X 22bet

Sites de futebol

Vasco e Grêmio se enfrentam hoje, domingo, 6 de dezembro (06/12), a partir das 16 horas (horário de Brasília), pelo Brasileirão 2020. O jogo será na Arena, casa do time gaúcho, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul (RS). A partida tem transmissão pela televisão e você pode assistir ao vivo pela TV Globo, Premiere e SporTV (exceto RS). Confira a provável escalação de cada time ao final do texto.

O Grêmio, neste sábado, encerrou as preparações para receber o Vasco, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. Os jogadores iniciaram os trabalhos às 9h30 (de Brasília) no CT Luiz Carvalho.

Com todos os atletas em campo, Renato Portaluppi teve uma conversa com o elenco e tentou ajustar os últimos detalhes para encarar a equipe carioca. O treinador ainda praticou pênaltis e bolas paradas.

A parte final do treino contou com uma atividade de dois toques, que já é costumeira no Tricolor Gaúcho em véspera de partidas. Para encerrar, os jogadores treinaram, mais uma vez, cobranças de penalidades.

Renato terá a ausência do zagueiro Rodrigues, pois levou o terceiro cartão amarelo no duelo contra o Goiás e agora cumpre suspensão.

O Vasco está na zona de rebaixamento e foi eliminado da Sul-Americana. Com isso, os cruzmatinos viram a pressão aumentar em São Januário.

As más atuações da equipe fizeram com que o técnico Ricardo Sá Pinto passasse a ser questionado. Tanto que rumores sobre uma possível demissão foram noticiados após a derrota para o Defensa Y Justicia-ARG.

Só que o presidente Alexandre Campello rechaçou que haja chance de demissão de Sá Pinto.

"Nenhuma possibilidade. O Sá Pinto está mantido. Não se pensou em nada disso, a gente entende que mudança de treinador não vai mudar esse cenário, a responsabilidade é de todos", disse ao site Globoesporte.

Campello admitiu que soube dos rumores, mas afirmou que o momento é de união.

"Pressão não houve, sabemos que alguns acham que deveria ser feito. A gente tem que sair dessa situação juntos, e eu não cedo a pressões", declarou.

O Vasco vai em busca de uma bom resultado neste domingo, contra o Grêmio, na Arena. Uma vitória pode tirar os cruzmaltinos da zona de rebaixamento do Brasileiro.

Brasileirão 2020: Grêmio x Vasco

Brasileirão 2020: Grêmio x Vasco

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

Provável escalação do Grêmio

Provável escalação do Grêmio

Time: Vanderlei; Vitor Ferraz, Pedro Geromel, David Braz (Rodrigues) e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon (Darlan) e Pinares; Luiz Fernando, Pepê e Diego Souza. Técnico - Renato Gaúcho.

Provável escalação do Vasco

Provável escalação do Vasco

Time: Fernando Miguel (Lucão); Miranda, Leandro Castan e Ricardo Graça; Léo Matos (Pikachu), Marcos Junior, Leonardo Gil, Benítez e Neto Borges; Talles Magno (Gustavo Torres) e Ribamar. Técnico - Ricardo Sá Pinto.

Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul (RS)
Data: hoje, 6 de dezembro de 2020, domingo
Hora: 16 horas (de Brasília)

Grêmio x Vasco: onde assistir ao vivo à transmissão do jogo de hoje

Grêmio x Vasco: onde assistir ao vivo à transmissão do jogo de hoje

Informação canais desporto

ATUALIZAÇÃO (04/09/2020) : A 1ª Liga de Portugal - Liga NOS 2020/2021 começa dia 18 de Setembro de 2020, com o jogo Famalicão vs Benfica. A SportTV vai continuar a transmitir os principais jogos da Liga NOS. Carregue para mais informação publicada a 06/Agosto, quando foi anunciado o regresso da Liga NOS.

ATUALIZAÇÃO (28/07/2020) : Agora que terminou a Primeira Liga Portuguesa de 2019/20, seguem-se finais de taças de vários países, incluíndo Portugal.
Em Agosto voltam finalmente as fases finais das competições Europeias com a Liga Europa e a Liga dos Campeões, esta última a realizar-se em Portugal, nos estadios da Luz e Alvalade, no entanto ainda sem público nas bancadas. A SportTV vai transmitir a Liga Europa e a Eleven Sports a Liga dos Campeões. Acompanhe diariamente o site ondebola para verificar as datas dos jogos e canais.

ATUALIZAÇÃO (23/05/2020) : Finalmente já está confirmada a continuação da Liga NOS, com regresso a partir de dia 3 de Junho de 2020.

É assim retomada a jornada 25 da Liga NOS, que tinha sido adiada em Março devido ao Coronavirus.
O FC Porto joga já no dia 3 Junho (4ª feira) e o Benfica e Sporting no dia 4 Junho (5ª feira). Vão realizar-se mais jogos do que o normal em Junho e Julho para recuperar o atraso, veja a agenda de jogos na página principal diariamente e os canais onde os jogos vão ser transmitidos em direto, neste caso principalmente na Sport.TV e Benfica TV.
Consulte aqui mais informação sobre as próximas jornadas da Liga NOS e regresso do campeonato.

