lista dos posts criados para diversas plataformas: Facebook, Instagram (feed e stories), Marketplace, versão no desktop e mobile de cada posicionamento, etc.

Passando o mouse por cima de um post, aparecem 3 opções: visualizar gráficos, editar ou duplicar o anúncio. Clique na primeira para iniciarmos a análise.

Analisando resultados

Desempenho

Os dados de desempenho no Gerenciador são os mesmos encontrados na fanpage: resultados de acordo com o objetivo escolhido para o impulsionamento, pessoas alcançadas e valor gasto.

No caso de anúncios em vídeo, o Gerenciador mostra o total de reproduções e o tempo médio assistido, métrica muito relevante para saber se as pessoas estão engajadas.

1- Dados demográficos: faixa etária de quem interagiu com o anúncio.

2- Posicionamentos: como eu disse anteriormente, você vai conseguir analisar qual plataforma te trouxe mais resultados.

Clicando na setinha ao lado da métrica, você pode mudá-la para analisar de uma outra forma. Por exemplo: por alcance ou impressões.

Passando o mouse em cima das barras dos gráficos apresentados, o gerenciador vai mostrar os números de cada métrica.

Bônus: dica para ter resultados melhores com o anúncio

Bom, estamos chegando ao final e uma dica muito válida para quem está começando a impulsionar e não tem uma estratégia bem definida, é anotar os resultados da primeira publicação e impulsioná-la novamente, mudando alguns detalhes.

Fazendo isso, você tem a oportunidade de estudar o que funciona melhor para a sua empresa.

O que posso mudar na publicação para ver se os resultados são melhores?

  • Você pode colocar mais palavras-chave no direcionamento detalhado. Com isso, as chances de um público bem específico interagir com a sua agência são maiores;
  • Colocar uma legenda com emojis, pois isso torna o conteúdo mais amigável e chama mais atenção;
  • Selecionar outra imagem para a publicação e trocar as cores para torná-la mais atrativa;
  • Anunciar em um horário diferente. Afinal, para saber quando o seu público gosta mais de interagir com os posts, você precisa testar;
  • E mudar o botão de ação, pois uma chamada diferente pode atrair mais pessoas.

Conclusão

Nossas colunas sГЈo exclusivas para assinantes. Continue lendo com acesso ilimitado. Aproveite!

O tempo de espera pelo resultado do exame de Covid-19 na rede pública da capital paulista chega a dez dias úteis. O prazo, que até o início de novembro era de dois a três dias, aumentou após a saída de um dos laboratórios que processava os testes e foi agravado pela alta de casos da doença na cidade.

Profissionais que trabalham em UBSs (Unidade Básica de Saúde) informaram à Folha, sob condição de anonimato, que os resultados começaram a demorar um pouco mais quando o material coletado de pacientes com suspeita de Covid-19 deixou de ser enviado ao laboratório AFIP.

A reportagem entrou em contato com dez postos de saúde, nas cinco regiões da cidade nesta semana e em todos o prazo dado para o resultado do exame tipo RT-PCR era de sete a dez dias. “Faz uns seis dias que não chegam resultados por aqui. E a demanda só tem aumentado”, disse enfermeira de uma UBS da região da Mooca (zona leste de SP).

Segundo a gestГЈo Bruno Covas (PSDB), atГ© o mГЄs de outubro o laboratГіrio Afip fez a gestГЈo de 60 mil exames por mГЄs para a prefeitura. Desde entГЈo, o processamentos dos testes de Covid-19 vem sendo feito exclusivamente pelo laboratГіrio Dasa, contratado pelo MinistГ©rio da SaГєde.

"No período que a Prefeitura de São Paulo esteve à frente da coordenação da realização dos exames, o prazo para apresentação dos resultados era de 24 horas", informa trecho da nota da prefeitura.

Agora, os testes coletados nas unidades de saúde municipal são cadastrados por laboratórios que já prestam serviço para a prefeitura e entregues ao Centro de Diagnóstico Emergencial, formado pelo Ministério da Saúde, que processa os exames.

TESTE LABORATORIAL RT-PCR (reação em cadeia de polimerase em tempo real). É chamado de teste molecular, tem como objetivo identificar um fragmento do genoma do novo coronavírus. AFP/Jeff Pachoud

TESTE RÁPIDO (como testes sorológicos). Tem como objetivo verificar a presença de anticorpos ou antígenos do vírus. Pode usar dois tipos diferentes de amostras: de sangue, soro e plasma ou das vias respiratórias, como no teste laboratorial. Reuters/Ints Kalnins

EM USO: testes de RT-PCR para diagnósticos de casos graves. Realizado por meio de teste de amostras de pacientes com síndrome respiratória grave internados em hospitais e ou de alguns pacientes com quadro de síndrome gripal (cujos exames são coletados em unidades sentinela para verificar qual o tipo de vírus em circulação). AFP/Carl de Souza

EM IMPLEMENTAÇÃO: Teste rápido SARS-CoV-2 Antibody Test para profissionais de saúde. Tem o objetivo de avaliar os profissionais de saúde e segurança que apresentaram sintomas e foram para isolamento domiciliar. Deve ser aplicado no 8º dia para verificar se podem voltar ao trabalho. Se positivo, profissional continuará em isolamento. Se negativo, volta a trabalhar. AFP/Carl de Souza

EM NEGOCIAÇÃO: Teste PCR mais rápido para população em geral, em cidades com mais de 500 mil habitantes. O objetivo é aplicar em estruturas no modelo de “drive-thru”. Resultado seria informado no dia seguinte por meio de mensagem. AFP/Carl de Souza

A encarregada de limpeza Sivonete de Carvalho Gomes, 45, levou uma semana para descobrir que havia sido infectada pela Covid-19. Ela apresentou os primeiros sintomas da doença –febre, dor no corpo e resfriado– no dia 11 de novembro e buscou atendimento na UBS São Jorge, região do Butantã (zona oeste de SP).

