X 22bet

Ver futebol online sites

7 Hábitos Dos Jogadores Altamente Eficazes

7 Hábitos Dos Jogadores Altamente Eficazes

Mercado regulado português veda acesso Casino de GTA

Mercado regulado português veda acesso Casino de GTA

Apostas desportivas Online em Portugal

Apostas desportivas Online em Portugal

Em Portugal, o mercado das casas de apostas desportivas online foi regulado recentemente, sendo por isso obrigatório por lei jogar apenas nas casas licenciadas.

Todas as casas de apostas mencionadas na lista abaixo são certificadas pelo SRIJ. Hoje em dia, para obter uma licença de jogo em Portugal envolve o cumprimento de uma série de requisitos e o depósito de cauções para garantir o dinheiro dos apostadores. Isto significa que comparativamente ao mercado brasileiro em Portugal é seguro depositar dinheiro nos sites de apostas que estão legais.

A lei protege os depósitos dos jogadores, mesmo em caso de problemas com as casas, e exige que os sites de apostas tenham sistemas técnicos certificados de forma independente. Segue-se em baixo a nossa lista de casas de apostas online licenciadas em Portugal e que também estão disponíveis para o apostador portugues

Top Casas de apostas Portugal

Top Casas de apostas Portugal

Últimos artigos

Últimos artigos

Os melhores bónus de casino online (o que procurar num bónus de casino)

7 Hábitos Dos Jogadores Altamente Eficazes

Sejamos honestos: se é um jogador de longa data, então já deve ter tido os seus altos e baixos, é algo que faz parte dos jogos de apostas. Contudo, nos.

Mercado regulado português veda acesso Casino de GTA

O RJO tem regras estipuladas para garantir que apenas as operadoras com licença atuam em Portugal. Derivado da nova legislação criada em 2015, a lei portuguesa parece impedir, por isso.

O papel das slot machines nos casinos

As slot machines parecem ter – quer para os casinos online como para os casinos físicos – uma grande importância no que diz respeito ao efetivo retorno financeiro. Hoje, olharemos.

Especialistas analisam casinos online

Especialistas analisam casinos online Perante o número de operadoras existentes no mercado dos jogos e apostas online, surgem sites dedicados à avaliação e análise dos mesmos. Algumas equipas especializadas dedicam-se.

Benfica fora da Champions

Arjen Robben e Robert Lewandowski marcaram dois golos cada, com o Bayern de Munique vencendo por 5 a 1 o Benfica na Allianz Arena. O Bayern de Munique se classificou.

Sobre nós

O mundo das apostas e jogos online tem crescido nos últimos anos, existindo hoje uma grande variedade de casas de apostas para o apostador que quer começar no mundo das apostas.
Nos Apostas Online Bônus trabalhamos diariamente para trazer as melhores sugestões de apostas desportivas on-line e respectivos bónus que existem no mercado.

Testámos todas as plataformas no nível de qualidade, cotações, usabilidade, suporte ao cliente, etc. Basicamente, tentamos encontrar o que o jogador procura quando ele começa em uma plataforma.

Tentamos fornecer numa base diária aos nossos seguidores uma lista completa das melhores opções disponíveis no mercado. Sugerimos que explore a nossa página para entender qual é a melhor casa de apostas para si. E não esqueça de aproveitar os melhores Bónus do mercado!

No Apostas Online Bónus trabalhamos diariamente para trazer as melhores sugestões de apostas desportivas on-line e seus bônus que existem no mercado.

Nós testamos plataformas no nível de qualidade e diversidade de taxas, usabilidade, suporte ao cliente, etc. Basicamente, tentamos encontrar o que o jogador procura quando ele começa em uma plataforma.

Nossas colunas sГЈo exclusivas para assinantes. Continue lendo com acesso ilimitado. Aproveite!

Dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, 15 têm entre seus patrocinadores sites de apostas. As empresas fazem parte do dia a dia do futebol nacional, mesmo que ainda operem em uma zona cinzenta da legislação.

Aprovada em dezembro de 2018, a exploração de loterias por entidades privadas, inclusive apostas esportivas de alíquota fixa (quando o apostador sabe o prêmio caso acerte o resultado), aguarda até hoje a regulamentação por parte do governo federal.

Enquanto o tema não avança no Ministério da Economia, uma decisão de 30 de setembro de 2020 do STF (Supremo Tribunal Federal) possibilita que estados gerenciem suas próprias loterias e também casas de apostas. Alguns já discutem como fazer isso na prática.

No Corinthians, o logo da casa de apostas Galera.bet fica na manga da camisa, enquanto no Fortaleza a EsporteNet Г© patrocinadora mГЎster e aparece centralizada no uniforme. Rodrigo Coca/AgГЄncia Corinthians/

Logo da Sportsbet.io na parte superior da camisa do Flamengo, prГіxima Г gola. Reuters/Alexandre Loureiro

A casa de apostas BetSul figura no shorts dos jogadores do AtlГ©tico-MG. Pedro Souza/AgГЄncia Galo/AtlГ©tico/

No Vasco, o logo da casa de apostas NetBet fica na parte inferior da camisa. Reuters/Diego Vara

A casa de apostas marjosports é patrocinador máster do Goiás, como logo em destaque na camisa. Goiás Esporte Clube/Divulgação/

O Bahia tem a casa de apostas como patrocinadora mГЎster, e o logo da empresa fica em destaque na camisa do clube. Felipe Oliveira/EC Bahia/

Está na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Goiás um projeto do deputado Vinicius Cerqueira (Pros) para regulamentar o tema no estado. A proposta não se destina apenas à modalidade esportiva, mas o deputado entende que esta tem um dos maiores potenciais.

“Existem hoje muitas práticas, principalmente de apostas online, sobretudo no futebol. E isso não tem segurança nenhuma, você aposta numa plataforma que geralmente é [baseada] em outro país”, afirma.

O texto, que ainda poderá ser alterado pela Casa, prevê que o governo abra editais para credenciar as empresas privadas que poderão operar, incluindo na internet. Também estipula percentuais da arrecadação que serão repassados a setores como esporte, cultura e segurança.

Na Assembleia Legislativa do MaranhГЈo tambГ©m corre um projeto, enviado pelo governo. Segundo Antonio Nunes, presidente da MaranhГЈo Parcerias (autarquia que cuida do tema), jГЎ hГЎ cerca de 30 empresas interessadas em operar no estado. As apostas esportivas sГЈo uma possibilidade prevista, mas ainda nГЈo prioritГЎria.

“Não incluímos em um primeiro momento porque temos pressa em implantar a loteria estadual. Temos programas de educação para o qual esse dinheiro será destinado”, diz.

No Espírito Santo, a proposta já passou pelo Legislativo e agora está na fase de estruturação pelo Executivo, quando serão definidos, por exemplo, a forma de contratação das empresas e os tipos de jogos permitidos.

“Não temos ainda nenhuma preferência nem objeção [às apostas esportivas]. A expectativa é de concluir tudo até o final do ano. Uma loteria pode ter vários produtos”, afirma o secretário da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

O ministro Gilmar Mendes, relator do caso, lembrou dois decretos-lei (de 1944 e 1967) para concluir que a própria Constituição Federal sustenta que União não tem o monopólio da exploração de loterias, permitindo então que os estados possuam suas próprias casas de apostas.

"A competência privativa da União para legislar sobre sistemas de consórcios e sorteios (art. 22, inciso XX, da CF/88) não preclui a competência material dos Estados para explorar as atividades lotéricas nem a competência regulamentar dessa exploração", decidiu o ministro relator.

Pessoas ligadas ao tema afirmam que foram pegas de surpresa pela decisão no STF, e que por isso projetos nos estados ainda estão começando a surgir. Ao mesmo tempo, entendem que estes podem vir a gerar uma pressão no governo federal para acelerar a sua regulamentação.

Mesmo vivendo até agora num limbo, o mercado de apostas esportivas pela internet movimentou R$ 4 bilhões no país em 2019. Relatório da empresa de consultoria Grandview Research avalia que em escala mundial a movimentação chegou a US$ 53,7 bilhões (cerca de R$ 295 bilhões).

Segundo a expectativa desse mercado, o Brasil —por suas dimensões continentais, a paixão pelo futebol e por já abrigar grande quantidade de pessoas que apostam em serviços do exterior— teria potencial para ser um dos três países do mundo que mais movimentam dinheiro com a modalidade. A falta de regulamentação dificulta mensurações mais precisas sobre o tema.

“O problema é que no Brasil existe uma insegurança jurídica enorme com relação a qualquer coisa relativa a jogo. Tudo o que é relacionado a isso, por essa insegurança, não consegue atrair investidores sérios e grandes e gerar ganhos consideráveis”, afirma o advogado Pedro Trengouse, professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas) e certificado em regulação do jogo pela Universidade de Nevada, nos EUA.

A legislação civil permite que empresas de fora do país ofereçam apostas para usuários brasileiros mesmo sem a regulamentação no país, o que faz com que a operação aconteça em uma zona cinzenta.

"Se alguém apostar em uma empresa lá de fora e tomar um calote, não consegue pleitear o direito no Brasil. Precisaria entrar na Justiça no país da empresa. Se tiver empresa licenciada aqui, vai no Tribunal de Justiça e resolve”, afirma Udo Seckelmann, do escritório Bichara & Motta Advogados.

A mesma lógica que permite a atuação de empresas do exterior no Brasil dá aval para que empresas regularizadas em um determinado estado ofereçam apostas para todo o país.

“O online é inevitável, ainda mais depois da pandemia. Então o apostador do Brasil todo poderá apostar na loteria goiana. Agora, eu, como goiano, vou priorizar a loteria goiana, porque o retorno [dos impostos] é para o meu estado”, diz o deputado Vinicius Cerqueira.

Ele relata que, desde que propГґs a lei para GoiГЎs, deputados de outros estados o procuraram para entender como fazГЄ-las nos seus.

