X 22bet

Tabela black jack

Live Sport Interactive LLC

 Live Sport Interactive LLC

Capturas de ecrã

Capturas de ecrã

Descrição

A Live Soccer TV app é a plataforma de iOS para o LiveSoccerTV – um site de futebol que tem um guia de TV resultante de uma investigação meticulosa, o site também compila listas com as transmissões, os direitos televisivos, jogos marcados, resultados ao vivo e notícias de futebol desde 2004.

A app disponibiliza todos os dados e informações essenciais sobre futebol que necessita para saber quando, e como ver as suas equipas, ligas e competições favoritas, independentemente de onde esteja no mundo.
Utilize o calendário compreensivo da Live Soccer TV com os últimos jogos marcados de ligas e outras competições para que possa gerir o que quer ver e continuar informado. Além de listar todas as transmissões legais e oficiais, também podes ver todos os resultados dos jogos ao vivo, equipas titulares, estatísticas e eventos dos jogos, e ainda, comentários em texto ao vivo. Mantenha-se atualizado com notícias de futebol a nível global e sobre os tópicos mais falados nas notícias.
Para ajudar-te a ver futebol ao vivo, a Live Soccer TV apresenta-lhe todas as listas de transmissão em todas as plataformas: TV, streaming ao vivo, OTT, rádio, sob demanda, repetições na TV, e toda outra programação relevante. Também se pode informar mais aprofundadamente sobre os canais, transmissores ou serviços de OTT disponíveis na sua região ao aceder à informação sobre os canais. Ao clicar em cada canal de futebol, poderá consultar informações adicionais sobre os mesmos, tal como informações sobre a qualidade da transmissão e os respetivos provedores do canal.

Utilize a aplicação para adicionar as listas de transmissão tal como os horários dos jogos das suas equipas favoritas ao seu calendário para que receba lembretes atempados. Ou obtenha lembretes sobre o início dos jogos de 24 horas até 30 minutos antes do jogo, tal como notificações visuais e audíveis para os teus jogos favoritos quando eles começarem.

Por favor tenha em atenção: A Live Soccer TV app NÃO apresenta qualquer streaming ao vivo na aplicação ou qualquer outra promoção de transmissões ao vivo ou repetições por emissores não oficiais, streaming ilegal ou download de jogos. Todos os links na Live Soccer TV encaminham-no apenas para os detentores oficiais dos direitos televisivos, os canais de televisão e outras emissores legais. Também disponibilizamos listas e links de emissores terceiros que adquiriram os direitos televisivos através de acordos de sublicenciamento, de acordo com a disponibilidade de tais transmissões.

Aqui está uma lista das funcionalidades da Live Soccer TV app:

- Listas oficiais de transmissão em TV, rádio, online e sob demanda para quase todas as ligas de futebol, taças e outras competições que estão a ser transmitidas.
- Links para streams de áudio ou vídeo legais das melhores competições por região.
- Jogos marcados, resultados, estatísticas dos jogos, e equipas titulares.
- Classificações das ligas e competições.
- Tabelas com os dados sobre os golos marcados e as assistências efetuadas pelos jogadores.
- Notificações para o início dos jogos e lembretes.
- Adicionar eventos dos jogos e detalhes da transmissão ao teu calendário.
- Listas com as transmissões de jogos locais ao vivo, repetições, jogos sob demanda por data, canal, equipa ou competição.

- Controlo do display do resultado ao vivo. Suspenda os resultados por 12 horas, 1, 2, 7-dias, ou para sempre.
- Notificações para o começo das partidas 30 minutos, ou 1/3/24 horas antes do jogo.
- Os idiomas suportados incluem Inglês (EUA e UK), Holandês, Alemão, Indonésio, Irlandês, Italiano, Português (PT e BR), Russo, Espanhol, Tailandês e Turco.
- Comentários em texto de jogos ao vivo em Inglês.
- Antevisão de jogos de futebol e relatórios, editoriais, notícias de futebol diariamente, e os tópicos mais falados.
- Os direitos televisivos locais listados por competição e canal.
- Personalizar a ordem pela qual as ligas e competições de futebol.

Quebrando a banca – os golpes mais inacreditáveis do mundo

Quebrando a banca – os golpes mais inacreditáveis do mundo

Trapacear em jogos de azar é tão antigo quanto os próprios jogos de azar: desde que surgiram os primeiros cassinos, há histórias de pessoas tentando levar vantagem sobre eles. Mas, com a explosão da indústria do jogo, que só nos EUA arrecada US$ 34 bilhões por ano, as apostas também aumentaram. Roubar no jogo, que antes era só questão de esperteza, virou uma verdadeira ciência – com direito a conceitos da física, equipamentos de última geração e teorias matemáticas complexas. São idéias incríveis, mas o mais incrível mesmo é o fato de elas funcionarem de verdade.

A onda de usar a ciência para roubar nos cassinos começou em 1961, quando um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), o matemático Edward Thorp, resolveu se debruçar em um dos jogos de cartas mais simples que existem: o blackjack, que no Brasil se chama vinte-e-um. Os apostadores jogam contra o cassino, e quem tiver a soma mais próxima de 21 ganha. A cada rodada, os jogadores mostram suas cartas. Se você memorizar as cartas que já saíram do baralho, pode deduzir quais ainda estão por vir nas próximas rodadas. Fanático por jogos de azar, Thorp viu nisso uma oportunidade de decodificar a lógica do blackjack. Ele criou um sistema de probabilidades, que testou num supercomputador da IBM e também na prática, visitando mais de 80 cassinos na região de Las Vegas. Toda essa jogatina levou a uma descoberta crucial: quanto mais cartas altas restam no baralho de blackjack, maior é a chance de o apostador ganhar. Levando isso em conta e apostando na hora certa, seria possível levar uma vantagem de até 3,29% sobre o cassino (que, normalmente, leva aproximadamente 1% de vantagem na mesa de blackjack). Thorp escreveu um livro sobre o assunto, que se tornou um best seller e deu origem a uma verdadeira legião de seguidores – que ficaram conhecidos como “contadores de cartas” ou “matemáticos do blackjack”.