Ela recebeu medicação para dor e foi orientada a retornar em dois dias, para colher o exame PCR. “Disseram que o resultado saía em sete dias. Tentei acessar o site do laboratório CientificaLab, mas dizia que a minha senha era inválida. Liguei no laboratório e disseram que só podia resolver na UBS. Aí tive de sair do isolamento e ir até o posto. Chegando lá, o meu teste deu positivo para Covid”, conta.

Só depois do diagnóstico positivo é que Sivonete começou a tomar antibiótico e foi afastada do trabalho por mais 14 dias. “Meu contrato de trabalho é intermitente. Só recebo quando trabalho. Por causa dessa demora, perdi mais dias de serviço. Quem paga esse meu prejuízo?”, questiona.

Assim como Sivonete, outros pacientes também reclamam que a senha recebida na UBS para acessar o site do laboratório não funciona. “A maioria acaba vindo aqui no posto pegar o resultado mesmo, porque o site não funciona”, diz a atendente da uma UBS da região de Moema (zona sul de SP).

Sem opção, muitos pacientes estão recorrendo às redes sociais para reclamar. A página do Facebook da Cientificalab tem dezenas de comentários a respeito da demora no resultado dos exames. Já o site Reclame Aqui reunia centenas de queixas contra o laboratório mais de 50 registradas até a tarde desta quarta.

Segundo o Cientifcalab, que registra os exames coletados pela prefeitura, o CDE (Centro de Diagnóstico Emergencial), formado em parceria com o Ministério da Saúde, tem recebido “um volume de amostras da Prefeitura de São Paulo que é superior à capacidade de análise dos equipamentos e insumos disponibilizados para o processamento dos exames”. Assim, o prazo atual chega a dez dias úteis.

O CientificaLab afirma ainda que o CDE consegue processar 8.000 exames ao dia, mas “o volume de testes recebido está acima do estimado e previamente acordado.”

ApГіs receber diversas queixas de funcionГЎrios e usuГЎrios da rede municipal, o conselho gestor da supervisГЈo tГ©cnica do ButantГЈ enviou uma carta para a Secretaria Municipal da SaГєde alertando a respeito da demora nos resultados.

O documento ainda chama atenção para o impacto do problema no funcionamento das unidades de saúde. Quando um profissional apresenta os sintomas da doença, precisa ficar afastado até que o resultado descarte ou confirme a contaminação pelo coronavírus. Com esse prazo aumentado, as equipes das AMAs e UBSs têm ficado mais desfalcadas.

“Eu paguei meu exame na rede particular para ficar menos dias longe do trabalho e não sobrecarregar os meus colegas. Fiquei sabendo do resultado em 48 horas e foi positivo para Covid. Pelo menos reduzi meu afastamento em oito dias”, disse a médica de uma UBS da zona oeste.

O prazo maior para a confirmação do diagnóstico também atrapalha o serviço de monitoramento de casos, porque até que saia o resultado os funcionários das UBSs precisam entrar em contato com os pacientes a cada 48 horas. “Quando o teste saía rápido, a gente já descartava muitas pessoas. Agora temos de ligar para todo mundo, pois não sabemos se estão doentes ou não”, diz um profissional que trabalha em um posto de saúde na região da Brasilândia, zona norte de São Paulo.

O infectologista Jamal Suleiman, do Instituto Emilio Ribas, afirma que o atraso prejudica o controle da doença na cidade. “A demora nos testes dificulta o rastreamento das pessoas que tiveram contato com o possível infectado, o que pode aumentar a transmissibilidade.”

O infectologista Leonardo Weissmann, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, também critica a demora. Segundo ele, a falta de diagnóstico cria um efeito cascata no controle da pandemia. “A escassez de testes e a demora em termos os resultados acarretam consequentemente em demora na tomada de medidas de restrição, para reduzir a velocidade de propagação do vírus.”

Segundo a Secretaria Municipal da SaГєde, atГ© 29 de novembro foram realizados na cidade 1.590.380 testes, sendo 884.640 exames de PCR RT, 500 mil testes rГЎpidos e 205.740 testes sorolГіgicos.

A reportagem entrou em contato com o Ministério da Saúde na noite desta quinta-feira, após a gestão Covas apontar que os exames eram de responsabilidade do governo federal, mas, em razão a hora, o ministério afirmou não ter técnicos para apurar as informações. A pasta ainda informou que enviará um posicionamento nesta quinta-feira (4).

Perguntas e Respostas

+
✅ Um teste de valores ajuda a entender este tipo de situação e evitar que ela aconteça novamente, tornando-se um insumo para que o profissional possa tomar decisões mais bem informadas.


Publicar comentário
Procurar


Para você
Artigos sobre o tema Blog
07-03-2021
TIGGO 5X
TIGGO 5X

O QUE ERA ÓTIMO, FICOU ESPETACULAR...

28-02-2021
Todos os Casinos de Brazil 2021
Todos os Casinos de Brazil 2021

O casinos em Brazil online nunca foram tão populares como são agora...

25-03-2021
Placard APK
Placard APK

Original APK file, safe to download and free of any virus...