Assim, pode se desenhar uma competição entre unidades da federação para atrair empresas, inclusive com possibilidade de que a regulamentação federal se torne obsoleta quando for definida —em dezembro, a previsão para finalizá-la era julho deste ano.

Donos de casa de apostas relataram à Folha, sob condição de anonimato, que federações estaduais de futebol têm feito lobby com parlamentares para pressionar o governo. Os proprietários também dizem não estar confiantes com o prazo do Ministério da Economia.

Desde agosto do ano passado, o BNDES, que é o responsável pelo processo de concessão e desestatização de ativos do Programa de Parcerias para Investimentos (PPI) do governo federal, foi designado para conduzir a regulação.

O BNDES publicou na semana passada um formulário para contratação de serviços técnicos para estruturação de projeto da concessão. Os interessados têm até dia 19 para se candidatar.

Depois de o estudo do BNDES ficar pronto, ele ainda será submetido à Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria do Ministério da Economia. A pasta definirá o formato de concessão, como prazo de licença e taxas para operação.

A disputa entre estados, e até com a União, se daria por melhores condições para as empresas operarem. Isso inclui a facilidade para se adquirir uma licença e os impostos praticados.

“Muitas vezes, a regulamentação sai muito cara, com impostos muito altos. E a empresa de apostas vai ter que colocar recompensas mais baixas, revertendo o imposto para o apostador, que pode acabar indo para o mercado não licenciado [de empresas do exterior] porque as recompensas são mais benéficas”, argumenta Seckelmann.

TambГ©m hГЎ possibilidade de loterias esportivas e casas de apostas serem administradas pelos prГіprios governos, federal ou estaduais.

Trengouse alerta para o fato de que, por ter saído de uma decisão da Justiça e baseada em uma lei antiga, a permissão para que as unidades da federação operem suas próprias loterias ainda pode render muito debate.

“Essa decisão do Supremo, por um lado, é muito boa, mas por outro é reflexo dessa grande insegurança jurídica que o Brasil há muito tempo vive em relação ao jogo. Uma canetada pode mudar tudo, e a decisão do STF, no fundo, foi mais uma canetada”, afirma.

Escritor de conteúdo especializado em futebol e basquete

Escritor e jornalista, Leonardo Souza atualmente acompanha e compartilha com os leitores do Wetten Brasil todas as novidades do mundo dos esportes, como um verdadeiro entusiasta. Assim, dedica-se a informar aos seus leitores, de modo confiável e ágil, tudo o que está ocorrendo nos campeonatos nacionais e internacionais dos esportes mais renomados do mundo.

Através das nossas análises aprofundadas, no Wetten Portugal poderá encontrar, com exatidão, as apostas de futebol que vão de encontro às suas necessidades enquanto apostador.

Existem centenas de mercados de apostas futebol ao vivo, para que consiga lucrar ao máximo com o seu conhecimento, neste que é o desporto rei!

Com um mercado legalizado, o número de sites de apostas autorizados no país aumenta a olhos vistos, permitindo que haja uma concorrência saudável, que melhora, exponencialmente, as condições que cada apostador terá para apostar, quer seja nas odds, mercados de apostas futebol ou nos bónus de boas-vindas!

Sim! No início da internet, as apostas no futebol viviam numa espécie de “limbo” legal, típico desses primeiros tempos em que governos e autoridades ainda procuravam entender o alcance da World Wide Web, criada por Tim-Berners Lee em 1989. A própria Primeira Liga portuguesa chegou a ser patrocinada por uma casa de apostas internacional. Para os apostadores em si, a atividade não era ilegal, mas as garantias eram mínimas.

Só em 2015 podem finalmente os portugueses começar a fazer apostas legais em futebol, com os seus dados e informações bancárias totalmente protegidos ao abrigo da lei – desde que usem os serviços de plataformas licenciadas pelo SRIJ. Mais de uma dezena de sites de jogos de casino e apostas desportivas passaram pelo processo de licenciamento e estão atualmente a operar de forma totalmente legal. O SRIJ supervisiona a atividade dos sites e, em casos extremos, pode tratar de reclamações dos apostadores.

De facto, nunca foi tão seguro e transparente fazer apostas em futebol online em Portugal como agora. As tecnologias de segurança usadas, como o SSL e a encriptação, tornam impossível que alguém indesejado possa aceder aos dados pessoais conservados pela casa de apostas. Naturalmente, estas garantias de legalidade e segurança dão mais confiança aos apostadores e potenciais apostadores do nosso país. O número de pessoas que se regista nos sites de apostas em futebol tem vindo a crescer desde então, acompanhando o aumento no número de empresas a operar. Estes apostadores estão ávidos de saber mais como: O que são os mercados de apostas no futebol? Em que campeonatos e ligas posso apostar? Como funcionam os bónus? Onde se encontram as melhores odds? Continue a ler para descobrir mais!

Mercados de Apostas no Futebol

Existem centenas de opções de aposta em futebol diferentes nas plataformas online – muitas mais do que o tradicional mercado 1×2. Esta diversidade permite-lhe tirar partido de conhecimentos específicos de que disponha ou daquilo que a sua intuição lhe disser sobre aspetos particulares do jogo. Além disso, torna a atividade das apostas em futebol muito mais divertida e interessante. Uma só partida de futebol chega a ter mais de cem mercados diferentes. Estes são os principais.

Mercado 1×2

O 1×2 é o mercado de apostas de futebol clássico, o mais tradicional e no qual os portugueses jogaram exclusivamente por décadas (sem “odds”, apenas apontando ao resultado), antes da internet. A ideia deste mercado é simples: apostar se a equipa da casa ganha, empata ou perde. Além das apostas “pré-live”, também é possível apostar no mercado 1X2 ao vivo. Tenha atenção às odds disponíveis neste mercado 1×2. As casas de apostas lançam promoções especiais neste mercado com relativa frequência, permitindo que possa ter ainda um maior retorno sempre que acertar.

Marcadores de Golos

Escolha o jogador que considera que vai marcar um ou mais golos no jogo. Caso esse jogador consiga mesmo marcar, dentro dos 90 minutos, ganha a aposta. Também poderá apostar em qual a equipa que marca primeiro; ou se uma ou ambas as equipas marcam em ambas as partes, na primeira ou na segunda. Se acredita que ambas as equipas marcarão três ou mais golos, poderá apostar nessa hipótese, e também poderá apostar que haverá pelo menos um golo entre o minuto 1 e o minuto 15. As possibilidades são imensas.

Handicaps

O handicap permite apostar numa equipa que começa o jogo já a ganhar ou a perder. Recorde as “futeboladas” com os amigos no tempo da escola primária. A 2.ª classe começava um jogo contra a 3.ª a ganhar 3-0, para ser mais justo (pois um ano de idade fazia muita diferença). As apostas em futebol com handicap baseiam-se neste princípio de equilibrar equipas com capacidades diferentes. Por exemplo, sendo o Barcelona favorito contra o Leganés, ao apostar nos “blaugrana” com um handicap de 1 ou 2 golos encontrará uma “odd”. Ou seja, apostará que o Barcelona, mesmo começando a perder virtualmente por 1 ou 2 golos, conseguirá ganhar.

Resultado Certo

Este é provavelmente o mercado de apostas de futebol mais simples: aposte no resultado exato de um jogo. A probabilidade diz-lhe que o Flamengo baterá o Vasco da Gama, mas qual o resultado exato? 1-0? Ou 4-2? E se o seu cálculo lhe disser que o Vitória de Setúbal tem hipóteses de bater o Benfica, marcando num lance de bola parada e aguentando estoicamente à defesa o resto do jogo? O resultado certo não será de 1-0 a favor dos sadinos? Como se trata uma aposta em futebol bastante mais arriscada que o mercado 1X2, encontrará “odds” superiores.

Contra Aposta

O “matched betting”, também designado por contra aposta ou “aposta contra”, é uma forma de aposta que minimiza o risco. Consiste em colocar duas apostas para o mesmo resultado desportivo, uma contra e outra a favor. Desta forma, é possível tirar partido de apostas em futebol grátis, uma vez que a oferta reduz ou elimina o prejuízo se o respetivo resultado se vier a verificar. Ressalvamos que as técnicas de “matched betting” funcionam idealmente se jogar em simultâneo numa casa de apostas e numa bolsa de apostas, onde os jogadores apostam uns contra os outros. E atualmente ainda não há bolsas de apostas licenciadas em Portugal.

Apostas ao Vivo

Tire proveito das apostas em futebol ao vivo, lucrando com o que está a ver em direto. Se aos 15 minutos do Barcelona x Manchester City suspeitar que os “citizens” sairão vencedores, aposte já antes que marquem o primeiro golo, pois nessa altura a “odd” apresentada pela casa irá descer! As apostas ao vivo são especialmente interessantes para quem sabe “ler” o jogo como um treinador. Lembre-se que, estando de fora, deverá avaliar também o perfil e as capacidades de cada um dos treinadores que influenciarão os 90 minutos da partida!

Características dos Melhores sites de apostas de Futebol

Podemos comparar as melhores casas de apostas em futebol avaliando as suas características. Algumas poderão ser mais ou menos importantes ou relevantes para cada apostador, mas todas são importantes em determinados momentos. Para compreendermos como funciona cada casa e em qual, ou quais, nos deveremos registar são particularmente cruciais. Veja em seguida quais são essas características de acordo com a nossa equipa de especialistas.

Bónus para Novos Jogadores

As casas de apostas em futebol competem para atrair novos jogadores, isto é, novos clientes. Os bónus de boas-vindas para novos apostadores servem para cativar potenciais clientes a aderir. Tire partido da oferta e procure as melhores.

Processo Simples de Registo

Um processo simples de registo é fundamental em qualquer serviço online. As casas de apostas em futebol não fogem à regra. Quanto menos passos tiverem de ser dados e mais intuitivo for o registo, melhor. A simplicidade deve equivaler a rapidez; ninguém tem de precisar de minutos intermináveis para se registar.