Em Março de 2020 todas as competições de futebol foram canceladas, seguindo a recomendação das entidades de saúde, devido ao Coronavirus. Espera-se que as competições sejam retomadas nos próximos meses, até lá, todos os canais de desporto estão a trasmitir regularmente a repetição dos melhores jogos.
Destacamos os canais abertos (nos pacotes normais de TV), como o Canal 11 e a Sport.Tv+.
A Sport.TV+ retransmite diáriamente grandes clássicos da Liga Portuguesa de várias epocas, entre Benfica, Porto e Sporting.
O Canal 11 está a passar grandes jogos de vários Campeonatos Europeus de Seleções, como o Euro 1984, Euro 2000, Euro 2004, etc.
A Sport.TV e Eleven Sports também estão a repetir a tranmissão de grandes jogos da Liga Europa e Liga dos Campeões respectivamente.
A Sport.TV1 está a repetir também bastantes jogos da Liga NOS.
Verifique no site ondebola a agenda diária com os melhores jogos (repetidos), por enquanto.

As competições oficiais da epoca 2019/2020 já começaram a 4 de Agosto de 2019, com a Supertaça a estrear os novos planteis do Benfica e do Sporting.

Esta época continua a diversidade de canais que passam os jogos de futebol: SPORT TV, BenficaTV, RTP1, SIC, TVI, ELEVEN SPORTS, Canal 11.

O serviço ELEVEN SPORTS tem exclusividade na Liga dos Campeões 2019/2020, com uma parceria com a TVI, que vai transmitir alguns jogos da Liga dos Campeões, com prioridade para equipas Portuguesas.

A SPORT TV vai transmitir as seguintes competições de futebol: Liga NOS - Campeonato Nacional, Premier League - Liga Inglesa, Allianz CUP, UEFA Nations League, Liga Europa UEFA, Liga Italiana - Serie A, European Qualifiers, Ledman Liga Pro.

Os jogos do Benfica na Liga NOS em casa vão ser transmitidos na Benfica TV.

A RTP 1 vai transmitir jogos da Seleção Nacional e alguns jogos das taças em Portugal.

A SIC vai transmitir alguns jogos da Liga Europa, principalmente das equipas Portuguesas.

O novo "Canal 11" da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), iniciou transmissão em Agosto de 2019, está disponivel nos operadores de televisão MEO, Vodafone e NOS. Este novo canal vai seguir pelo menos as Seleções Nacionais de Futebol e equipas com treinadores e jogadores Portugueses espalhados pelo mundo.

A RTP Internacional também transmite alguns jogos dos 3 grandes.

Nota extra para a RTP Internacional, que transmite em direto um jogo por semana da Liga NOS (Campeonato Nacional) nesta época 2019/2020, de um dos 3 grandes (SL Benfica, Sporting CP e FC Porto), e vai alternando entre eles. O jogo do Benfica só é transmitido quando joga fora, pois em casa só dá na BenficaTV. Quando as equipas grandes jogam entre elas também não passa o jogo, e contra o Braga também não, a não ser se coincidir com um jogo entre entre os ditos três grandes. É bom para os Portugueses que estão no estrangeiro, conseguirem acompanhar o futebol em Portugal, ou para quem apontar a parabólica para o satelite Hot Bird 13.0º, consegue ver de forma grátis o canal aberto RTP Internacional.

Deixe sua marca como gerente de futebol em iOS, Android e PC com o Club Manager.

Como o nome sugere, o Club Manager é um jogo de gerenciamento de futebol online no qual você vai poder administrar o seu próprio clube de futebol. Você começa com um time relativamente simples e o seu objetivo primário é administrá-lo para o levar à glória.

O jogo é baseado em cartas. Você deve abrir pacotes de cartas para aumentar as suas chances de obter jogadores e itens melhores, além de fazer melhorias no seu clube. E você pode jogar em partidas QUANDO QUISER, certo número de vezes por dia.

Funcionalidades desse jogo futebol grátis

Jogo de gerenciamento de futebol com pacotes de cartas

  • Você vai receber cartas grátis ao fim de cada partida! Sempre há uma chance de conseguir as cartas mais lendárias disponíveis no jogo!
  • Você vai obter jogadores e técnicos novos e bem-avaliados abrindo pacotes de cartas; basta um pouco de sorte!
  • Pacotes de cartas especiais do evento da semana estão disponíveis.
  • Existe um grande número de cartas de diversos tipos para descobrir e colecionar, tais como: cartas permanentes, como as de jogadores e técnicos, e cartas consumíveis, como as de melhoria, treino e recuperação, entre outras.

Jogue partidas quando você quiser!

  • Você vai poder jogar diversas partidas de divisão, competição e até mesmo amistosos diariamente.
  • Você pode iniciar partidas de divisão ou amistosos a qualquer momento.
  • Você vai receber notas de gerência (créditos do jogo) depois de cada partida — mesmo se você perder!
  • Você tem a liberdade de fazer certas escolhas de técnico de futebol, como determinar a sua escalação e a tática do time. Tem o que é preciso para vencer?

Fácil de aprender

  • Tem uma interface de usuário de fácil acesso para ajudar você a descobrir como jogar rapidamente.
  • Tempo de carregamento praticamente nulo, por uma experiência agradável.
  • Também há assistência dentro do jogo com notificações para guiar você pelas atividades de forma interativa.

Funcionalidades inclusas

  • Chat para comunicação instantânea com amigos e outros jogadores.
  • Uma vasta gama de conquistas para você alcançar e elevar a sua reputação no jogo.
  • Entre numa competição com amigos ou outros usuários.
  • Treine os seus jogadores e melhore todos os aspectos dos seu clube para ter mais sucesso: estádio, campo, centro de treinamento, academia e organizador de partidas.

Bons atacantes ajudam a marcar mais gols. Está faltando qualidade na área de ataque para o seu time? Este pacote pode ser a solução dos seus problemas!

O pacote contém 3 atacantes e todos eles têm 3 estrelas, o que significa que são avaliados no mínimo como prata! Você pode comprar este pacote quantas vezes quiser por apenas 499 moedas de gerência.