Mas havia um problema. O jogador precisava ficar muito tempo fazendo apostas baixas, esperando o momento certo para colocar bastante dinheiro na mesa. Essa oscilação logo despertou a atenção dos cassinos, que aprenderam a identificar os contadores de cartas. Eles não estavam cometendo nenhum crime. Mas, como ganhavam mais dinheiro que os jogadores comuns, irritaram os cassinos – que, em Las Vegas, podem expulsar os apostadores considerados “inconvenientes”. Por causa dessa repressão, a contagem de cartas saiu de moda. Até que, nos anos 90, um grupo de alunos de matemática do MIT ficou rico com uma nova versão do golpe. Agindo em grupo e usando teorias matemáticas ainda mais sofisticadas, eles criaram um sistema de jogo que permitia levar até 40% de vantagem sobre os cassinos. Um banho.

A história virou livro e filme – Quebrando a Banca, que se baseia nos relatos feitos por um dos integrantes do grupo. Na vida real, ele se chama Jeffrey Ma e teria faturado US$ 5 milhões nas mesas de blackjack. Nada mal para um jovem de 25 anos, que tinha acabado de entrar na faculdade. Para despistar os cassinos, Jeffrey e seus amigos orquestraram uma divisão de tarefas. Eles entravam no cassino disfarçados e separados, como se não se conhecessem. O primeiro integrante do esquema se dirigia à mesa e começava a jogar, apostando baixo e memorizando a seqüência de cartas que apareciam na mesa. Quando o momento era propício para apostar, ele fazia um gesto banal, como coçar a orelha. Era o sinal para chamar um comparsa, cuja função era apostar alto para ganhar o máximo em cima do cassino. Os alunos do MIT também refinaram a matemática envolvida. Como o jogo é rápido, os dealers (funcionários do cassino) nem sempre embaralham as cartas muito bem, o que torna possível fazer estimativas sobre a posição delas dentro do baralho – e também prever o momento em que um ás, melhor carta do blackjack, vai aparecer na mesa. Hoje existe um computador portátil, de US$ 2 600, que faz todas as contas necessárias ao golpe (veja no infográfico). Mas, na época, era tudo calculado de cabeça.

E que cabeça… A turma conseguia lucrar até US$ 400 mil a cada fim de semana, o que acabou despertando a atenção dos cassinos. Após uma lucrativa tarde de apostas na cidadezinha de Shreveport, em Louisiana, Jeffrey viu um grupo de seguranças ao redor de uma máquina de fax. Passou por perto e viu sair várias fotos – entre elas, a sua. Só deu tempo de avisar os comparsas e sair correndo, com os seguranças no encalço. “Chegou um momento em que não podíamos mais sentar numa mesa de blackjack sem que um segurança aparecesse atrás de nós”, diz, no livro que conta sua história. Jeffrey conseguiu se afastar dos cassinos, mas não dos jogos: seu atual negócio é um site de apostas sobre esportes.

Os gênios do MIT não foram os únicos a aplicar estratégias científicas para tentar levar vantagem no jogo. Em alguns casos, as técnicas são tão engenhosas que nem podem ser consideradas trapaça. Como no caso de Dominic LoRiggio, que viria a ser conhecido pelo apelido de Dominador.

Dono de uma pequena empresa de softwares, LoRiggio freqüentava cassinos de Atlantic City nos fins de semana para jogar blackjack. Mas, um dia, a mesa de dados chamou sua atenção. Ele percebeu que algumas pessoas não jogavam os dados a esmo; faziam algo com eles antes de atirá-los. LoRiggio ficou curioso, e descobriu que um engenheiro chamado Chris Paulicky havia estudado a física da coisa. E que o tal engenheiro dava aulas ensinando sua técnica. LoRiggio resolveu pagar US$ 500 para assistir ao curso, e se surpreendeu ao descobrir que a coisa funcionava. Depois de alguns meses de treinamento, ele conseguiu aumentar suas chances de vitória a ponto de reverter a vantagem do cassino no jogo de dados. “Ser o Dominador virou uma paixão para mim. E me fez rico. Comprei propriedades e vivo em alto estilo”, diz ele. Essa fama fez o Dominador ser banido da maioria dos cassinos americanos – exceto algumas casas em Las Vegas, onde ainda consegue jogar. “Semana passada, ganhei US$ 50 mil em uma hora”, diz LoRiggio, que explica por que os dados são a melhor maneira de ganhar dinheiro num cassino. “Os dados, e portanto o jogo, estão inteiramente na sua mão. Não é como no vinte-e-um, em que você pode ter uma vantagem matemática, mas ainda depende das cartas.” Nos últimos anos, LoRiggio também entrou no mercado “educativo”. Escreve livros, ministra cursos e vende um dvd duplo – por US$ 300 – sobre sua técnica. Tudo em sociedade com Frank Scoblete, outro jogador com vasta experiência nos dados. “Como em qualquer esporte, controlar os dados é uma combinação de técnica e disciplina mental. Qualquer pessoa pode ficar boa o suficiente”, diz. Tudo consiste em posicionar os dados antes de jogá-los e fazer o arremesso num ângulo definido (veja no infográfico). Para dificultar o truque, os cassinos criaram uma regra: o arremesso sé vale se os dados quicarem na lateral da mesa. Mas Scoblete diz que a técnica funciona mesmo assim, e debocha dos céticos: “Os cassinos precisam continuar tomando o dinheiro dessas pessoas”.