Licença Portuguesa

Todos os sites de apostas em futebol que apresentamos detêm uma licença de operação atribuída pelo SRIJ (Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos). Ao atuar dentro da lei e com total transparência, as casas de apostas mostram respeito pelo consumidor e dão as melhores garantias de segurança e imparcialidade.

Mercado de Apostas

As melhores plataformas oferecem bons mercados de apostas em futebol. Antes de escolher em que site de apostas se irá registar, poderá consultar as nossas análises e rapidamente perceber quais são os operadores que oferecem um maior número de mercados de apostas em futebol.

Odds e SuperOdds

As melhores “odds” significam: maior retorno pelo mesmo investimento. Se um site de apostas oferece 1.60 pela vitória do FC Porto contra o Moreirense e outro 1.80, este último é a escolha óbvia. Nos sites de apostas portugueses também terá acesso a promoções de “Super Odds”, com um retorno excecionalmente elevado.

Apostas Live

Se nunca apostou ao vivo, já depois de o jogo de futebol começar, tem de o fazer! A emoção que se sente é única e distinta de apostar pré-live. É importante que a plataforma na qual se vai registar inclua apostas ao vivo. Mesmo que não queira tentar agora, seguramente quererá no futuro!

App iPhone e Android

Muitas casas de apostas nacionais disponibilizam as suas plataformas em ambiente móvel para utilizadores de iPhone (ou iPad) e Android. Controle as suas apostas a qualquer momento, no seu telemóvel (por exemplo, para apostar ao vivo se está a ver o jogo num restaurante). Também poderá aceder a promoções “mobile” exclusivas.

Desportos Disponíveis

Um bom site de apostas em futebol deverá compreender outros desportos, para quando quiser variar, por exemplo. As casas de apostas nacionais permitem-lhe apostar também em ténis, basquetebol, futebol americano, ciclismo, Fórmula 1, râguebi, golfe, hóquei no gelo, andebol e outros desportos.

Experiência

O que dissemos para o processo de registo é válido para a experiência de utilizador. A plataforma desafia-nos a utilizá-la durante horas, ao longo de semanas e meses, seja no computador, no telemóvel ou tablet. O design deve ser “clean” e os critérios de usabilidade elevados, para que utilizar a plataforma seja simples e agradável.

Depósitos e Levantamentos

Qual o seu método de pagamento preferido para fazer depósitos num site online? Quer utilizar o PayPal, comprar um cartão pré-pago ou prefere “carregar” por Multibanco? Nem todas as casas de apostas em futebol portuguesas aceitam os mesmos meios de pagamento, inclusivamente para depósito ou levantamento. Procure uma com os seus preferidos.

Porquê Apostar em Futebol Online

O futebol já é suficientemente apaixonante para levar as pessoas, de todas as classes, condições e orientações a assistir aos jogos e a acompanhar os campeonatos. E se fosse possível fazer parte do jogo? Naturalmente que os adeptos não podem entrar em campo. Mas as apostas em futebol são uma forma de cada adepto sentir que o jogo lhe diz diretamente respeito. Não que possa influenciar o resultado, mas colocando a sua convicção pessoal à prova e arriscando uma quantia em dinheiro, a verdade é que há uma hipótese de a receber de volta com lucro.

Em Portugal, como o desporto-rei é a grande paixão nacional, a maior parte dos adeptos tem uma série de vantagens relacionadas com o conhecimento do jogo, logo, mais hipóteses de ganhar:

  • Noção da qualidade das equipas e dos seus jogadores.
  • Conhecimento do histórico de confrontos das equipas da Liga Portuguesa.
  • Considerável cultura geral sobre o andamento das principais ligas europeias e das competições internacionais da UEFA.
  • Compreensão dos fenómenos psicológicos e motivacionais que conduzem as equipas de futebol ao longo de uma competição.
  • Deteção facilitada de oportunidades de valor.

Com tanta emoção, paixão e potenciais ganhos, o risco de não saber (ou conseguir!) parar é real. Visite a nossa página de dicas e estratégias de apostas futebol para saber como jogar e apostar responsavelmente.

Melhores Ligas Para Apostar

As casas de apostas em futebol nacionais oferecem mercados relativos a um número elevado de ligas de futebol nacionais e internacionais, bem maior do que o que é normalmente analisado na comunicação social especializada. Porém, é nas ligas mais conhecidas que a maioria dos apostadores se concentra. Assim, vejamos quais são.

Liga NOS

Para os apostadores portugueses, a Liga NOS é onde verdadeiramente se sentem a “jogar em casa”. Sendo que muitos jogam apenas nos mercados de apostas de futebol relativos aos Três Grandes (FC Porto, Benfica e Sporting), recomendamos não fazer o mesmo. Há oportunidades à espreita na análise de todas as dezoito equipas do formato atual. Tire o máximo proveito do nosso conhecimento profundo sobre as equipas da Liga Portuguesa e o respetivo momento desportivo.

Premier League

A Liga Inglesa é considerada uma das melhores ligas de futebol do mundo, com espetáculo e golos garantidos todos os fins-de-semana. Nenhuma outra liga pode dizer que tem cinco candidatos ao título todos os anos: Manchester United, Manchester City, Liverpool, Chelsea e Arsenal. Tem ainda o Tottenham, eterno candidato e potenciais surpresas como o Leicester, em 2016! A Premier League é dos campeonatos que movimenta mais dinheiro e, por isso, nos mercados de apostas de futebol apresenta sempre grande liquidez.

La Liga

A Liga Espanhola, vulgarmente conhecida como “La Liga”, alberga dois dos clubes mais poderosos a nível planetário: o Real Madrid e o Barcelona. Durante longas épocas, o confronto de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi simbolizou esta rivalidade e concentrou atenções no campeonato espanhol. Mais ainda, depois de anos de “travessia no deserto”, o Atlético Madrid volta a estar em condições de bater o pé aos seus rivais.

Liga dos Campeões

A Liga do Campeões, ou “Champions League” em inglês, é a competição de clubes mais importante da UEFA, onde as melhores equipas europeias se juntam para determinar quem é a melhor nessa temporada. É a oportunidade de ver o Real Madrid, Manchester United, Paris Saint-Germain, Juventus e outros batendo-se entre si. É considerada a melhor competição de clubes do mundo, uma vez que concentra praticamente todos os melhores futebolistas do planeta, mais do que o próprio Campeonato do Mundo FIFA, onde a participação dos melhores depende do país que representam.

Liga Europa

Esta é a chamada “Segunda Divisão Europeia”, onde competem as grandes equipas de cada liga que não chegaram à Liga dos Campões. Apesar de não ter tanta liquidez como a “Champions”, também lhe permite assistir a grandes jogos nesta competição. Os clubes portugueses têm um palmarés interessante na Europa League, com a vitória do FC Porto em 2011 (numa época em que FC Porto, SC Braga e Benfica chegaram às meias-finais) e o Benfica nas finais em 2013 e 2014.

Liga Italiana

A Liga Italiana reúne alguns dos clubes com mais história no futebol europeu, como os rivais de Milão (o Inter e o AC Milan) e a Juventus. O regresso da “Juve” à Serie A Itália e, posteriormente, a chegada de Cristiano Ronaldo devolveram a esta liga muito do brilho perdido na primeira década do século atual. O Roma, a Lazio, a Fiorentina e o Nápoles contribuem para que este campeonato seja emocionante, com jogos muito disputados.

Origem das Apostas em Futebol à Volta do Mundo

O crescimento do futebol na primeira metade do século XX levou ao progressivo interesse em apostar no resultado dos jogos. Porém, antes da década de 60, e de uma forma geral, as apostas no futebol eram ilegais e marginais. A Inglaterra, pátria do futebol e país com longa tradição em apostas (em cavalos de corrida), foi dos primeiros países a avançar nesta área. Só na década de 60, as apostas no futebol chegaram a Portugal, mas de forma mais tímida que na Grã-Bretanha, com o famoso Totobola. Sem “odds”, este convidava o apostador a acertar no 1X2 de um conjunto de 13 jogos semanais pré-determinados e sob a tutela da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. A Primeira Divisão era a liga dominante. O modelo sofreu poucas alterações até ao dealbar do milénio, quando a internet trouxe novas possibilidades. O desenvolvimento do software permitiu criar e gerir bases de dados com milhares de equipas e jogadores, e calcular as respetivas odds. As casas de apostas no futebol online cresceram como cogumelos em vários países e, hoje, são um dos negócios com maior crescimento na internet. Grande parte do interesse nas ligas europeias vem de apostadores da Ásia, em particular da China. Sabia?

Perguntas Frequentes

A possibilidade de ganhar dinheiro de forma continuada, de jogar contra outros jogadores e como encontrar as melhores plataformas ou as melhores odds estão entre as dúvidas mais comuns dos apostadores nacionais em futebol. Assim, elaboramos em seguida, as respostas às perguntas mais frequentes.

É possível e existem apostadores profissionais que fazem do jogo o seu único ganha-pão, a tempo inteiro! Porém, lembre-se que tal só é possível se encarar as apostas como um investimento, baseando-se em dados estatísticos, modelos matemáticos, informação detalhada e apostando com sangue-frio e sem depender da emoção do momento. Esta postura permite maximizar as hipóteses caso se aposte ocasionalmente. Se depender apenas da sorte, nada será garantido.

Aqui no Wetten Portugal temos listas atualizadas das casas de apostas legais em portugal e dos bónus, incluindo de boas-vindas, apostas grátis (em que a casa oferece a possibilidade de submeter uma determinada aposta sem pagar ou descontar do saldo) e apostas com reembolso (em que a casa devolve o valor ao jogador, em caso de derrota), entre outras ofertas exclusivas.

A melhor casa de apostas de futebol em Portugal é a que lhe trouxer mais valor e retorno das suas apostas em cada momento! O objetivo do nosso site é dar-lhe uma resposta sempre atualizada a esta pergunta, pois as condições estão sempre a mudar. As casas de apostas online mudam continuamente as suas “odds”, lançam novas promoções…Percebe a ideia.