■ Período
De 29/08/2019 às 09h00 UTC até 11/09/2019 às 23h59 UTC

Sobre nós e o nosso jogo

Nós, da GamoVation, percebemos uma forte cena de jogos de gerência de futebol crescendo cada vez mais nos últimos anos, mas sempre chegávamos a uma conclusão recorrente — existem inúmeros jogos desse tipo, porém pouquíssimos com conteúdo atualizado.

Além disso, esses jogos de manager de futebol são tão complicados que chegam a desanimar os jogadores. Aqui na GamoVation, buscamos quebrar essa regra não explícita lançando o Club Manager.

Na GamoVation, quando desenvolvemos um jogo, sempre colocamos o jogador em primeiro lugar. Essa abordagem voltada ao usuário tem nos agraciado com o lançamento bem-sucedido de diversos jogos nos últimos anos, por isso hoje contamos com uma comunidade de jogadores que já passou dos 12 milhões de registros únicos.

Com base na nossa vasta e rica experiência, pudemos agrupar as ferramentas necessárias com a integridade criativa para desenvolver um jogo de gerenciamento de futebol online gratuito para os jogadores.

O que produzimos é um jogo de futebol que não confunde os jogadores. Pelo contrário: neste jogo de técnico você pode testar as suas habilidades sem ter problemas com um ambiente desequilibrado ou injusto. A interface do usuário recebeu atenção especial e por isso este jogo de futebol online pode ser acessado facilmente com os devidos níveis de desafio para o jogador.

Messi contra 11 e no final golearam os alemães – e acabou de vez uma era no futebol (a crónica do Barcelona-Bayern)

O resultado foi de hóquei, o toque de bola foi como bilhar, o resultado foi mais do que uma goleada. 14/8/2020 ficará como mais do que o atropelo do Bayern ao Barça (8-2) – foi uma viragem no futebol.

Messi foi pouco mais do que um espectador de uma nova era do futebol que coloca o Bayern acima de todos os outros

O sorteio da Champions para os quartos e para as meias, feito com várias intervenções por videoconferência dos clubes, não correu propriamente bem pela quebra de ligação em alguns pontos de reportagem mas teve um final que era por muitos desejado. Problema? Correu quase tudo ao contrário. E o que não correu ao contrário era posto ao contrário. Erro 1: colocar Ronaldo no primeiro encontro a eliminar em Lisboa e a poder defrontar o seu antigo clube, Real Madrid. Erro 2: colocar Ronaldo e Messi em rota de colisão nas meias. Ambos os cenários caíram logo nos oitavos, pela derrota da Juventus e dos espanhóis, mas o segundo partia de uma premissa errada na antevisão do terceiro encontro desta fase da Liga milionária – o Bayern chegava como favorito ao jogo com o Barcelona.

Olhando individualmente a cada um dos jogadores dos dois conjuntos, a começar até pela baliza onde estavam os dois melhores guarda-redes alemães da atualidade que ao que parece de amigos têm pouco ou nada (Manuel Neuer e Ter Stegen) e a terminar na frente de ataque onde se encontram dois dos melhores avançados da atualidade (Luis Suárez e Lewandowski, sendo que a comparação da temporada entre ambos coloca o polaco a anos-luz nesta fase), não há assim tantas diferenças entre Barcelona e Bayern. Todavia, e quando se junta tudo, sobram duas distinções que marcariam o grande duelo dos quartos da Champions: Messi, o melhor do mundo numa equipa que procura voltar a ser a melhor, e a equipa dos bávaros, a melhor do mundo fazendo do coletivo o seu melhor. Traduzindo, o conjunto blaugrana de hoje é Messi e mais dez, a formação germânica de hoje são onze e mesmo onze.

Puxemos a fita atrás. Quando Quique Setién assinou pelo Barcelona após a saída de Ernesto Valverde, estava ali à frente de todos aquilo que poderia ser descrito como um casamento perfeito. O técnico nunca ganhou qualquer título após ter deixado os relvados (como jogador conquistou uma Supertaça pelo Atl. Madrid) mas a forma como colocou o Betis a jogar, numa equipa que por exemplo foi a Camp Nou de peito aberto ganhar por 4-3 a Messi e companhia, prometia na chegada à Catalunha. O plantel também. A relação, desde janeiro, foi atribulada – e esse divórcio parecia estar mais do que anunciado. E porquê? Porque o estilo romântico que quis adotar coaduna-se com Xavis e Iniestas (e até com o outro Busquets, que não este) e não com Robertos e Vidales. A equipa passou a ter mais dificuldades na forma como colocava a posse ao serviço do ataque ao último terço, perdeu mecanismos nas transições defensivas e sobretudo deixou a sua principal referência, Messi, entregue a si mesmo.

Muito se falou sobre a continuidade ou não do argentino no Barcelona mas, aos 33 anos, pode estar chateado com o mundo mas continua a ser o farol que dá alguma luz a toda uma equipa. E não foi por ele, nem pelos 25 golos em 32 jogos da Liga, que os catalães deixaram fugir o Campeonato. Messi está em choque há muito com o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu – e as negociações do corte salarial durante a pandemia foram mais um exemplo disso mesmo. Messi está em choque com o diretor desportivo, Éric Abidal – e as palavras do antigo companheiro de equipa francês sobre os jogadores aquando da saída de Valverde com respetiva resposta pronta do argentino nas redes sociais não deixaram dúvida. Messi está em choque com a equipa técnica, em especial Eder Sarabia – e a forma como foi apanhado a ignorar o adjunto numa pausa para hidratação em Vigo dispensou palavras. Mas até em choque, Messi não perdia o foco. O futebol é o seu estímulo e o Nápoles tinha apanhado o último choque.