Pode parecer difícil de acreditar, mas não faltam exemplos que comprovam a eficácia da física newtoniana nos cassinos. Inclusive num dos jogos mais imprevisíveis: a roleta. Lembra-se daquelas equações que você aprendeu na escola, que usam a posição, a velocidade e a aceleração de um corpo para calcular onde ele vai estar daqui a um determinado tempo? Pois é. Aplicando uma versão um pouco mais complexa dessa fórmula à roleta, é possível estimar em que número a bolinha vai parar. Ou melhor: existe um computador portátil, que custa cerca de R$ 32 mil, que se encarrega da tarefa (veja no infográfico). Em 2003, uma mulher da Hungria e dois comparsas da Sérvia foram pegos no Cassino do Hotel Ritz, em Londres, usando um computador desse tipo. O equipamento deles era ainda mais sofisticado, pois usava um laser acoplado a um celular para escanear a bola e a roleta e medir a velocidade de ambos com ainda mais precisão. Só na primeira noite, o trio ganhou 100 mil libras (cerca de R$ 320 mil). Na segunda noite, mais confiantes, eles simplesmente arrebentaram – embolsaram nada menos do 1,2 milhão de libras (R$ 3,8 milhões). O grupo só foi pego por causa do ponto fraco de muitos dos ladrões de cassino: a ambição. Eles ganharam tanto, em tão pouco tempo, que os seguranças desconfiaram. Bastou uma revista para encontrarem computador, celular e fones de ouvido escondidos com os trapaceiros. Até no pôquer, que é um jogo extremamente complexo (tem mais de 2,5 milhões de combinações possíveis de cartas e o blefe, um elemento impossível de calcular), os golpistas high tech já descobriram um jeito de levar vantagem. A tática é banal, marcar as cartas. Mas com alta tecnologia. Enquanto os velhos trapaceiros usavam unhas e anéis, hoje em dia a moda é a tinta invisível, que só pode ser vista usando óculos, lentes de contato ou câmeras de vídeo especiais. O kit básico, que inclui tinta suficiente para marcar 40 baralhos e um par de óculos especiais, sai por US$ 300. Um dos sites que oferecem esse produto pertence a Jeff Spiller, ex-contador de cartas de blackjack e bacharel em ciência da computação. Ele diz que a tinta só deve ser usada para “entretenimento”. “Eu não recomendo usar cartas marcadas num cassino. É ilegal, e eles costumam ter uma segurança muito eficiente”, diz Spiller. Segundo ele, os cassinos estão entre os principais compradores de tinta invisível e outros equipamentos de trapaça. “Eles querem saber o que as pessoas vão usar para tentar enganá-los.”

Na era da informática, nem os caça-níqueis estão a salvo. Kevin Mitnick, maior hacker de todos os tempos, conta um caso impressionante em seu livro A Arte de Invadir. Quatro mestres em computação arranjaram uma cópia do software usado nas máquinas de caça-níqueis e descobriram uma brecha: era possível prever em que momentos a máquina daria os prêmios mais altos. Batata: lá se foram os 4, munidos dessa informação e de um cronômetro, fazer um verdadeiro rapa em Las Vegas. O esquema durou 4 anos, e rendeu US$ 1,6 milhão. Até que um dos hackers foi pego pelos seguranças de um cassino. Como não estava fazendo nada ilegal, ele não foi preso. Mas o susto foi suficiente para acabar com a brincadeira.

É claro que os cassinos não ficam parados. Muito antes que os circuitos internos de vigilância se tornassem um equipamento comum em empresas e condomínios, a indústria do jogo já tinha as suas – em Las Vegas, cada cassino tem em média 2 mil câmeras, num sistema que é conhecido como eyes in the sky (“olhos no céu”, em inglês, numa referência à localização das câmeras, que geralmente ficam camufladas no teto do cassino). Mas é muito difícil ficar atento a tudo – nos maiores cassinos, chegam a passar mais de 10 mil pessoas por dia. Por isso, as câmeras são conectadas a um sistema de computadores que faz reconhecimento facial. Quando uma mesa apresenta atividade suspeita, ou seja, tem algum jogador que está ganhando demais, basta dar um clique no computador para que ele enquadre o rosto daquela pessoa e verifique se ela está na lista negra dos trapaceiros, que é compartilhada por todos os cassinos. O sistema é capaz de reconhecer as pessoas mesmo que elas estejam usando disfarces.

A última inovação contra a fraude são os chips com a tecnologia RFID (sigla em inglês para Radio Frequency Identification). Alguns cassinos estão começando a instalar esses chips dentro das suas fichas – que são utilizadas como dinheiro nas mesas de jogo. Como eles transmitem sinais de radiofreqüência, tornam possível acompanhar toda a movimentação das fichas, e portanto saber tudo o que cada apostador fez dentro do cassino: em que mesas jogou, por quanto tempo, o que ganhou ou perdeu em cada mesa. Além de permitir um rastreamento muito mais preciso, a RFID inibe a ação dos golpistas, pois dificulta o uso de “laranjas” na hora de trocar as fichas por dinheiro (não adianta colocar outra pessoa para pegar o dinheiro, pois a grana fica associada a você).

Os trapaceiros não desistem, e apostam ainda mais alto: eles estão migrando para a internet, onde os jogos de azar já movimentam US$ 12 bilhões por ano. O golpista instala em seu computador um “bot”, que é um software capaz de jogar pôquer ou outros tipos de carteado. Aí, entra em algum cassino virtual e coloca o bot para apostar contra as pessoas que estão online. Como o computador consegue calcular todas as probabilidades do baralho, leva uma bela vantagem sobre os jogadores de carne e osso – que acabam depenados. Por enquanto, os softwares ainda são relativamente fracos e não conseguem vencer os jogadores mais experientes. Mas pode ser que isso aconteça, e em breve. “Há bons motivos para acreditar que, nos próximos dois anos, os bots dominem o pôquer online”, disse à revista inglesa Focus o cientista e jogador profissional Tom Sambrook. No século 21, os jogos de azar têm cada vez menos cara de jogo; e cada vez mais cheiro de azar.

Como se joga – O dealer distribui duas cartas para cada um dos jogadores e pega duas para si. Cada pessoa soma os números das cartas que tem nas mãos. Cada jogador pode pedir mais cartas, se quiser. Todo mundo mostra o que tem na mão: quem tiver uma soma mais próxima de 21 ganha.

Como levar vantagem – A idéia é memorizar os números que vão saindo do baralho. Com isso, é possível saber quais cartas ainda vão aparecer durante o jogo. O ideal é apostar quando houver muitas cartas altas – pois isso dá uma vantagem matemática ao apostador.

1. Contagem – Usando um minicomputador, o jogador registra a seqüência de cartas que vão sendo abertas na mesa. Ele digita, num miniteclado de 4 botões que fica escondido sob a sua roupa , um código para representar cada uma das cartas.