A única forma é verificando as “odds” de todas as plataformas de apostas de futebol e confirmar qual a mais alta. É uma tarefa potencialmente penosa – além de que para apostar deverá estar registado no maior número de casas de apostas possível. Daí que a ajuda do Wetten Portugal seja preciosa para que possa poupar tempo e começar a apostar o quanto antes.

Sim. Apostar contra outros apostadores, o chamado “betting exchange”, é uma modalidade diferente. Neste cenário, os apostadores fazem as suas apostas uns contra os outros, de uma forma similar à do mercado de ações numa Bolsa de Valores. A lei da oferta e da procura determina o valor da aposta. Neste momento nenhuma plataforma legal em Portugal oferece “betting exchange”. Mas tal poderá mudar, pois a empresa Betfair, que disponibiliza esta funcionalidade noutros países, já mostrou interesse em reentrar no mercado nacional.

Futebol na TV: Onde assistir a cada campeonato de futebol na temporada 2019/20

Acompanhar futebol no Brasil está mais difícil do que nunca na temporada 2019/20. Se você for parte da pequena parcela com condições de assinar todos os diferentes serviços de streaming e pacotes de TV fechada, ainda precisa de um bom planejamento para saber qual canal passa qual torneio do futebol internacional.

Por isso, separamos abaixo todos os principais campeonatos exibidos pelos canais brasileiros, como SporTV, ESPN e Esporte Interativo, por serviços de streaming como o DAZN e até TV aberta.

Europa

Champions League

A exemplo da temporada passada, a Champions League segue com o Esporte Interativo. Os jogos serão exibidos no serviço de streaming EI Plus, nos canais TNT e Space, da Turner, e no Facebook Watch, pela página do Esporte Interativo.

Liga Europa

O FOX Sports é quem fica com o outro torneio continental europeu. A Liga Europa, mais uma vez, é transmitida no Brasil em FOX Sports e FOX Sports 2.

Champions League Feminina

Embora não tenha transmissão no Brasil ao longo da competição, a Champions League Feminina ao menos terá a final mostrada no País: a ESPN irá exibir o duelo.

Campeonato Inglês

Por mais um ano, a ESPN é a casa da Premier League na TV fechada brasileira. Os canais ESPN Brasil, ESPN, ESPN 2 e ESPN Extra, além do Watch ESPN, transmitirão oito partidas por rodada. Sua conta não está errada, estão faltando dois jogos da rodada aqui, e isso porque a ESPN negociou a cessão dos direitos de transmissão de duas partidas por rodada ao serviço de streaming DAZN. Para assistir ao DAZN, é preciso ter uma conta na plataforma, ao custo de R$ 37,90 mensais – sendo possível testar por 30 dias gratuitamente, com cancelamento a qualquer hora.

Championship : canais ESPN

Copa da Liga Inglesa : canais ESPN

Campeonato Espanhol

Inicialmente, a transmissão de La Liga estaria restrita aos canais ESPN e FOX Sports. Porém, de última hora, a Disney resolveu mandar metade dos jogos do Campeonato Espanhol de volta ao serviço pago FOX Premium, o que significa que cinco partidas por rodada serão exibidas apenas no serviço separado da FOX. O restante dos jogos segue com os canais ESPN (ESPN Brasil, ESPN, ESPN 2 e ESPN Extra).

La Liga 2 : canais ESPN

Copa do Rei : canais ESPN

Campeonato Italiano

Assim como em parte da temporada passada, a Serie A da Itália terá transmissão do DAZN. A diferença para a campanha 2018/19 é que, agora, a RedeTV transmitirá um jogo por rodada, em acordo com a plataforma de streaming. As transmissões na TV aberta serão aos sábados.

Supercopa Italiana : DAZN

Campeonato Alemão

Igual à temporada passada, a Bundesliga 2019/20 terá exibição exclusiva dos canais FOX Sports. Houve rumores de negociação com a Band para a TV aberta, mas nada foi concretizado.

Copa da Alemanha : canais ESPN

Campeonato Francês

A Ligue 1 segue exclusiva do serviço de streaming DAZN. Fala-se também da possibilidade de a Band transmitir o campeonato, mas a emissora negou o rumor à Trivela. Portanto, conte apenas com a plataforma do DAZN para acompanhar PSG, Lyon e cia. O canal TV5Monde também transmite o Francesão, com jogos limitados.

Copa da Liga Francesa : DAZN

Copa da França: não há previsão de transmissão

Campeonato Português

Como na temporada passada, a LIGA NOS segue sendo transmitida pelos canais ESPN (ESPN Brasil, ESPN, ESPN 2, ESPN Extra e Watch ESPN).

Campeonato Holandês

Outro campeonato que mantém sua casa no Brasil é a Eredivisie. O Holandesão já começou e tem sido transmitido pelos canais ESPN (ESPN Brasil, ESPN, ESPN 2, ESPN Extra e Watch ESPN).

Campeonato Belga

Apesar de não ganhar tanto espaço na grade, por motivos óbvios de interesse e concorrência com outras ligas, o Campeonato Belga é exibido por aqui também nos canais ESPN.

Campeonato Chinês

Se você é do tipo que acorda bem cedo e já quer consumir futebol, a oferta no cardápio por vezes é o futebol chinês. Nos canais ESPN (ESPN Brasil, ESPN, ESPN 2 ESPN Extra e Watch ESPN), você pode acompanhar as partidas da Superliga Chinesa, repleta de refugos europeus e jogadores brasileiros que facilmente poderiam brilhar por aqui.

Campeonato Japonês

A J-League, que já gozou de maior prestígio, ainda interessa muito apaixonado por futebol, e os brasileiros que quiserem acompanhar os jogos precisarão ter assinatura do DAZN. O serviço de streaming transmite ainda a J-League 2, segunda divisão japonesa.

América do Norte

Major League Soccer

A Major League Soccer segue sendo exibida pelos canais ESPN na TV fechada, mas com um número limitado de partidas. Já o serviço de streaming DAZN transmite todas as partidas da MLS.

USL (segunda divisão americana): Watch ESPN
NWSL (liga feminina dos EUA): Watch ESPN

Campeonato Mexicano

Como em anos anteriores, os canais ESPN são os únicos a transmitir jogos da Liga MX. Porém, a emissora só pode transmitir alguns jogos, daqueles clubes com os quais tem acordo. No México, como no Brasil, a venda de direitos é individual. Lá, porém, os clubes são donos dos jogos em casa e, assim, quem compra o direito dos clubes pode transmitir os jogos deste clube em casa.

América do Sul

Libertadores

Às quintas-feiras, uma nova tradição nasce: torcer para que o streaming do Facebook Watch funcione bem para o jogo da Libertadores escolhido para o dia. Na TV fechada, SporTV e FOX Sports seguem transmitindo, enquanto a Globo leva o torneio ao País na TV aberta.

Sul-Americana

Já a competição continental secundária da América do Sul é exclusiva da plataforma de streaming DAZN, com um jogo aqui e outro ali (negociados independentemente) sendo mostrado na TV aberta pela RedeTV.

Campeonato Argentino

O Campeonato Argentino segue como nos últimos anos, com exibição no Brasil nos canais FOX Sports. A chegada de Daniele De Rossi certamente é o maior atrativo para a competição nos últimos tempos.

Brasil

Campeonato Brasileiro

Já o Brasileirão, em pleno andamento, tem sua transmissão feita pela Globo, pelos canais SporTV, no serviço Premiere e, por fim, no Esporte Interativo, por meio do EI Plus ou dos canais Space e TNT.

Campeonato Brasileiro – Série B

Nada de serviço de streaming exclusivo, nada de Esporte Interativo: a segunda divisão brasileira é exibida em 2019 apenas pela Globo e pelo SporTV, além do Premiere.

Campeonato Brasileiro – Série C

O caso é diferente com a terceira divisão. Aqui, sua opção é apenas um serviço de streaming: DAZN. A plataforma exibe quatro jogos por rodada e mostrará toda a fase final. De vez em quando, disponibilizam partidas da Série C gratuitamente em seu canal no YouTube.

Copa do Brasil

A Copa do Brasil, já em reta final, é mostrada pela Globo na TV aberta e pelos canais SporTV na TV fechada. Como um extra, assinantes do Premiere também podem ver o torneio no serviço.

Brasileirão Feminino

Impulsionado pela Copa do Mundo de grande sucesso na França, o futebol feminino ganha espaço na TV aberta: a Band transmite atualmente o Brasileirão Feminino. No momento da produção desta matéria, a emissora passa apenas uma partida por rodada, seja da A1 ou da A2. O Twitter também passa um jogo por rodada.

Os Melhores Sites de Estatísticas e de Notícias Sobre Futebol – Guia do Apostador

Sejam bem-vindos apostadores desportivos!

O assunto que iremos abordar, serve de suporte às nossas análises pré e pós-jogo, ou seja quais os melhores sites de estatísticas e noticias para fazermos as nossas análises? Analisar um jogo requer um enorme esforço da nossa parte, contudo trabalhando com as melhores ferramentas, a nossa tarefa não será tão árdua, pois iremos estar mais perto dos dados que nos permitem encontrar ou não valor numa aposta.

Importância de escolher um bom site de estatísticas e noticias

As ferramentas que usamos nas nossas análises, irão ditar muito o nosso sucesso a longo prazo, pois se estivermos suportados pelas melhores ferramentas, teremos o nosso trabalho facilitado. Encontramos sites estatísticos com informação de relevo, é um desafio deveras importante. Existem diversos sites, onde a informação está constantemente incorreta e atrasada. Neste artigo deixaremos três sites de estatísticas, que na minha opinião são os melhores, pois reúnem um conjunto de estatísticas imprescindíveis nas nossas análises, que serão suportadas nas estatísticas espelhadas nos sites que citarei abaixo.

Encontrarmos jornais locais que nos permitam abordar as novidades dos campeonatos onde operamos, não será de menor importância. Um site que traga informação de última hora, reveste-se de extrema importância, dai ser importante encontramos um jornal local que nos transmita todo o tipo de informações.