Puxemos a fita atrás. Também Niko Kovac, o médio criativo que passara por Sub-21 e seleção da Croácia antes de estar dois anos no Eintracht Frankfurt e ganhar uma Taça da Alemanha, tinha tudo para um casamento perfeito com o Bayern mas o divórcio até pecou por tardio e teve de surgir uma goleada contra a antiga equipa para sair. Com as devidas diferenças, os bávaros são há anos uma espécie de Juventus da Alemanha: ganhar a Bundesliga é quase um cumprir de obrigação, vencer as restantes competições são troféus que compõem um museu já extenso, o grande objetivo passa pelas competições europeias. No entanto, até esse objetivo estava em risco. Saiu o balcânico, foi promovido Hans-Dieter Flick (ou apenas Hansi). À condição, de forma assumida. Ganhou quatro jogos, perdeu dois no Campeonato, o Bayern desceu à sétima posição. Ficou. E de repente criou a melhor equipa europeia.

Houve a pandemia pelo meio mas desde 11 de dezembro, a seguir a um desaire com o B. Mönchengladbach, que o Bayern ligou o modo “rolo compressor” em todas as provas entre Campeonato, Taça e Liga dos Campeões: em 28 jogos realizados, 27 vitórias e apenas um empate sem golos frente ao RB Leipzig. O que mexeu Hansi Flick? 1) Lewandowski fez a temporada com mais golos de sempre porque se tornou o primeiro defesa da equipa sem bola que permitia colocar dez jogadores no meio-campo adversário; 2) Kimmich (ou Thiago Alcântara, quando não estava lesionado) e Goretzka começaram a mandar no meio-campo; 3) os laterais tornaram-se alas porque os alas jogavam por dentro e havia sempre um segundo avançado como Müller para jogar por fora ou entre linhas. Para alguns, o domínio dos bávaros justificava-se também pelo nível dos adversários; para quem via mais à frente, o domínio dos bávaros era apenas e só a demonstração prática da equipa melhor trabalhada. E o Barcelona sentiu isso mesmo da pior forma, com uma primeira parte que fez lembrar o 7-1 da Alemanha ao Brasil em 2014.

O encontro começou em ritmo PlayStation. Nos golos, na forma como se ouvia a bola, no ruído de fundo que de quando em vez se ouvia e que vinha da bancada central entretanto readaptada para banco de suplentes. E não houve propriamente muito tempo para estudo de equipas – quem sabia ao que vinha sabia, quem não sabia ao que vinha limitava-se a ver o que deve ser um jogo de futebol. Numa jogada de antologia, iniciada num cruzamento de Perisic e com uma tabelinha simples entre Müller e Lewandowski, o alemão inaugurou o marcador logo ao quarto minuto; logo na resposta, Jordi Alba ganhou as costas a Kimmich na esquerda, cruzou para Suárez e o desvio inadvertido de Alaba passou por cima de Neuer e fez o empate (7′); Messi, num canto marcado de forma curta, cruzou em arco da direita, ninguém desviou e a bola bateu de forma caprichosa no poste (10′) já depois de Neuer ter feito a “mancha” a uma oportunidade de Suárez “inventada” por Nelson Semedo.

A seguir houve um curto período para recuperar fôlego (para quem jogava e para quem via, acrescente-se), uns minutos sem bola no último terço e o arranque para um segundo início de jogo: o Bayern ganhou quatro cantos quase consecutivos, o Barcelona teve uma oportunidade flagrante numa jogada individual de Messi que acabou nas mãos de Neuer, os alemães “chatearam-se” com a desfaçatez e ligaram o modo arrasador em dez minutos que para não haver dúvidas acabaram com o encontro: depois de um roubo de bola de Gnabry em zona ofensiva, Perisic recebeu na área descaído na esquerda, rematou cruzado e fez o 2-1 (21′); o próprio Gnabry marcou o 3-1 numa fabulosa jogada que começou num passe a olhar para um lado e a dar para o outro de Thiago Alcântara e teve pelo meio uma assistência por cima de Jordi Alba de Goretzka (27′); e Müller bisou num lance em que os germânicos voltaram a ganhar a bola numa zona de pressão alta, Kimmich cruzou e o avançado fez o 4-1 (31′).

Em 35 minutos, o Bayern tinha conseguido fazer 12 remates à baliza do Barcelona. Só esse número, se calhar tanto ou mais do que o 4-1 ao intervalo, provava que estávamos perante aquilo que era o fim de uma era no futebol que coincidia com o início da era que se vai seguir. O futebol de hoje é mais do que posse, talento e desequilíbrio na frente como os catalães conseguiram ao longo de anos a fio; é saber pressionar alto, é jogar tão bem com como sem bola, é envolver dez jogadores de campo como um todo a defender ou a atacar.

Foi a isso que se resumiu a segunda parte: já depois de um golo anulado ao Bayern por clara posição irregular, Luis Suárez ainda conseguiu reduzir para 4-2 com um remate na área (57′) mas os alemães voltaram a tomar conta do jogo e de forma natural ampliaram os números da goleada sem terem propriamente a necessidade de acelerarem muito o ritmo: Kimmich aumentou para 5-2 após uma jogada fabulosa na esquerda de Alphonso Davies a deixar Nelson Semedo no chão (63′); Lewandowski apontou o 14.º golo na presente edição da Champions após mais uma iniciativa individual de Coutinho que entrou no encontro para fazer o resto da diferença (82′); e o mesmo Coutinho fechou o resultado com dois golos (85′ e 89′) aproveitando os buracos na defesa dos catalães.