2. Estratégia – O computador mede a probabilidade de aparecerem cartas altas na próxima rodada. Quando a situação é favorável, ele avisa: “Aposte alto”. O jogador ouve essa mensagem por um fone de ouvido. E faz um gesto específico, como coçar a cabeça.

3. Aposta – É o sinal para que um comparsa se aproxime. Enquanto seu parceiro continua anotando as cartas da mesa, ele entra no jogo e aposta alto. Se o golpe for perfeitamente sincronizado, é possível conseguir até 40% de vantagem sobre o cassino.

Como se joga – O jogador aposta no número da roleta em que a bolinha vai parar. Também é possível apostar em características do número – como preto ou vermelho, par ou ímpar. Se ele errar a aposta, ou se a bolinha cair no número 0, o cassino embolsa o dinheiro.

Como levar vantagem – Usando conceitos básicos da física e um computador especial. A idéia é calcular as forças envolvidas para adivinhar onde a bolinha vai parar – e usar essa informação para fazer uma aposta certeira enquanto a roleta ainda está girando.

1. Preparação – O jogador tem um minicomputador escondido na manga que é capaz de calcular a trajetória da bolinha em relação à roleta – e, com isso, prever em que casa ela vai parar. É preciso fornecer dois dados à máquina: a velocidade da bola e da roleta.

2. Olho vivo – O jogador utiliza 3 referências: um ponto na mesa, uma casa da roleta (previamente programada no computador) e a bolinha em si. Cada vez que esses elementos se cruzam, ou a bolinha passa por algum deles, ele dá um clique no computador.

3. Aposta – O computador diz onde a bolinha vai parar. Um cúmplice ouve a mensagem por meio de um fone de ouvido e faz sua aposta. Para aumentar as chances, também aposta nas casas vizinhas à indicada pelo computador (35, por exemplo).

Como se joga – O jogador lança os dois dados. Se a soma deles der 7 ou 11, ganha. Se a soma for 2, 3 ou 12, perde. Saindo qualquer outro resultado, o jogador pode repetir a aposta – e ganha se conseguir duas vezes a mesma soma (6 e 6, por exemplo).

Como levar vantagem – Desenvolvendo uma técnica manual para arremessar os dados com alta precisão, o que aumenta a probabilidade de tirar os números necessários.

1. Planejamento – O jogador escolhe a posição dos dados , ou seja, os números que vão ficar para cima, conforme o resultado que deseja. Para conseguir um par de 5, por exemplo, o ideal é posicionar os dados com o número 6 virado para cima.

2. Pegada – O jogador pega os dados com a ponta dos dedos, sem alterar sua posição inicial (os números que estão para cima). Além de facilitar o lançamento dos dados, essa técnica evita que eles rolem dentro da mão do jogador, o que estragaria o arremesso.

3. Arremesso – O lançamento deve ser fraco e num ângulo de 45o. A idéia é fazer com que os dados percorram a mesa com o mínimo de velocidade. Isso minimiza a energia cinética e a rotação deles, aumentando a chance de que caiam na posição desejada.

Como se joga – Cada jogador recebe 5 cartas. As possíveis combinações entre elas formam um ranking. Ganha quem tiver a combinação mais valiosa. Ou fizer os outros jogadores acreditar que têm boas cartas (blefe), estimulando-os a saírem da rodada.

Como levar vantagem – Conhecendo as cartas dos outros. Sabendo o que eles têm na mão, é possível deduzir se você vai ganhar ou não. E tomar a decisão mais adequada para cada situação: aumentar a aposta ou desistir, minimizando os riscos e maximizando os lucros.

1. Marcação – O jogador leva uma tinta especial escondida em um potinho no bolso. Ele suja o dedo de tinta e marca o verso das cartas que recebe, com um padrão que permite reconhecê-las depois (um ás, por exemplo, é identificado por dois pontos).

2. Próxima rodada – Ao término de cada rodada, os apostadores devolvem suas cartas ao dealer. Ele embaralha tudo e as redistribui entre os jogadores. O trapaceiro aproveita para pintar mais cartas. Após algumas rodadas, boa parte do baralho já está marcado.

3. Olho mágico – A tinta usada para marcar as cartas é invisível. Mas o golpista usa uma lente de contato especial , que permite enxergar as marcações. Olhando o verso das cartas dos adversários , ele sabe o que cada um tem na mão. E leva vantagem.

Jogos de cassino: Blackjack

Para ter uma visão geral minuciosa, é importante olhar as regras do jogo e os possíveis fatores que afetam as odds. Antes de você começar a memorizar uma estratégia básica ou usar um sistema de contagem de cartas específico, é vital entender os mecanismos básicos do jogo. Feito isto, é hora de aprofundar-se em conceitos mais avançados.

Jogar Grátis – Blackjack

Regras Do Blackjack

São usados de um a oito baralhos no Blackjack. Ases valem 1 ou 11, figuras valem 10 e todas as outras cartas valem seu valor impresso. O objetivo do jogador é chegar mais perto do 21 do que o croupier sem exceder este total.

Os jogadores começam a fazer as suas apostas. Logo depois disso, o croupier começa a dar 2 cartas abertas a cada jogador começando pela sua esquerda. O croupier recebe duas cartas também, uma aberta e uma fechada (a "carta hole"). Na Europa e na Austrália, a segunda carta do croupier não pode ser aberta até que o jogo tenha terminado.

Se as duas primeiras cartas do jogador somarem 21, ele tem um blackjack verdadeiro e recebe um pagamento. Se o croupier também tem um blackjack, é considerado um empate (e o jogador pega a sua aposta de volta).