Melhores sites estatísticos de futebol

Footystats ( www.footystats)

O Footystats é o meu site de eleição, pois permite-me ter acesso aos dados mais importantes na análise a um jogo de futebol, de forma eficiente e rápida. O site está em inglês, mas podemos mudar para português, de modo a facilitar a nossa tarefa.

Quando clicamos num jogo para analisar neste site, obtemos logo informação em percentagens, o que dá uma enorme ajuda e permite-nos tirar ilações de forma rápida e confiável. Temos logo à partida, percentagens para o famoso BTTS, o over 1.5 golos, o over 2.5 golos isto no mercado de golos, o que é uma ajuda fantástica.

Temos estatísticas head to head, que permite aferir as formas da equipa em termos de resultados e golos marcados e sofridos. Indica igualmente a equipa em melhor momento de forma atualmente, entre outros aspetos, tal como, a equipa que marca primeiro no jogo, foras de jogo por jogo, quantos cartões as equipas têm por jogo, entre outros aspetos que não são tão relevantes.

Apraz-me dizer que este site junta o útil ao agradável, pois para além destes dados em percentagens que indiquei acima, temos uma análise ao jogo em questão e as tendências por equipa.

Whoscored (www.whoscored)

Este é também um site com selo de qualidade, pois oferece-nos estatísticas pré e pós-jogo. Oferecem-nos informações sobre jogadores que não poderão ir a jogo, bem como o motivo para a ausência, seja por lesão ou motivos disciplinares. Outras das novidades deste site, prende-se com o facto destes fazerem a sua previsão do resultado, bem como o motivo para tal prognostico.

Este site, dá-nos a equipa que deverá alinhar de início, bem como o esquema tático com que as equipas se apresentarão em campo. Outra das grandes vantagens do site, é que aborda a forma de jogar das duas equipas, ou seja, o seu estilo de jogo. Contudo a principal caraterística e vantagem, prende-se com o facto de fazer uma análise pós-jogo, o que é de extrema utilidade, pois nós como apostadores, não conseguimos ver os jogos todos e aqui encontraremos alguns detalhes muito interessantes.

Flashscore ( www.flashscore.co.uk )

O Flashscore, é provavelmente o site de estatísticas mais usado no seio da comunidade de apostadores portugueses. Em comparação com os sites acima citados, este site não é tão completo, contudo podemos realizar uma análise pré e pós-jogo. Mal abrimos a ligação de um jogo, obtemos informação da ausência de jogadores, contudo, este site não atualiza de forma tão espontânea este tipo de informações.

Este site transmite as odds que algumas casas de apostas oferecem, o que é um aspeto positivo, pois quem tem conta em várias casas, consegue ver onde está a melhor odd.

Conseguimos verificar o fator casa/fora, por equipa, que é um dos principais fatores nas minhas análises, bem como temos um pequeno “relato” pós-jogo.

Melhores sites para noticias de futebol

News Now e Sky Sports

Estes são os sites ( ) , que se dedicam na sua grande maioria à Premier League, com notícias permanentes sobre os resultados do campeonato, entrevistas pós-jogo, contratação de jogadores, enfim todos os assuntos que se dedicam só desporto rei.

Jornal As e Transfermarkt

O jornal As, é sobejamente conhecido a nível mundial, sendo aqui que verifico a maioria das noticias do campeonato, do nosso pais vizinho. Este jornal aborda sobretudo a atualidade das equipas de Madrid, contudo existe um espaço dedicado ao conjunto das equipas de La Liga onde retiramos informações importantes. O Transfermarkt, é utilizado sobretudo para me informar ao nível de ausências de jogadores, bem como o motivo da lesão do jogador em questão e duração das respetivas lesões.

La Gazetta dello Sport ( www.gazzetta.it )

Mais um jornal sobejamente conhecido da maioria dos amantes do desporto rei, neste jornal italiano, encontra-mos toda a atualidade do desporto italiano.

Jornal Equipe ( www.lequipe.fr )

O mítico jornal francês, rege as minhas perfeições para abordar as novidades do campeonato francês. Este jornal, aborda as novidades de lesões, entrevistas a jogadores, analises dos jogos, entre outros assuntos que são deveras importantes.

Conclusão

Em suma, termos de sites de estatísticas e de notícias fiáveis reveste-se de enorme importância, pois termos o melhor conteúdo numa só página, irá retirar-nos muito trabalho. Os sites citados acima, são os sites com que eu trabalho, pois são eficientes e transmitem-me as informações necessárias para realizar uma boa análise, e não perder nenhuma novidade em tempo útil.

Contudo, existem diversos sites que são de extrema utilidade, por isso, hoje irei lançar um desafio aos nossos leitores, que consiste em deixarem a vossa opinião de quais os melhores sites de estatísticas, bem como os sites que utilizam. Sendo que com isso, iremos ter um conteúdo ainda mais completo, que é o que pretendemos sempre.

Como ganhar dinheiro apostando online em futebol?

O futebol é a paixão do povo brasileiro, e também é o esporte mais amado do mundo. Até mesmo os asiáticos e os norte americanos estão tomando gosto pelo futebol, e a cada dia novos campeonatos surgem em todo o planeta.

Assistir futebol no fim de semana já é tradição, mas no mundo de hoje você não precisa somente assistir, graças às apostas esportivas online, que tornam o futebol mais emocionante e potencialmente lucrativo.

Já foi o tempo em que apostas eram consideradas atividades ilegais e eram mal vistas na sociedade. O mundo mudou, e hoje em dia apostar é considerado uma forma de entretenimento como outra qualquer, e até mais que isso, apostar pode se tornar uma profissão se você se dedicar o suficiente.

Neste artigo vamos responder a uma pergunta que muita gente se faz quando falamos de apostas esportivas online: como ganhar dinheiro apostando em jogos de futebol?

Para começarmos já ganhando sua confiança listamos 03 casas de apostas com excelentes ofertas para você criar a sua conta de apostador:

A casa de aposta mais famosa no Brasil, conta com bônus de boas-vindas de R$ 200 para novos clientes. Se você quer apostar na casa onde todos estão, essa é sua hora, faça sua conta nessa gigante européia.

A Sportsbet é reconhecida como a casa do lucro turbinado, onde você consegue ganhar mais em suas apostas usando essa funcionalidade especial para turbinar suas odds. Seu site é considerado por muitos como o melhor do mercado e a empresa patrocina o Flamengo e Watfort.

Com um bônus de nada mais nada menos do que R$ 600 a Dafabet é uma das maiores casas de apostas asiáticas do mundo. Além disso, tem uma gama muito extensa de mercados e patrocina diversos times europeus.

Tem como ganhar dinheiro apostando em futebol?

A resposta para essa pergunta é Sim, é possível ganhar dinheiro apostando com futebol. As apostas esportivas são acessíveis a qualquer pessoa, e as casas de apostas aceitam seu investimento desde que você tenha pelo menos 18 anos de idade, portanto todo mundo pode apostar em futebol e ganhar dinheiro com isso.

Porém, uma outra pergunta se faz necessária quando falamos sobre este assunto: ganhar dinheiro apostando em futebol é fácil? A resposta para essa pergunta é Não, não existe dinheiro fácil nas apostas esportivas.

Se você pesquisar sobre isso na internet vai encontrar diversos sites que prometem dinheiro fácil. Jamais acredite nessa conversa, apostar é uma atividade que exige estudo, dedicação e disciplina se você pretende ganhar dinheiro com as apostas.

Para te ajudar a encontrar o caminho do sucesso nas apostas online, criamos uma lista de dicas que você precisa seguir se quiser se tornar um apostador de sucesso para ter mais confiança e segurança para começar sua carreira.

Tenha consciência de que as apostas são um investimento de risco e que os ganhos são a longo prazo

Você certamente já assistiu corridas nas olimpíadas, ou a tradicional corrida de São Silvestre no final final do ano, então sabe que algumas corridas são curtas, como 100 metros, 200 metros, ou um pouco mais, enquanto outras corridas tem vários quilômetros de distância, as maratonas.

Se formos comparar as apostas esportivas com uma corrida, certamente as apostas seriam maratonas. Isso porque as apostas precisam que você gaste uma grande quantidade de tempo e energia estudando todos os aspectos de cada aposta que você fará, e caso você não faça uma gestão eficiente do dinheiro que você investiu, o resultado pode não ser muito bom.

A gestão de banca funciona como uma maratona, então não adianta você acertar uma aposta com odd 5.00, por exemplo, se você não souber gerir sua banca a longo prazo. Ou seja, o jamaicano Usain Bolt, campeão de corridas rápidas, não se sairia bem em uma maratona.

Quem entra no mundo das apostas atrás de dinheiro rápido geralmente se dá mal, pois não faz uma gestão a longo prazo e acaba perdendo o que investiu na tentativa de ganhar alto. O dinheiro (banca) que você tem investido na casa de apostas precisa ser gerido de forma que você não vá à falência em um fase ruim, e você consiga perder 3 ou 4 apostas sem perder todo o seu dinheiro.

Praticamente todos os apostadores profissionais concordam que você deve apostar no máximo 5% da sua banca em cada aposta, ou seja, se sua banca é de 1.000 reais, você deve apostar no máximo 50 reais em cada aposta. Com essa estratégia você estará protegido na má fase, e vai levantar seus ganhos de forma sustentável.

Estude, se especialize e entenda que "aposta ganha" não cai do céu

As apostas esportivas já estão presentes no mundo todo, então milhares de pessoas já trilharam o caminho que você está começando a trilhar agora. Existem centenas de cursos e muito material online para você pesquisar, estudar e aprender os principais conceitos das apostas esportivas.

Aqui no aposta10 você encontra um curso para iniciantes intitulado "como apostar online", muito completo com tudo o que você precisa saber para começar sua carreira nas apostas, feito por especialistas no assunto. Você só tem a ganhar aprendendo, e há muito o que aprender quando falamos em apostas online.