Sites de estatísticas para análisar apostas em futebol

Este tópico tem como objetivo passar os sites que uso para fazer uma análise mais estatística em apostas de futebol. Existem vários sites de “stats” na internet e não creio que nenhum seja muito melhor que outro, no entanto aqui deixo os que mais uso. É uma lista de sites (destaco 2) onde creio que todos apresentam pontos fortes para as nossas apostas. Vamos começar.

(artigo em vídeo, vou mais a fundo no que toca à análise dos sites)

1º – Soccerway

Um dos sites que mais uso para estatísticas mais “rápidas”. É muito bom para ver os últimos jogos de ambas as equipas bem como head to head. Na hora de ver a forma atual podem filtrar por HOME/ AWAY bem como por competição. Além disso podem ver classificações nas diferentes ligas, bem como algumas stats como melhor marcador etc. O ponto forte deste site é a sua facilidade de usar e serve perfeitamente para uma análise mais rápida. Exemplo:

2º – WhoScored

O melhor site de todos a meu ver. Muito completo. Para além de várias stats como gráficos de golos por minutos, jogos sem sofrer, maior sequência de vitórias, entre outros, conta ainda com um sistema de “rating” tanto de equipas como jogadores. Para além de ter notícias sobre jogadores, equipas, no fundo mistura um pouco análise estatística com uma análise fundamental. É melhor que o soccerway se quiserem estudar o jogo a fundo. No vídeo explico melhor os pontos fortes deste site. Reparem bem no caso deste jogo entre o Inter e o Napóles:

Estes dados embora sejam baseados em stats vão muito mais além e acabam por “transformar” dados em análise mais fundamental. Para além disso o site nos jogos grandes costuma fazer previews com “tips” para o jogo.

Outros sites:

  • Bom site para as estatísticas dos cantos (escanteios) – Conta ainda com outras stats interessantes como “referee card stats”. Tanto o mercado dos corners como o dos cartões são apostas muito usadas pelos apostadores. Aqui encontram informação crucial.
  • – Site interessante que junta numa só página um imenso número de stats. Como disse nada que não se encontre em outros sites no entanto por vezes a forma de “expor” as estatísticas é o fator mais importante. Este site faz isso muito bem. Deixo o link com o exemplo da Juventus.
  • – Conta com algumas stats interessantes, bom livescore/ acompanhamento. Explico melhor no vídeo.

Em suma, existem vários sites de valor. Confiem sempre em sites “maiores” pois já me aconteceu encontrar sites com estatísticas não atulizadas.

Sites de futebol

Este é um aviso importante para todos os proprietários de sistemas PlayStation 4, PlayStation 3, PlayStation Vita e PSP relativamente às funcionalidades online de determinados jogos.

A PlayStation deixará de suportar servidores online para o DARK ECLIPSE para o PS VR. A partir do dia 15 de junho de 2020, vais deixar de poder jogar DARK ECLIPSE ou utilizar Dark Coins (DC) que tenhas comprado anteriormente.

A partir do dia 15 de junho de 2020, as funcionalidades online serão afetadas das seguintes formas:

  • Vais deixar de poder jogar DARK ECLIPSE para o PS VR nos modos de único jogador ou de procura de jogadores.

A partir de 31 de janeiro de 2020, às 23:59 (hora de Lisboa), os servidores da SingStore serão encerrados. Todas as funcionalidades online, funcionalidades de rede e transferências de música digital serão imediatamente desativadas. Poderás continuar a jogar e a desfrutar destes jogos no modo offline.

A seguinte funcionalidade continuará disponível no modo offline:

  • Reproduzir músicas em discos físicos
  • Reproduzir músicas digitais que tenham sido adquiridas anteriormente e transferidas para o disco rígido
  • Os utilizadores da PS4 também poderão transferir novamente as músicas previamente transferidas e eliminadas. Nota que isto não é possível para utilizadores da PS3/PS2, onde não será possível voltar a transferir uma música que tenha sido transferida e eliminada
  • Modo Play Party
  • Monitorizar e registar as pontuações offline
  • Tirar e guardar vídeos e instantâneos no disco rígido da PlayStation
  • Criar listas de reprodução de músicas

A partir de 31 de janeiro de 2020, as funcionalidades online serão afetadas das seguintes formas:

  • Não será possível comprar ou transferir músicas novas
  • Não será possível ver, carregar ou interagir com qualquer conteúdo online gerado por utilizadores (UGC)
  • Não será possível partilhar multimédia gravado no final de um espetáculo em qualquer uma das plataformas de partilha pública disponíveis (por exemplo, Facebook, Twitter, PSN ou comunidade SingStar)
  • Não será possível ver e registar as pontuações online
  • Não será possível completar desafios online

Não será possível desbloquear os seguintes Troféus:

  • Channel surfer
  • Concert debut
  • Stars in my eyes
  • SingStar™

PS4/PlayStation VR – DRIVECLUB, DRIVECLUB VR e DRIVECLUB Bikes

Os servidores online para o DRIVECLUB, DRIVECLUB VR e DRIVECLUB Bikes serão desligados às 23:59 (hora de Lisboa) de 31 de março de 2020. Todas as funcionalidades online (incluindo os modos de multijogador online) deixarão de estar disponíveis a partir dessa data. Poderás continuar a jogar e a desfrutar destes jogos nos modos offline para um jogador. No entanto, os jogos incluem quantidades significativas de jogabilidade online, pelo que, a partir de 31 de março de 2020, a funcionalidade será afetada das seguintes formas:

  • Utilizar o teu passe de temporada online.
  • Representar o teu Clube online em eventos multijogador ou tours.
  • Jogar online no modo multijogador e competir em desafios.
  • Criar os teus próprios eventos.
  • Competir em tabelas de classificação ou partilhar estatísticas e progresso de jogador.