Após as cartas terem sido distribuídas e os blackjacks deliberados, cada jogador tem algumas opções. As opções são:

Opções Do Jogador

  • Tirar – O jogador recebe uma carta adicional.
  • Parar – O jogador não recebe outra carta.
  • Rendição – Se esta opção estiver disponível, o jogador poderá desistir daquela mão e pegar de volta metade de sua aposta inicial.
  • Duplicar a aposta – O jogador recebe uma carta adicional e pode aumentar a aposta para o dobro da quantia inicial.
  • Separar – Quando as duas primeiras cartas são do mesmo valor, o jogador tem a opção de dividí-las em duas mãos individuais. O jogador recebe uma carta adicional para cada carta inicial, e o jogador deve também fazer uma aposta para a mão extra. A partir daí as mãos são jogadas normalmente
  • Separar de novo – O jogador pode dividir as cartas mais de uma vez. Nem sempre isso é permitido, então verifique as regras da casa.
  • Seguro – O jogador poderá comprar um seguro se a carta do croupier for um ás. No caso do croupier ter um blackjack, a aposta de seguro do jogador (até metade de sua aposta inicial) paga 2:1. A maioria dos peritos aconselham que se despreze esta opção.

Quando todos os jogadores tiverem suas mãos completas, o croupier revela a sua carta hole e soma os totais. Os pagamentos são emitidos para aqueles que vencerem o total do croupier sem ultrapassar o 21. A casa fica com todas as apostas perdedoras.

Estratégia De Blackjack

Quando a maioria dos jogadores conversam sobre a estratégia de blackjack, o termo é sinônimo de estratégia básica. Constitui um método fixo de jogada que examina o total da mão atual do jogador, compara ela com a carta aberta do croupier, e em seguida, chega ao curso de ação prescrito.

Embora a Dona Sorte ainda possa voltar e trazer infortúnio para você, usar esta estratégia reduz normalmente a vantagem da casa até 0,5% maleável. Quando se considera o baixo custo inicial da maior parte das mãos de blackjack, vale a pena procurar esse jogo.

Como Ler Um Gráfico De Estratégia De Blackjack

Um gráfico de estratégia de blackjack exibe a partida ideal com base em sua mão e na carta aberta do croupier. Mas antes de começar a usar essa ferramenta prática, precisa aprender a lê-la corretamente. Por sorte, é apenas questão de entender algumas poucas abreviações, e é o que estaremos cobrindo a seguir.

Abreviações Do Blackjack

  • H (Hit) – Tirar
  • S (Stand) – Parar
  • SP (Split) – Separar
  • SU (Surrender) – Rendição (se essa não é uma opção no seu jogo, o jogador deve tirar mais uma carta)
  • Dh (Double) – Dobro (se essa não é uma opção, é aconselhável o jogador tirar mais uma carta)
  • Ds – Dobro (se não está disponível, é aconselhável o jogador parar)

Estratégia Simples De Blackjack

A seguir um exemplo de um gráfico de estratégia básica fácil de entender que funciona se o jogador pode dobrar após separar, e se estão sendo usados quatro, seis ou oito baralhos. A mão total do jogador é listada primeiro, seguida pelo curso de ação sugerido.

Estratégia Básica De Blackjack

  • 5 a 8 – Sempre tirar
  • 9 – Se o croupier tem de 3 a 6 dobre. Caso contrário, a melhor opção é tirar mais uma carta.
  • 10 – Dobrar se o croupier tiver de 2 a 9. Tire se o total do croupier for qualquer outro.
  • 11 – Dobrar se o croupier tiver de 2 a 10. Tire se o croupier exibir um ás.
  • 12 – Parar se o croupier tiver de 4 a 6. Caso contrário, o jogador deve tirar mais uma carta.
  • 13 a 16 – Tire outra se o croupier tiver de 2 a 6. No caso destes totais, o jogador deve parar.
  • 17 a 20 – Sempre parar
  • 2/2 ou 3/3 – Se o croupier tem de 2 a 7, então o jogador deve separar. Em qualquer outro caso, o jogador de tirar mais uma carta.
  • 4/4 – Separar se o croupier tem 5 ou 6. Caso contrário, tire mais uma carta.
  • 5/5 – Não separe um par de cinco em nenhuma circunstância. Dobre se o croupier tiver de 2 a 9. Tire se o croupier tiver ás ou 10.
  • 6/6 – Tire se o croupier tem de 2 a 6. No caso dessas cartas, o jogador deve separar.
  • 7/7 – Tire exceto se o croupier tem de 2 a 7, nesse caso o jogador deve separar.
  • 8/8 – Sempre separar. Não importa qual carta o croupier está mostrando.
  • 9/9 – É aconselhável o jogador separar caso o croupier tenha 2 a 6 ou 8 a 9. Parar se a carta aberta do croupier é um ás, 7 ou 10.
  • 10/10 – Sempre parar, independente do que o croupier mostrar.
  • A/A – Independente da carta do croupier, sempre separe um par de ases.
  • A/8 a A/10 – Pare quando tiver uma dessas mãos de duas cartas.
  • A/7 – Dobre se o croupier tem de 3 a 6. Pare se estiver mostrando 2, 7 ou 8. Se estiver exibindo um ás, 9 ou 10, escolha sempre tirar mais uma carta.
  • A/6 – Tire, exceto se o croupier tiver de 3 a 6. Se o croupier tem uma dessas cartas, a melhor jogada é dobrar.
  • A/5 e A/4 – Dobre se o croupier exibir de 4 a 6. Caso contrário, tire uma.
  • A/2 e A/3 – Tire, exceto se o croupier tiver de 5 ou 6. Nesses casos, vá adiante e dobre.

Quando tiver selecionado a estratégia básica que funciona para você, esforce-se em decorá-la. Sugiro que comece com fichas de memorização de dupla face (flashcards) já que elas funcionam com qualquer pessoa que esteja tentando memorizar pelo método de repetição. E quando já tiver memorizado, existem muitos programas gratuitos on-line que oferecem mãos de blackjack hipotéticas e depois avaliam a sua habilidade de tomar uma decisão.

Evite Sistemas De Apostas

Além de aprender a estratégia básica, alguns jogadores sentem vontade de investir tempo (e possivelmente dinheiro) em sistemas de apostas. Esses métodos prometem grandes vitórias, mas são inefetivos, apenas contrassenso supersticioso elaborado para pegar os desesperados e ambiciosos. Os sistemas tais como o Martingale estão fadados ao fracasso, e quem acredita no contrário está se fazendo de inocente.