Para começar a apostar é preciso ter em mente que não existe aposta ganha, absolutamente tudo pode acontecer quando se trata de esporte, principalmente futebol, onde já vimos zebras incríveis acontecendo pelo mundo, e também no Brasil. Quem diria que o Santo André seria campeão da Copa do Brasil contra o Flamengo em pleno Maracanã? Se o jogo fosse hoje, muita gente perderia muito dinheiro achando que esta era uma aposta ganha.

Os mais prudentes (portanto, mais espertos) não caem mais nessa armadilha, pois sabem que nas apostas esportivas é necessário ter disciplina, e mesmo que a aposta pareça impossível de perder, é necessário seguir a gestão de banca para não falir.

A sua chance de ganhar nas apostas em futebol é proporcional ao seu conhecimento sobre o assunto, por isso é importante apostar somente em campeonatos ou ligas onde você tem acesso a informações relevantes sobre ela. É altamente recomendável que você se especialize em uma liga, e evite apostar em muitos campeonatos diferentes.

Se você é um torcedor de um time brasileiro e gosta de acompanhar os campeonatos nacionais, certamente vai saber identificar os padrões deste campeonato. Quais os melhores times, quais times jogam melhor em casa, quais os times têm os melhores ataques e melhores defesas… informações deste tipo são preciosas na hora de apostar.

Apostar em ligas desconhecidas é o mesmo que jogar uma moeda para cima esperando que o resultado seja cara ou coroa, ou seja, um tiro no escuro. Mesmo que você se baseie em sites de estatísticas para apostar, se você não tem informações você pode cair em armadilhas.

Por exemplo, se o time do campeonato coreano tem o melhor ataque, você tende a apostar que o jogo terá muitos gols, mas você não sabe que o treinador decidiu poupar os atacantes naquela partida por questões físicas. Pronto, você acabou de cair em uma armadilha por falta de informações.

Para entender como fazer uma análise completa e efetiva de um jogo de futebol, acesse a área de dicas de apostas do Aposta10 e leia os prognósticos dos nossos especialistas, lá você verá todos os fatores que os profissionais das apostas levam em consideração na hora de apostar.

Escolha uma casa de aposta confiável

Escolher uma casa de apostas pode parecer algo simples, mas é uma decisão que vai afetar toda a sua caminhada nas apostas esportivas, portanto precisa ser feita com cautela. Existem centenas de casas de apostas querendo você como cliente, então use este poder a seu favor e só contrate serviços de boa qualidade.

As casas de apostas funcionam como bancos, você confia a elas o seu dinheiro, e espera ter uma série de vantagens ao contratar o serviço. É extremamente importante que você escolha uma casa de apostas que seja confiável, ou seja, uma casa de apostas honesta que vai cuidar bem do seu dinheiro.

Além disso, é importante que a casa de apostas ofereça a você cotações justas, pois a diferença nas cotações significa dinheiro a menos no seu bolso. Se você ganha uma aposta de 100 reais com cotação de 2.00, você recebe R$200. Se a cotação for 1.90, a mesma aposta te paga R$190, ou seja, você deixa de ganhar 10 reais pela mesma aposta.

O bom atendimento do suporte também é um fator que você precisa levar em consideração. Dê preferência a casas de apostas que tenham chat ao vivo como forma de suporte, e que esse atendimento seja em português. Se o atendimento for 24 horas por dia, é ainda melhor.

Vamos indicar 3 casas de apostas que se destacam nestes quesitos que falamos acima, são três casas de apostas com presença em todo o mundo, e certamente vão te atender muito bem:

Sportsbet io

O Sportsbet.io é um site amplamente conhecido na Europa, principalmente na Inglaterra onde tem patrocínio com o Watford, time da primeira divisão da Premier League. E a casa de apostas chegou ao Brasil patrocinando o clube com a maior torcida do país, estampando a marca na camisa do Flamengo.

As cotações do Sportsbet.io são justas, e a casa tem a promoção de odds turbinadas, onde você consegue aumentar a cotação de uma aposta por dia em cada esporte, aumentando ainda mais seus lucros. O suporte é através de chat ao vivo em português.

Bet365

A Bet365 dispensa apresentações, e não é por acaso que se tornou a casa de apostas número um do Brasil. O número de apostadores brasileiros que usam a Bet365 é enorme, e muitos fatores colaboraram para que isso acontecesse: enorme número de mercados, ampla cobertura dos principais torneios do Brasil e do mundo, site extremamente fácil de usar, cotações justas e muitos outros fatores que ajudam a Bet365 a se manter como número um no Brasil.

Além de tudo isso você pode aproveitar o bônus de boas vindas de 100% sobre o primeiro depósito até 200 reais que a casa oferece para seus novos clientes, então se você ainda não se cadastrou na Bet365, a hora é essa.

Dafabet

A Dafabet já é amplamente conhecida no mundo todo, principalmente no Reino Unido onde tem patrocínio com grandes times de futebol como Norwich, Celtic e Fulham. O site é totalmente confiável e você tem cotações à sua disposição acima dos seus concorrentes, o que significa que você ganha mais dinheiro fazendo a mesma aposta quando usa a Dafabet.

Outra grande vantagem da Dafabet é que ela geralmente não limita os apostadores, como algumas casas de apostas fazem quando você tem um lucro consistente a longo prazo. Se você pretende apostar mais a sério, deveria considerar esta casa.

O bônus de boas vindas é um dos maiores do mercado, você ganha 100% sobre seu depósito até 200 reais, mas com o diferencial de que esse bônus pode ser solicitado 3 vezes, portanto o valor pode chegar a R$600!

Como apostar online em futebol

Apostar online não é nenhum mistério, e apostar online em futebol também é uma questão de prática, a partir do momento que você entender a mecânica, você verá que não é nenhum bicho de sete cabeças.

Quando você entra em uma casa de apostas você se depara com uma série de números decimais, termos diferentes e muita coisa que pode te assustar, mas fique tranquilo que estamos aqui para desvendar esse mistério para você.

Vamos usar a partida entre Juventus e Milan, pelo campeonato italiano, como exemplo para você entender melhor como se faz uma aposta. Na imagem abaixo você vê as cotações disponibilizadas pela Bet365 para essa partida.

3.40 (odd) 3.50 (odd) 2.05 (odd)
para a vitória do Milan; para o empate; para a vitória da Juventus.

Para calcular quanto você ganha com cada aposta, basta multiplicar a cotação pelo valor apostado. Por exemplo, se você apostar 100 reais na vitória do Milan, e o Milan vencer o jogo por qualquer placar, você receberá 340 reais (sua aposta vezes a cotação). Se o Milan não ganhar o jogo, você perde seus 100 reais.

Valor Investido Fator Multiplicação Valor Ganho
R$ 100 na vitória do Milan vezes sua cotação de 3.50 R$ 350 é o resultado do seu ganho

Mas o mundo das apostas é bem mais amplo que acertar a vitória de time A ou time B, então vamos listar aqui os principais mercados que você pode apostas, e explicar rapidamente como funciona cada um deles.

Mais/Menos gols

Nesse mercado você precisa prever quantos gols serão marcados em uma partida, independente de quem vai marcá-los. Geralmente a casa de apostas oferece o número 2.5 para regular as apostas, isso significa que você precisa responder se o jogo terá mais de 3 gols marcados, ou menos de 3 gols marcados. Temos um artigo muito interessante sobre quando apostar em mais de 2.5 gols.

Ambas as Equipes Marcam

Aqui você precisa apostar se os dois times vão marcar pelo menos um gol na partida. Se você responder que Sim, o jogo precisa ter um placar como 1x1, 2x1, 5x2, ou qualquer outro placar onde os dois times balancem as redes ao menos uma vez, não importa quem vença o jogo.

Empate anula a aposta

Neste mercado você aposta em qual time vai vencer, mas eliminamos a possibilidade do empate. Caso o jogo termine empatado, a casa de apostas devolve seu dinheiro. Você só perde a aposta se o time contrário ao seu vencer a partida.

Intervalo (HT)

Você também pode apostar em qual será o resultado apenas do primeiro tempo. Se você conhece uma equipe que joga muito bem no primeiro tempo, mas depois não se garante, esse é um bom mercado para você, pois não interessa como o jogo vai terminar, apenas o primeiro tempo é considerado para a resolução da aposta.

Melhores sites de apostas para apostar em futebol

Na hora de apostar em futebol você precisa escolher uma boa casa de apostas para esse esporte, pois é importante que você tenha as melhores condições possíveis para fazer suas apostas. Vamos listar seis casas de apostas que te oferecem os melhores serviços disponíveis no ramo das apostas online em futebol:

Nessa casa de apostas você tem tudo o que precisa para apostar em futebol, desde cotações justas até apostas disponíveis em praticamente todas as ligas do mundo. Dificilmente você encontrará uma partida de futebol profissional que não esteja disponível para apostas na Bet365.

A Sportsbet chegou com tudo ao Brasil e dá atenção especial ao apostador brasileiro. Além de ter muitos mercados e ótimas cotações, você também tem a oportunidade de aumentar suas cotações através das odds turbinadas, o que significa mais dinheiro na hora de receber seus ganhos.

Se você comparar a Dafabet com seus principais concorrentes, vai perceber que as cotações são muito interessantes, além de ter bastante mercado nos grandes jogos da Europa. A Dafabet é uma casa de apostas tradicional na Europa, então pode confiar nesse site de olhos fechados.

A Bodog é um site que chegou ao Brasil e já patrocinou a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste, mostrando que veio pra ficar. O site é excelente, e oferece um serviço de primeira, além de um ótimo bônus de boas vindas.

Especializada em handicap asiático, método de apostas muito apreciado entre os apostadores brasileiros, a 188BET investe pesado no seu produto, e também oferece um bom bônus de boas vindas para novos clientes.

A Rivalo é uma excelente casa de apostas que tem um site muito rápido e eficiente, além de disponibilizar uma aplicativo para celular. O grande destaque da Rivalo é seu bônus de boas vindas que pode chegar a incríveis R$777 no primeiro depósito.