  • Utilizar o teu passe de temporada em todos os modos offline e para um jogador.
  • Continuar a jogar o título completo (DC, DC VR e DC Bikes) e a desfrutar das funcionalidades de DLC para um jogador no modo offline.
  • Ganhar troféus no modo para um jogador/offline.

A PlayStation deixará de vender o DRIVECLUB, DRIVECLUB VR, DRIVECLUB Bikes e todos os DLC e passes de temporada relacionados com estes jogos a partir das 23:59 (hora de Lisboa) de 31 de agosto de 2019.

O multijogador e todas as funcionalidades online do StarBlood Arena serão terminados e deixarão de estar disponíveis a partir de 25 de julho de 2019. Uma vez que precisas de estar online para jogar este título, este jogo deixará de estar disponível a partir da mesma data.

O modo de multijogador e todas as funcionalidades online deste produto serão terminados e deixarão de estar disponíveis a partir de 25 de março de 2019. Uma vez que precisas de estar online para jogares este título, este deixará de estar disponível a partir da mesma data.

A 16 de dezembro de 2018 às 00:01 (hora de Lisboa), serão encerrados os quebra-cabeças online do InFAMOUS Paper Trail. As missões do InFAMOUS Paper Trail da PlayStation 4 continuam a funcionar no InFAMOUS Second Son, pelo que continuará a ser possível completar a história de Celia.

Os servidores online do Warhawk serão desligados às 07:00 (hora de Lisboa) de 31 de janeiro de 2019. Como o Warhawk é um título jogado exclusivamente online, este encerramento significa que o jogo deixará de estar disponível exceto se o teu sistema PS3 estiver definido para o modo LAN, uma vez que o jogo só funcionará em rede local.

As funcionalidades online do Sound Shapes deixam de estar disponíveis a partir das 07:00 (hora de Lisboa) de 31 de janeiro de 2019. O funcionamento será afetado das seguintes formas:

  • Serás capaz de jogar a campanha e todos os DLC adquiridos, assim como criar os teus próprios níveis.
  • Não poderás partilhar os teus níveis com a comunidade ou transferir níveis criados pela comunidade.

As funcionalidades online do Twisted Metal deixam de estar disponíveis a partir das 07:00 (hora de Lisboa) de 31 de janeiro de 2019. O funcionamento será afetado das seguintes formas:

  • Podes jogar a campanha offline assim como no modo de multijogador local com o ecrã dividido.
  • Não poderás criar nem participar num jogo online.

PS3, PS Vita – PlayStation All-Stars: Battle Royale

As funcionalidades online do PlayStation All-Stars: Battle Royale deixam de estar disponíveis a partir das 07:00 (hora de Lisboa) de 31 de janeiro de 2019. O funcionamento será afetado das seguintes formas:

  • Podes jogar a campanha offline assim como no modo de multijogador local com o ecrã partilhado.
  • Não poderás criar nem participar num jogo online.

O multijogador e todas as funcionalidades online deste produto serão terminados e não será possível jogar este título a partir de 10 de outubro de 2018.

PS3, PlayStation Vita – The Last of Us, The Last of Us: Left Behind, Uncharted 2: Among Thieves, Uncharted 3: Drake’s Deception, Uncharted: Fight for Fortune

Os servidores de multijogador para as versões da PlayStation 3 do The Last of Us, The Last of Us: Left Behind, Uncharted 2: Among Thieves e Uncharted 3: Drake's Deception e do Uncharted: Fight for Fortune da PlayStation Vita serão encerrados a 4 de setembro de 2019 [01:00 hora de Lisboa]. Até essa data, todos os serviços para vários jogadores relativos a estes títulos, incluindo o sistema de procura de jogadores e as tabelas de classificação, permanecerão ativos.

Além disso, todos os DLC de multijogador pagos para os títulos da PS3 estarão disponíveis gratuitamente na PlayStation Store até 4 de setembro de 2019.

Nota: os servidores de multijogador e o suporte para títulos da Naughty Dog para a PlayStation 4, incluindo Uncharted 4: O Fim de um Ladrão, Uncharted: O Legado Perdido, The Last of Us: Remastered e The Last of Us: Left Behind (Jogo independente) não serão afetados pelo encerramento do servidor da PS3. O Uncharted: Golden Abyss da PlayStation Vita também não será afetado.

Drawn to Death
Sound Shapes
CounterSpy
Gran Turismo 6
Gravity Rush 2
EyePet
EyePet Move Edition
EyePet & Amigos
Kill Strain
Killzone 2
Killzone 3
Knack’s Quest (aplicação iOS/Android com ligação ao jogo Knack)
MLB 14 The Show
MLB 15 The Show
The Tomorrow Children
WipEout HD
WipEout HD Fury
WipEout 2048

Uncharted: Fight for Fortune
Sound Shapes
PlayStation All-Stars: Battle Royale
BigFest
CounterSpy
Destiny of Spirits
Fat Princess: Piece of Cake
Gravity Crash
Hustle Kings
MLB 12 The Show
MLB 14 The Show
Modnation Racers: Road Trip
PlayStation Vita Pets
Resistance Retribution
Smart As
[email protected]

Warhawk
Sound Shapes
Twisted Metal
PlayStation All-Stars: Battle Royale
Buzz!: Quiz-TV
Buzz!: Quiz-World
Buzz!: Quem é o Génio
Buzz!: O Grande Desafio Musical
Calling All Cars
CounterSpy
DanceStar Party
DanceStar Party Hits
The Eye of Judgment
Everybody's Golf
FORMULA ONE CHAMPIONSHIP EDITION
Gran Turismo 5
Gran Turismo 5 Prologue
Gravity Crash
High Velocity Bowling
Hustle Kings
LittleBigPlanet Karting
The Lord of The Rings: Conquest
MAG
Medieval Moves: Deadmund's Quest
MLB 13 The Show
MLB14 The Show
ModNation Racers
MotorStorm
MotorStorm Apocalypse
MotorStorm Pacific Rift
PAIN
Race Driver: GRID
Resistance: Fall of Man
Resistance 2
Resistance 3
SOCOM: Special Forces
SOCOM: Confrontation
Sports Champions
Sports Champions 2
White Knight Chronicles
White Knight Chronicles II