Leva algum tempo para se aprender a estratégia de blackjack, mas é a melhor maneira de reduzir a vantagem da casa. Quanto mais se pratica, mais fácil deve ficar, e gravar isso na memória permite que tome decisões rápidas na mesa sem atrasar a jogada dos demais. Cartas de estratégia estão disponíveis em várias fontes on-line, então procure uma que disponha da sua versão favorita de blackjack e comece a estudar.

Odds De Blackjack

Embora as regras de blackjack sejam semelhantes na maioria dos cassinos, as odds podem mudar devido aos quesitos de pagamentos, número de baralhos usados e vários outros fatores. Antes de poder determinar as odds exatas de um jogo de blackjack, as seguintes regras precisam ser consideradas:

Regras A Considerar

  • Diante do 17 suave, o croupier tira ou para?
  • Quantos baralhos são usados? Geralmente varia de um a oito.
  • No caso de um blackjack do jogador, qual o pagamento oferecido pela casa? O mais comum é 6 para 5 ou 3 para 2.
  • Se o croupier consegue um blackjack, o jogador perde a sua aposta toda ou apenas a aposta inicial?
  • Qual o limite de separação repetida de um jogador?
  • Após separar as cartas, o jogador pode pedir para dobrar?
  • A opção Rendição é oferecida?
  • Se o jogador separa ases, ele pode escolher tirar mais depois?
  • Pode separar ases?
  • O jogador está usando uma estratégia básica ou apenas improvisando?

Quanto ao número de baralhos que afeta o jogo, segue abaixo uma discriminação de como a vantagem da casa aumenta com cada novo baralho adicionado. Se a casa usa menos baralhos, é esperado que ela use algumas regras para compensar isto.

Vantagem Da Casa Por Baralho Usado

  • Um Baralho – 0,17%
  • Dois Baralhos – 0,46%
  • Quatro Baralhos – 0,60%
  • Seis Baralhos – 0,64%
  • Oito Baralhos – 0,65%

Em um mundo perfeito, as regras usadas poderiam ser tão favoráveis que a casa daria ao jogador uma vantagem verdadeira. Antes de se entusiasmar, entretanto, tenha em mente que nenhum cassino no planeta oferecerá odds de blackjack a favor do cliente. Se fizessem isso, logo estariam fechando as portas.

Mesmo quando as piores regras possíveis são aplicadas, a vantagem da casa máxima geralmente fica a apenas um pouco acima de 2%. Enquanto esta porcentagem pode não ser boa o suficiente para dar vantagem aos jogadores, é ainda bem superior que as odds oferecidas pela maioria dos caça-níqueis.

Espero que essa visão geral do blackjack seja útil, especialmente no tocante ao entendimento das regras básicas e como as odds flutuam. O jogo de 21 pode ser muito divertido, mas é importante ter uma base sólida antes de procurar usar técnicas mais avançadas como a de contagem de cartas.

Contagem De Cartas No Blackjack

A contagem de cartas no blackjack não é tão simples quanto Hollywood faz parecer. Para dominar esta habilidade, um aspirante a contador de cartas deve jogar milhares de mãos e saber o seu sistema de cor e salteado. E mesmo se ele ou ela fizer a coisa certa, ainda há o risco de ser barrado do cassino ou sofrer uma terrível sequência de azar.

Este artigo discute o básico da contagem de cartas, bem como os métodos usados pelos cassinos para combater os jogadores com vantagens relevantes. Incluímos alguns sistemas de contagem de cartas populares, caso queira começar a praticar antes de sua viagem a Vegas.

Princípios Da Contagem De Cartas

O objetivo da contagem de cartas é acompanhar todas as cartas que foram jogadas, atribuir a elas valores numéricos e chegar a um total geral. Quando esse valor favorecer o jogador, maiores apostas devem ser feitas. Quando favorecer o croupier, entretanto, o jogador sabe que deve ser mais prudente.

A premissa geral é que as cartas baixas favorecem o croupier, considerando que as regras do blackjack comum exigem que o croupier tire mais uma carta se tiver menos de 16. Se receber cartas baixas, é mais provável chegar próximo ao 21 sem estourar.

Cartas altas, por sua vez, favorecem o jogador. Podem resultar no estouro do croupier, assim como no aumento das odds do blackjack do jogador. As cartas de valor dez (10) e as figuras também são favoráveis na decisão de dobrar a aposta, a aposta inicial pode aumentar até 100% na troca de uma carta adicional.

Equipes De Contagem De Cartas Notáveis

As equipes de contagem de cartas de blackjack enfrentam todos os tipos de perigo, desde policiais desconfiados a companheiros de equipe desonestos. Sua existência é sempre curta por estas razões, ainda que culpem sempre uma sequência fria nas mesas.

Mesmo assim, algumas equipes conseguiram ficar no jogo o bastante para ganhar milhões nos cassinos. Enquanto a maioria seja adepta do anonimato, os dois grupos listados a seguir tornaram-se lendários e usaram a sua fama para ganho financeiro fora dos cassinos.

A Equipe Da Igreja

Os contadores de cartas cristãos que estiveram em atividade de 2005 a 2011. A equipe atuava próximo de Seattle e foi fundada com um investimento de $1,2 milhões, conseguiu ganhar mais de $3 milhões dos cassinos. Para conhecer mais esta história, assista ao documentário chamado “Holy Rollers: The True Story of Card Counting Christians.”

Equipe De Blackjack Do Mit

Esta é a mais famosa equipe de contadores de cartas da história, e provavelmente a mais bem sucedida. Esporadicamente ativa desde 1979 até o começo do século XXI, a equipe ganhou milhões e premiou os investidores com retornos variando de 4% a 350%.

Os Anfíbios – Ramificação da equipe do MIT liderada por Semyon Dukach.

Os Répteis – Outra ramificação da equipe do MIT liderada por Mike Aponte.

Sistemas De Contagem De Cartas Populares

Existem dezenas de sistemas de contagem de cartas por aí, mas os próximos sete são os mais populares. Além das contagens de cartas, encontra-se incluso uma porcentagem para classificar a efetividade do sistema para predizer situações privilegiadas para apostas (expressas como % BC).