Campeonatos que você pode apostar

As principais casas de apostas cobrem praticamente todos os campeonatos de futebol do mundo, desde os maiores como a Premier League na Inglaterra, e a Liga dos Campeões da Europa, até a terceira divisão do campeonato do Vietnã. Se é futebol profissional, pode ter certeza que as principais casas de apostas cobrem.

Na Bet365 por exemplo, as competições são divididas por continentes, e em um dia normal (este artigo está sendo escrito em uma segunda feira) este é o número incrível de campeonatos disponíveis para apostas somente na Europa:

Aqui no Brasil os campeonatos também ganham bastante destaque, tais como Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, mas também temos cobertura de eventos de menor expressão, como campeonatos estaduais, e torneios de divisões de base como a Copa São Paulo de Futebol Júnior. A Sportsbet io tem cobertura especial sobre os torneios regionais brasileiros, mas se quiser apostar em qualquer canto do mundo você também encontra por lá e tudo ordenado por ordem alfabética.

Dúvidas frequentes sobre como apostar em jogos de futebol?

> É possível viver de apostas em futebol?

Sim, é possível se tornar um apostador profissional, porém tenha em mente que isso não é nada fácil. Para se manter lucrativo a longo prazo nas apostas é preciso muito estudo, dedicação e disciplina, ou as chances de sucesso são mínimas.

> Como identificar um bom site de apostas?

As melhores casas de apostas oferecem cotações boas, sites bem feitos e uma quantidade ampla de mercados para você escolher. Em hipótese alguma aposte em bancas físicas, além de serem ilegais, não dispõem dos mesmos recursos das casas de apostas online.

> Quais são os melhores sites de apostas do Brasil?

Existem várias opções no mercado e você pode escolher a que mais te atende, mas aqui recomendamos fortemente que você visite a Bet365, o Sportsbet.io e a Dafabet, pois são alguns dos melhores sites de apostas online do mundo, e conhecemos e sabemos que são confiáveis.

> Como ganhar dinheiro fácil apostando em futebol?

As chances de você ganhar dinheiro fácil com apostas são as mesmas de ganhar na Mega-Sena, ou seja, é quase impossível. Apostar exige que você estude muito e se esforce para se manter lucrativo a longo prazo.

> Quais sites de apostas têm as melhores cotações?

A Dafabet é uma casa que oferece ótimas cotações comparadas às demais, então vale à pena fazer cadastro por lá para aproveitar as cotações. Betfair e Pinnacle também têm boas cotações, além do Sportsbet io que tem a promoção de odds turbinadas.

  • Facebook
  • Twitter
  • Email
  • Whatsapp
  • Mais

Tu és, segundo o teu CV, "coaching methodology analyst". O que é isto?
Analista de metodologia de treino.

E o que é isso?
O adepto normal não deve conhecer. Temos de dar nomes às coisas que são novas e na parte da análise existe um pouco essa dificuldade. Há "performance analyst", "opposition analyst". em Inglaterra eles preferem a especificação de determinadas funções. Ser analista de metodologia de treino tem a ver um pouco com tudo, porque o grupo [City] tem crescido imenso e o grande tónico é o "beautiful football". Querem implementar o futebol bonito nas várias equipas do grupo, utilizando a grande bandeira do Manchester City, que é a imagem, a referência, de todo o grupo. Faço também a parte de 'surveilance', de supervisão, que é toda a monitorização de equipas de referência, para retirar melhores exemplos para o clube em termos da filosofia que tem. Ou seja, ataque posicional.

Qualquer equipa do mundo?
Sim, qualquer equipa do mundo. A minha mulher costuma dizer-me que passo 24 horas a ver futebol [risos]. Acaba por não ser verdade, mas traduz a ideia geral.

Diria que é quase um emprego de sonho.
Sim, é bom, porque tenho uma visão bastante holística das coisas e isso permite-te experienciar várias culturas e perceber que o futebol é sentido de forma diferente nos diversos sítios, seja Austrália, Nova Iorque, Inglaterra. O futebol tende a ser sentido de forma diferente, mas a visão do grupo, em termos globais, é fenomenal. O objetivo é ter uma identidade, uma filosofia comum, que seja parecida em todos os clubes.

Portanto, tu és um analista de metodologia de treino, mas, para ti, és o quê?
Eu sou treinador.

Era a resposta que esperava.
Sou um treinador especializado na parte da análise. Hoje em dia, quando vou a formações, uma das perguntas que me fazem mais é: "Como é que eu consigo ser analista?" Primeiro que tudo, as pessoas tem de perceber que a análise não é uma coisa que se compra num supermercado, não é tirar um curso para ser analista. Sim, é importante ir a formações e perceber, dentro das referências que já existem, das pessoas que estão no mercado, quais é que são as sensações que se tem, mas tu vês hoje em dia que as pessoas, sejam elas engenheiras, professoras, enfim, o mercado mostra que as pessoas que têm paixão pelo jogo não interessa o background que têm em termos profissionais, o que interessa é efetivamente terem essa paixão pelo jogo e procurarem entender os momentos do jogo e perceber o porquê das coisas. Eu sou um inquieto pelo porquê das coisas, desde muito novo. Sempre tive a paixão pelo jogo e pelo futebol, e é curioso que, aos 16 anos, comecei a orientar a minha profissão não para ser jogador mas para treinador, pela inspiração que fui tendo de Mourinho na altura. Aquilo despertou em mim um interesse imenso por toda a gestão e liderança que é preciso ter num plantel. Em vez de sonhar ser jogador, sonhei ser treinador.

Mas um miúdo não sonha ser analista. Primeiro jogador, depois treinador.
É assim, eu sempre tive a oportunidade de experimentar vários desportos, nunca me focalizei num, enquanto jogador.

Ou seja, eras mau jogador de futebol.
[risos] Não era mau, mas não me especializei o suficiente para isso. Não considero que tenha maus pés. Na altura, muitos amigos meus sonhavam em ser jogadores, mas eu não, eu queria ir pelo lado do treino. Fascinava-me o porquê daquilo. Como é que se fazia determinadas coisas. Porque o que tu vês na televisão é o produto final. As pessoas normalmente vão à procura apenas do produto final. Eu sempre tive esta vontade de perceber mais. E eu sou treinador - a questão é que, para chegar, um dia, ao mais alto nível no futebol, tenho de ter as bases bem solidificadas, caso contrário. Pessoas que não tenham passado pelo jogo por dentro, têm de ir procurar conhecimento. São muitas horas a ver futebol, jogos e treinos. São muitas horas a perceber efetivamente aquilo que é o jogo. Mas depois, lá está, tudo depende do carisma que as pessoas têm, da forma como sabem liderar os processos e o grupo, portanto é um caminho que é preciso percorrer com calma. Acima de tudo, nunca fui muito apressado na minha vida. Tive noção que, obviamente, por questões culturais, uma pessoa tem de se formar, tem de tirar um curso, mas procurei logo orientar o meu percurso académico, caso contrário teria ido para professor de educação física, mas não, quis ir para o mestrado de treino desportivo. Ou seja, eu já sabia aquilo que queria, desde muito novo. Na altura, como te disse, tive como inspiração o Mourinho e, mais tarde, na faculdade, envolvido na associação académica, convidei o Villas-Boas a ir lá fazer uma palestra e depois em conversa com ele perguntei-lhe: "Mister, o que é que efetivamente é necessário? Porque o mister não foi treinador." E ele disse-me: "João, o melhor que fiz foi procurar na análise aquilo que não tive enquanto jogador". Isso já fez 'match' com aquilo que eu vinha a pensar, porque eu na altura da faculdade já fazia as minhas análises, já ia fazendo algumas publicações até, e isso sempre me fascinou.

Já estavas ligado a alguma equipa?
Sim. Quando tinha 19 anos comecei logo nos infantis da Académica, a acompanhar o treinador que lá estava.

No campo?
Sim, no campo. Depois, quando acabei a licenciatura em Coimbra, eu e dois colegas de faculdade lançámo-nos no desafio de escrever cartas para todos os clubes da I e II Ligas, a dizer que éramos recém-licenciados e queríamos entrar na análise por isso disponibilizávamo-nos para isso, mesmo que fosse só em estágio. Tivemos sorte porque, na altura, quando o Jorge Costa entra na Académica, o diretor desportivo perguntou na faculdade ao professor responsável pelo futebol, o professor António Figueiredo, se havia alguém da faculdade para ir para lá, e ele sabia que nós tínhamos enviado essas cartas. Antes tínhamos sido chamados ao Varzim e tivemos lá uma reunião, mas a mentalidade não.

Não fez 'match'.
[risos] Exato, não fez 'match'. Mas tivemos a sorte de apanhar aquele projeto na Académica, que foi implementado na altura com o software SportsCode, no qual tivemos formações. E pronto, entrámos na Académica nessa altura, com o Jorge Costa como treinador, mas estávamos mais ligados ao adjunto, ao Vírgilio Fernandes, que foi quem nos ajudou, digamos assim, a entrar no mundo profissional. Eu balanceava a análise na primeira equipa da Académica, de manhã, com o cargo de adjunto nos juniores, à tarde. Fiz isso até ao meu terceiro ano de Académica e no último ano estive com o Vítor Severino [atual adjunto de Luís Castro, no Chaves] nos sub-23, em vez de estar nos juniores, continuando sempre com a análise na primeira equipa - e nesse ano ganhámos a Taça de Portugal, com o Pedro Emanuel. Fomos à Liga Europa, foi uma experiência tremenda, porque vivenciei de perto aquilo que é ter competições europeias e jogar quinta e domingo e ter de preparar esse trabalho. Acho que as pessoas nem têm bem noção daquilo que é a análise e as horas que nós passamos nos bastidores a preparar a informação para o treinador e, posteriormente, para os jogadores. Isso é algo que na cultura portuguesa ainda. as pessoas já começam a perceber, mas ainda não têm realmente noção.