Amplitude
Destruction Derby Arenas
Everybody's Golf
EyeToy Chat
F1 '04
Formula One 05
Hardware: Online Arena
Jak X
Killzone
Lemmings PS2
My Street
Ratchet & Clank 3
Ratchet: Gladiator
SOCOM: U.S. NAVY SEALs
SOCOM: U.S. Navy SEALs Combined Assault
SOCOM II: U.S. Navy SEALs
SOCOM 3: US Navy SEALs
Syphon Filter Omega Strain
This is Football 2004
This is Football 2005
Twisted Metal: Black Online
WRC 4 - The Official Game of the FIA World Rally Championship
WRC: Rally Evolved

Everybody's Golf 2
THE EYE OF JUDGMENT LEGENDS
Lemmings
LittleBigPlanet
Killzone Liberation
ModNation Racers
MotorStorm Arctic Edge
Ratchet & Clank: Size Matters
SOCOM: Fireteam Bravo 3
SOCOM: U.S. NAVY SEALs Fireteam Bravo
SOCOM: U.S. NAVY SEALs Fireteam Bravo 2
SOCOM: U.S. Navy SEALs Tactical Strike
Super Stardust Portable
Syphon Filter: Combat Ops
Syphon Filter: Dark Mirror
Syphon Filter: Logan's Shadow
Tekken Dark Resurrection
Twisted Metal: Head-on
White Knight Chronicles: Origins
WipEout Pulse
World Tour Soccer 2

InFAMOUS Paper Trail –
www.mybuzzquiz

Ainda é possível jogar os títulos acima em modo offline, com exceção de EyeToy Chat, Twisted Metal: Black Online, Syphon Filter: Combat Ops, MAG e SOCOM: Confrontation, uma vez que não incluem modos offline.

Gostaríamos de agradecer a todos os que participaram nestas comunidades online PlayStation. Esperamos que tenham gostado.

Dezenas de perfis no Facebook transmitem a cada rodada as principais partidas de futebol de forma totalmente pirateada e gratuita. São páginas que, fazendo uso da funcionalidade de compartilhamento de vídeos em streaming na rede social, driblam os direitos e oferecem a exibição pelo Facebook Live (ao vivo). Por meio de uma rede de links com outros perfis que desaparecem assim que o jogo acaba, essas transmissões piratas chegam a atrair centenas de milhares de espectadores e registram milhões de reproduções. São jogos do Campeonato Espanhol, da Champions League e também alguns de outros torneios, como os campeonatos Inglês e Mexicano. Já não é preciso procurar por links em sites piratas. Basta curtir a página certa.

No último dia 3 de dezembro, houve um Barcelona x Real Madrid. Do ponto de vista técnico, o jogo em si já era uma novidade, pois foi transmitido com qualidade 4K, com o uso de câmaras Super Zoom e em 360 graus. Calcula-se que tenha atingido uma audiência de mais de 600 milhões de pessoas de 185 países. O canal ESPN Brasil, que faz as transmissões de jogos no Brasil, liderou a audiência aquele final de semana com esse jogo. Na Espanha, o canal de TV BeIN Sports registrou para essa partida um total de 2,2 milhões de telespectadores. Esses números não consideram os milhões que acompanharam o evento por meio das transmissões piratas do Facebook. Uma delas, da página Capitanes del Fútbol, chegou a registrar 700.000 pessoas conectadas ao mesmo tempo, e, no intervalo, já tinha sido vista 4,4 milhões de vezes.

O modus operandi foi pensado à perfeição para driblar as normas do Facebook. Há várias páginas que alimentam uma comunidade de centenas de milhares de seguidores, como Capitanes del Fútbol, Planeta Fútbol e Fútbol Directo Honduras, entre muitas outras. Elas publicam fotos, memes e GIFs de futebol. Numa estratégia que faz com que seus perfis não sejam bloqueados, elas não transmitem diretamente os jogos pirateados, limitando-se a anunciar as publicações de outras páginas e a compartilhá-las.

Às vezes, criam uma rede de perfis intermediários que vão redirecionando para outros que são os que realmente recebem e retransmitem o sinal. Essas outras páginas são efêmeras, existindo pelo tempo de duração do jogo e fechando logo em seguida. Quando o evento acaba, tudo o que poderia ser suspeito –links, comentários, anúncios de horários— desaparece. E as páginas principais voltam a parecer perfis normais voltados para os assuntos do futebol.

Mais informações

Este conjunto de páginas está focado no público de língua espanhola, especialmente o latino-americano. Na maioria das vezes, o sinal que eles chupam e retransmitem é do canal BeIN Sport Ñ, que pode ser assinado nos Estados Unidos. Embora não se consiga demonstrar formalmente que eles integram a mesma rede, é fácil verificar que tanto as páginas principais quanto as temporárias compartilham nomes muito parecidos, com pequenas alterações: Capis TV, Capitanes TV2, El tío Capi, Rincón Futbolero etc. O EL PAÍS tentou entrar em contato com eles, mas não obteve resposta.

Um representante do Campeonato Espanhol nos disse que é muito difícil controlar essas transmissões porque as contas abrem e fecham e existem muitos usuários que se dispõem a aproveitar essa funcionalidade do Facebook para piratear as partidas.