Sistemas De Contagem De Cartas

  • Hi-Lo – Adicionar +1 na contagem para cartas de dois a seis (2-6), 0 para cartas de sete a nove (7-9) e -1 para ases e cartas que valem dez (10). 97% BC.
  • K-O - +1 para as cartas de dois a sete (2-7); 0 para cartas oito e nove (8-9); -1 para ases e cartas de valor dez (10). 98% BC.
  • Metades – +0,5 para a carta dois (2), +1 para cartas três, quatro e seis (3, 4 e 6); +1,5 para a carta cinco (5); +0,5 para a carta sete (7); 0 para a carta oito (8); -0,5 para a carta nove (9); -1 para ases (A) e cartas de valor dez (10). 99% BC.
  • Omega II – +1 para as cartas dois, três e sete (2, 3 e 7); +2 para as cartas quatro, cinco e seis (4, 5 e 6); 0 para a carta oito (8) e o ás (A); -1 para a carta nove (9); -2 para as cartas de valor dez (10). 92% BC.
  • Zen – +1 para as cartas dois, três e sete (2, 3 e 7); +2 para as cartas quatro, cinco e seis (4, 5 e 6); 0 para a carta oito (8) e nove (9); -2 para as cartas de valor dez (10), -1 para o ás (A). 96% BC.
  • Hi-Opt I – 0 para as cartas dois, sete, oito, nove e ás (2, 7, 8, 9 e A); +1 para as cartas três, quatro, cinco e seis (3, 4, 5 e 6); -1 para as cartas de valor dez (10). 88% BC.
  • Hi-Opt II – +1 para as cartas dois, três, seis e sete (2, 3, 6 e 7), 0 para as cartas oito, nove e ás (8, 9 e A); +2 para as cartas quatro e cinco (4 e 5); -2 para as cartas de valor dez (10).

Tática Do Cassino

Os cassinos desenvolveram uma série de técnicas defensivas para quando precisarem enfrentar um contador de cartas habilidoso. Aqui estão algumas das técnicas mais comuns:

Técnicas Defensivas Do Cassino

  • Distração – Um funcionário pode ser instruído para começar uma conversa com o jogador para distraí-lo, ou um gerente pode ficar parado próximo olhando em sua direção.
  • Embaralhar com frequência – Com a intenção de interferir em uma contagem grande.
  • Mudar as apostas – Alterando as apostas, o cassino pode tornar a sua mesa menos atraente.
  • Banimento – Se um jogador é muito bom, pode ser convidado a se retirar (o que é perfeitamente legal da parte do cassino).

Com isso transparece que os cassinos odeiam a contagem de cartas no blackjack, mas em muitos casos, não se importam. Porque em geral, os jogadores de cartas não tem a habilidade para fazê-lo de modo consistente com frequência, o que os deixa perder tanto quanto o novato sentado ao seu lado. No entanto, nas mãos de um profissional disciplinado ou uma equipe determinada, a arte da contagem de cartas pode destruir a vantagem da casa e criar milionários.

História Do Blackjack

A história do blackjack está aberta a debates, especialmente quanto aos anos de formação do jogo. Alguns argumentam que os romanos eram obcecados com o jogo e estariam envolvidos com uma versão iniciada AC até DC. Mais frequentemente, aponta-se para variados jogos dos séculos XV a XVII, os quais provavelmente originaram o blackjack que conhecemos hoje.

Origens Europeias

O jogo espanhol "Trinta-e-um" originou-se por volta de 1440, e o objetivo era alcançar um total de 31 usando três ou mais cartas. Nos séculos seguintes, jogos como "Sete e meio", "Chemin de Fer", "Quinze" e "Vinte-e-um" apareceram na Itália, França e Espanha.

O jogo conhecido como “Venti-un” ou “Twenty-One” surgiu no começo do século XVII, mencionado em um conto sobre jogadores, escrito pelo autor espanhol Miguel de Cervantes. O objetivo deste jogo de cartas era alcançar 21 pontos sem passar disso, e o ás podia valer 1 ou 11 pontos.

Conforme os anos passavam a popularidade do 21 continuou a crescer na Europa devido a habilidade necessária. Os colonizadores trouxeram o jogo para a América, as regras na época incluíram uma rodada de aposta entre cada carta dada ao jogador, bem como uma política em que somente o croupier podia dobrar.

Blackjack Chega Na América

Os jogadores americanos apreciaram o jogo e o adotaram, alteraram algumas regras deixando-o mais do seu gosto. A carta aberta do croupier agora passa a ser mostrada antes do jogador tomar a sua decisão, e o croupier não pode mais abrir carta ou parar quando quiser. Em vez disso, ele era forçado a tomar decisões com base em um conjunto de regras definido

Embora legais – apareceram jogos bancados pela casa em New Orleans na década de 1820 – havia muitos outros não tão legais sendo conduzidos em todo o país. As casas de apostas às vezes ofereciam promoções especiais para atrair os clientes, e uma dessas era o pagamento prometido de 10 para 1 para uma mão de valete preto com um ás de espadas. Ainda que este bônus não tenha durado muito, ganhou notoriedade suficiente para o jogo receber um novo nome. A partir daquele ponto, todos começaram a referir-se ao jogo como "blackjack" (valete preto).

Em 1931, Nevada começou a oferecer jogos de blackjack bancados pela casa. Quando ficou legal, o blackjack iniciou um longo processo para tornar-se respeitável e parte da cultura de apostas convencional.

O Desenvolvimento Da Contagem De Cartas

Havia algumas formas rudimentares de contagem de cartas no princípio, até que Edward O. Thorp publicou Beat the Dealer em 1962, quando John Q. Public percebeu que havia a possibilidade de sair ganhando do cassino. O livro teve um enorme impacto no setor, e até alcançou um lugar na lista de best-sellers do New York Times.

Avanços na tecnologia logo levaram a homens como Harvey Dubner a utilizar computadores para criar novos sistemas de contagem, e o fluxo de contadores de cartas bem sucedidos a Vegas levou à criação da odiada agência Griffin. Se um trapaceiro ou jogador com vantagens acabasse em seu livro negro, geralmente as portas de todos os cassinos de Las Vegas se fechariam para ele.

A década de 70 foi um período crítico para o blackjack considerando que homens como Al Francesco e Stanford Wong refinaram mais a arte da contagem de cartas. Também foi a década que a lendária Equipe de Blackjack do MIT começou, ganhando milhões jogando em grupo e apostando nos cassinos até o século XXI.

A Era Moderna Do Blackjack

As tribos indígenas entraram para os negócios de blackjack em 1987 devido a Lei de Regulamentação dos Jogos Indígenas. Esta lei permitiu as tribos construírem e fiscalizarem os seus próprios cassinos, isso muito antes do dinheiro começar a entrar. Na mesma época, vários estados começaram a contornar a lei dos cassinos situados em terra oferecendo jogos em barcos no mar.

Na metade de 1990, a Internet iniciou o seu crescimento meteórico e os cassinos on-line não estavam desatentos. Os jogadores ganharam a capacidade de apostar a partir da privacidade de seus próprios lares, e os aspirantes a jogar blackjack profissional poderiam tentar vencer a casa com um gráfico de estratégia básica colado em seu PC.

O Hall da Fama do Blackjack foi estabelecido em 2002, e o grupo inaugural consistia de: Al Francesco, Stanford Wong, Peter Griffin, Ken Uston, Edward O. Thorp, Tommy Hyland e Arnold Snyder. O Barona Casino criou um Hall da Fama físico no ano seguinte e ofereceu benefícios vitalícios aos membros, com a única condição de que nunca jogassem blackjack em seu estabelecimento.

O setor de jogos nos Estados Unidos começou a passar por tempos difíceis com a sanção da Lei de Repressão Contra Jogos de Azar Ilegais na Internet (Unlawful Internet Gambling Enforcement 2006 - UIGEA). Impedia as instituições bancárias de aceitarem pagamentos para fins de jogos on-line, e uma série de prisões levaram vários sites a saírem do mercado americano.

A tendência começou a ser revertida nos últimos anos, com vários estados exercendo os seus direitos para determinar se serão permitidos jogos de aposta em suas fronteiras. Nevada e New Jersey são dois exemplos notáveis de estados que votaram a permitir os jogos de aposta on-line, desde que o site adquira a licença e o jogador esteja dentro de suas fronteiras.

A história do blackjack continua a ser escrita, mas uma coisa é certa, enquanto os jogos existirem, os jogadores arrumarão um jeito de apostar neles.

Tabela black jack

O objetivo do jogo é simples: atingir a maior pontuação possível, sem ultrapassar os 21 pontos

O Blackjack é um dos jogos de baralho mais famosos do mundo. O game é simples, intuitivo e pode ser jogado por qualquer pessoa. Blackjack pode ser jogado com um número que vai de 1 a 8 baralhos de 52 cartas. Além, é claro, a opção de se jogar o blackjack online!

O objetivo do jogo é simples: atingir a maior pontuação possível, sem ultrapassar os 21 pontos. Para chegar a este objetivo, o jogador recebe inicialmente duas cartas, mas pode solicitar mais ao decorrer do jogo.

A pontuação mais alta possível recebe o nome de Blackjack, por isso o nome do jogo é esse. Por mais que uma pontuação alta possa definir uma vitória, um Blackjack a garante.

Como funciona a partida de Blackjack online

A partida de Blackjack se inicia com a rodada de apostas. Todos os jogadores precisam definir uma aposta, e após isso se inicia a distribuição das cartas. Nos cassinos, existe um local específico na mesa para a definição das apostas.

O Dealer aguarda a definição, e então começa a distribuir as cartas. O Dealer fornece uma carta para cada jogador e duas para ele mesmo. Em cassinos profissionais, as cartas dos jogadores ficam viradas para baixo e uma das cartas do Dealer fica virada para cima. Quando todas as cartas são distribuídas, começa a observação.

A análise das probabilidades é importante no Blackjack. Claro que não é permitido contar cartas, mas é permitido observar e decidir o que fazer. Ao notar as próprias cartas, a carta do Dealer e suas chances, é necessário começar com a estratégia.

Quando todas as cartas são distribuídas, começa a observação (Foto: Reprodução)

Como dito anteriormente, o objetivo do jogo é fazer a máxima pontuação sem passar de 21. Para conhecer a pontuação do game, é necessário conhecer o valor de cada carta. Este tópico irá te mostrar o valor das cartas no Blackjack.

As cartas numeradas de 2 até 10 valem o valor mostrado na face da carta em questão. As cartas conhecidas como “cartas de rosto” (figuras) valem 10 pontos cada. Os Ases podem valer 1 ou 10 pontos, dependendo da necessidade do apostador. Isso quer dizer que uma figura e um ás podem valer 20 ou 11 pontos.

Retornando ao pensamento do tópico anterior, vamos analisar algumas probabilidades. Se, no momento da distribuição das cartas, o Dealer tiver uma mão que possa chegar a um Blackjack, algo pode ser feito.
Para se proteger de um Blackjack do Dealer, as casas de aposta fazem o Dealer verificar imediatamente qual a outra carta. Se a outra carta resultar em Blackjack, a rodada pode ser cancelada.

O dia em que virei atração ao visitar os rivais Red Star e Paris FC



Publicar comentário
Procurar


Para você
Artigos sobre o tema Blog
08-04-2021
7 Aplicativos de futebol para acompanhar estatísticas e resultados de jogos
7 Aplicativos de futebol para acompanhar estatísticas e resultados de jogos

Se você é um torcedor fanático, ou um apostador online e precisa estar por dentro de notícias e estatísticas, confira esses 7 Aplicativos de futebol...

19-04-2021
21 Best Football Live Streaming Sites to Watch Football Online Free
21 Best Football Live Streaming Sites to Watch Football Online Free

Football is a sport that many people from any country might be a fan of it...

23-04-2021
Sites de análise pré-live Trading Esportivo
Sites de análise pré-live Trading Esportivo

A análise pré-jogo é para mim um fator chave para operar e lucrar na bolsa esportiva...