“Temos acordos com as plataformas das redes sociais para rastrear conteúdos ilegais”, afirma o porta-voz. “Com o Twitter, por exemplo, elas são eliminadas imediatamente quando as detectamos. No caso do Facebook, além disso, eles contam com a sua própria ferramenta, o que torna mais rápida a operação de fazer esses vídeos desaparecerem. Mas quando se fecha um, outro aparece.” O Facebook limitou-se a nos enviar as suas normas gerais de publicação, em que a rede social se compromete a “ajudar as pessoas e organizações a protegerem os seus direitos de propriedade intelectual”.

Computador, conexão e pouca coisa mais

O Facebook estreou no final de 2015 seu serviço de vídeo em streaming. Ao longo de 2016, promoveu os conteúdos do Facebook Live, dando-lhes prioridade sobre outros – como artigos – no algoritmo que decide o seus usuários veem.

Tecnicamente, qualquer celular com conexão à Internet é capaz de emitir um vídeo ao vivo. Uma retransmissão chupada como no caso desses jogos não é muito mais complicada. Basta que alguém tenha contratado a transmissão – o que nos EUA é possível fazer pelas principais operadoras de telefonia ou diretamente para assistir em dispositivos móveis como o computador. Também são necessários programas gratuitos de retransmissão de vídeo, como o OBS. O programa de transmissão de vídeo se sincroniza com o Facebook através de uma senha que a rede social fornece para cada vídeo ao vivo. O resultado é que ele é transmitido na mesma forma como seria visto na tela de um computador, e com a mesma qualidade. Nada de celulares gravando diretamente de uma tela.

O Facebook enfrenta algumas polêmicas desde que lançou seu serviço de emissão de vídeo ao vivo. O fato de qualquer usuário poder transmitir do seu celular, sem um moderador, propiciou episódios como a exibição ao vivo da morte de um cidadão negro, Philando Castile, nos Estados Unidos pelas mãos de policiais, ou uma surra num jovem de Chicago.

A principal novidade desta nova geração de pirataria é que o consumidor é quase passivo. Não se trata de navegar por páginas ilegais e experimentar links em que voz e imagem estão fora de sincronia. Teoricamente, quem segue essas páginas está apenas participando de uma comunidade de gente que gosta de futebol. Aliás, às vezes nem é preciso segui-las: basta que algum dos seus contatos curta ou compartilhe o jogo para que isso apareça na sua timeline, sem nem precisar procurar. A ideia de estar ativamente cometendo uma ilegalidade se enfraquece.

“Em princípio, a interpretação é que os usuários que assistem a esse conteúdo não cometem o delito, porque a conduta não se encaixa no ânimo de lucro exigido pelo artigo 270 [do Código Penal espanhol, relativo à Propriedade Intelectual]. Outra coisa são os que chupam o sinal para que outros o assistam, mas se tampouco o fazem por dinheiro não haveria delito, ao faltar o ânimo de lucro”, explica David Maeztu, advogado especializado em direito da Internet e propriedade intelectual do escritório Abanlex, de Madri.

Alguns desses perfis compartilham, além de fotos e GIFs, notícias de um único site, o 90 Min, que publica artigos esportivos em 10 idiomas. Essa empresa nos confirmou que colabora com algumas destas páginas do Facebook “na distribuição de conteúdos com base num modelo de revenue share [partilha de faturamento]” e insistiu em se desvincular das transmissões esportivas. A prática, muito difundida, faz com que esses perfis sejam remunerados pela publicidade dos links que compartilham. Portanto, embora não gerem lucros diretos com a transmissão dos jogos, esta serve para atrair mais público às suas contas e para que mais gente clique nos links das notícias compartilhadas. “Embora esses perfis do Facebook não ganhem dinheiro diretamente com as transmissões, se ficar estabelecido que há, sim, ânimo de lucro de maneira indireta, a lei contempla isso como delito”, diz Maeztu.

'Atletiba' não ocorre por impasse com a Rede Globo

No último domingo, pelo Campeonato Paranaense, Atlético-PR e Coritiba se enfrentariam na Arena da Baixada. O jogo, porém, não ocorreu devido aos direitos de imagem. Sem acordo com a Rede Globo, que transmitiria o jogo, a dupla da capital ousou ao decidir transmitir a partida através de seus canais no Youtube.

A exemplo do Barcelona x Real Madrid de dezembro de 2016, o "Atletiba", como é conhecido o confronto, também foi um marco, mesmo sem ter acontecido: foi a primeira vez em que equipes brasileiras tentaram realizar transmissões por conta própria.

Com os torcedores presentes no estádio, o clássico, que teria início às 17h (de Brasília), foi cancelado pela Federação Paranaense de Futebol, que afirmou que o contrato com a Globo veta essa possibilidade. A entidade pedia que o jogo ocorresse sem transmissões, mas os dois clubes não recuaram e, assim, o jogo não aconteceu.



Publicar comentário
Procurar


Para você
Artigos sobre o tema Blog
06-04-2021
Onde ver futebol online
Onde ver futebol online

Uma confusão e Kodi como possível solução...

23-04-2021
Betclic TV: Live Stream de Jogos de Futebol Sempre Grátis
Betclic TV: Live Stream de Jogos de Futebol Sempre Grátis

Com a Betclic pode assistir jogos em direto enquanto aposta, de forma completamente grátis...

08-03-2021
Comparativo da Indústria de Fundos Imobiliários: 2019 x 2020
Comparativo da Indústria de Fundos Imobiliários: 2019 x 2020

Confira o comparativo de emissões de Fundos Imobiliários...