Os teus colegas que também enviaram a carta ainda estão no futebol?
Eram dois colegas, o João Teles e o João Veloso, mas infelizmente já não estão no mundo do futebol. Fui o único que me fui segurando. Há uma expressão para mim que é muito importante, fruto também das questões familiares, porque perdi o meu pai com 20 anos, exatamente no momento em que estou a terminar a licenciatura. Sempre tive esta força intrínseca muito grande de não desistir das coisas seja pelo que for. Lá está: essa força que tenho, essa garra que normalmente me caracteriza por onde vou passando, é mesmo vontade de lutar por aquilo que quero. Acho que se nós um dia pensamos e vemos que há pessoas a lá chegar, ao alto rendimento, e a ter sucesso, por que razão não havemos de sonhar também? Há muito esta dificuldade nas culturas portuguesa e espanhola, nas culturas mais latinas, normalmente não se aproveita muito bem as pessoas mais novas. Mas tens casos como o da Alemanha, em que o treinador do Hoffenheim [Julian Nagelsmann] assume a equipa principal com 29 anos - e tem o sucesso que tem. Portanto, acho que é mesmo uma questão de mentalidade. Infelizmente, aqui em Portugal, vivemos muito da crítica não construtiva. Eu vou sempre muito pela parte construtiva, porque quero sempre aprender alguma coisa no que faço. Acho que diariamente isso é um bom desafio e consegues ver sempre alguma coisa nova. Vês um jogo na Austrália, por exemplo, e vês sempre alguma coisa nova, no tipo de abordagem que têm. O trabalho que estou a desenvolver permite-me isso, é motivo diário para estar sempre a aprender.

No início, que tipo de análise fazias? Da própria equipa ou dos adversários?
A grande bandeira, digamos assim, da análise é reduzir a complexidade que está inerente ao jogo, ou seja, tu tens de perceber, ao máximo, primeiro, aquilo que és como equipa, quais são os teus princípios, e, depois, ir procurar no adversário algo que possas identificar e trazer, entre aspas, como vantagem para quando vais para o jogo poderes atacá-lo por ali. Ou seja, se identificas uma debilidade, então vamos por ali. Preparas a semana de treinos também em consonância com isso. Tens a tua identidade, tens a tua filosofia, tens a tua maneira de treinar, mas se tiveres informação do adversário também ajuda. É a mesmo coisa que ires para uma batalha: se eu souber como é que o adversário me vai atacar, então eu já sei como é que me posso defender e como é que o vou atacar a ele. Isso hoje em dia penso que já está implementado de forma mais geral. Na altura, na Académica, eu analisava sempre mais o adversário, que tipo de adversário é que iríamos defrontar. Obviamente ia aos jogos da Académica, mas foram muitos quilómetros em Portugal, a andar de um lado para o outro, do Algarve ao norte, sempre a ver jogos ao fim de semana. Claro que as questões familiares ficavam um pouco em stand by na altura, mas tenho o apoio incondicional da família, porque eles sabem a pessoa que sou e o que quero. Infelizmente perdi o meu pai de forma repentina, mas respirei muito daquilo que ele era: uma pessoa de garra, de crer, de lutar pelos sonhos. Acho que temos de ser assim. Acho que nós aqui em Portugal muitas vezes não sonhamos. Foi por isso que depois me lancei para o Qatar. Sou, entre aspas, um inquieto, pela vontade que tenho de aprender mais, e senti que na Académica não existia valorização do trabalho, porque nós éramos os miúdos que filmavam os jogos. As pessoas não percebiam que nós éramos muito mais do que isso. Chegámos a ter uma história curiosa com uma pessoa lá do clube que nos veio pedir para filmarmos as escolinhas Briosa, para fazer um DVD e oferecer aos miúdos. Quer dizer, nós tivemos de explicar que apesar de termos um gabinete com câmaras de vídeo, não éramos os responsáveis por fazer vídeos. As pessoas pensam que somos especialistas em informática, mas não, nós somos especialistas no jogo e é isso que analisamos.

João Nuno Fonseca tem 29 anos e é analista do City Football Group há mais de um ano

As formações que dás sobre a análise são mais viradas para o "como fazer" e com que programas fazê-lo, assumindo que as pessoas já sabem do jogo? Ninguém pode ser analista sem perceber antes o jogo.
Costumo dizer que acredito no estabelecimento dos "comos" em função de quem tens à tua disposição. Ou seja, as pessoas querem ser analistas. Então como é que vão ser? Primeiro, é preciso perceber quem são, o que sabem enquanto profissionais ou amadores do desporto. Têm de perceber as suas valências dentro do futebol. Agora, se eu chego em branco e quero analisar um jogo, então vamos ter de começar pelo início: partir o jogo e perceber os momentos do jogo. Depois temos então as ferramentas que nos auxiliam - apesar de não sermos especialistas em informática - a passar a informação ao treinador e aos jogadores, da forma mais simples e objetiva possível, porque hoje em dia também temos de acompanhar o ritmo da tecnologia. Por exemplo, o Hoffenheim, já tem uma tela gigante nos treinos. Esse acompanhamento tecnológico também tem de ser feito.

Essa tela é um sonho para um analista?
Para mim, como treinador, é um objetivo ter algo assim. É óbvio que tudo depende das condições dos clubes, mas o auxílio de uma imagem vale mais do que mil palavras. Dares um feedback com uma imagem, juntando isso à parte verbal, vale muito mais do que só estares a explicar verbalmente ao jogador aquilo que aconteceu em determinado exercício. Hoje em dia, filmando e apresentando isso, seja numa tela, num tablet ou o que for, conseguimos ter noção das coisas logo no terreno do jogo e isso traz vantagens porque entra muito mais depressa do que só o feedback verbal.

Já conseguiste pôr essa instantaneidade em prática?
Não. Já tentei, tentei partir pedra - não na posição que tenho agora, que é mais de 'backstage' -, mas por vezes é muito difícil face às condições de trabalho que existem. Tens realidades em que tens tudo, mas tendo tudo, muitas vezes não existe essa mentalidade de querer dar mais um passo, e tens outros sítios em que não tens nada e muitas vezes as pessoas até querem fazer mais. É curioso que esse projeto do Hoffenheim é algo de que já tinha falado antes, mesmo que fosse só com um tablet a passar logo ali para o treinador a informação relevante - porque às vezes é interessante para identificar alguma coisa e mostrar aos jogadores.

Falaste disso na Académica?
Sim. Portanto já foi há uns. seis ou sete anos, numa época em que passar informação de um computador para um tablet se calhar não era tão fácil como hoje em dia. Essas dificuldades tecnológicas e a falta de condições às vezes não nos deixam implementar as ideias que temos. Mas isso também foi o que me motivou a querer dar mais um passo e conhecer novas realidades e ir para uma cultura que é tremenda. Foi uma aventura ir sozinho para o Médio Oriente. Foi uma emoção muito forte. No dia 1 de janeiro de 2014, ainda o sol não tinha nascido aqui em Lisboa e já estava a levantar voo para ir embora. Quando vês o país pela janela do avião, sentes algo inexplicável. Acho que só quem é emigrante é que sabe o que isso é. Obviamente vêm todos os pensamentos à cabeça e é preciso ter uma grande força de vontade para conseguires olhar para as coisas e continuares no teu crescimento. Acho que existe um pouco esse medo, aqui em Portugal. Medo, acima de tudo, da palavra "arriscar".

Como foste parar ao Qatar?
Lancei-me. Na altura havia uma vaga na Academia Aspire, para o departamento de scouting, na vertente de análise do jogo, e candidatei-me. Eles estavam à procura de uma pessoa que tivesse uma visão mais qualitativa do jogo e eu enquadrei-me nesse perfil. Porque eles já lá tinham dois analistas ingleses, que eram muito mais virados para os aspetos quantitativos, de toda a parte estatística, por isso queriam uma pessoa que implementasse no departamento uma visão qualitativa do jogo. Tive a sorte de poder ajudar a construir o departamento nessa vertente, nos "porquês" e nos "comos". Foi curioso, porque eu chego ao Qatar e à Aspire e peço para saber como é que as equipas da academia jogavam. Eh pá e eles entregam-me um relatório de 30 ou 40 páginas a dizer que aquilo eram as equipas. Era só números e campogramas com passes, dados Prozone. Olho para aquilo e começo a pensar: "O que é isto?" Porque na cultura portuguesa também já existe esse lado quantitativo, mas não em massa. Nesse momento é que percebi bem qual ia ser a minha função. Ajudei a construir algo de base que hoje em dia ainda está lá, sei que deixei lá o meu dedo na parte mais qualitativa e de interpretação do jogo, que não existia. Isso deixa-me contente, porque consegui deixar algo num sítio onde esse conhecimento não existia.

Num sítio onde há treinadores de tantas nacionalidades, dá para sentir diferença entre o conhecimento dos treinadores portugueses e dos outros?
É assim, acho que partilho isto com muitas pessoas portuguesas lá fora: o treinador português, neste momento, é olhado de forma completamente daquilo que era há 15 anos. Muito pelo sucesso que os treinadores portugueses têm tido pelo mundo fora. Sinto que existe atualmente esse respeito e essa consideração, e isso é importante, porque há na Aspire uma multiculturalidade enorme. No meu departamento, se não estou em erro, éramos 12 pessoas de nove nacionalidades diferentes. Portanto, imagina o que é, diariamente, teres de ser resiliente ao ponto de teres de te adaptar constantemente à situação. Foi muito gratificante poder comungar e absorver maneiras diferentes de ver o futebol. Acho que isso enriquece muito as competências de uma pessoa.

Vive-se bem em Doha?
Muito bem. É assim, para mim, qualidade de vida é aquilo que temos em Portugal, para te ser honesto. Porque aqui tens tudo: respiras ar puro, tens mar, tens montanha, tens neve. Lá só tens calor. Para as pessoas que gostam de calor é um sonho. Tens alguma qualidade de vida, sim, e gostei de viver lá, mas sinto que o Qatar é mais um sítio que, independentemente das suas limitações, ajuda as pessoas a sonharem. Depois tens de ter capacidade de perceber o que é qualidade de vida, para ti. Para mim, como disse, ter qualidade de vida é ter um sítio onde possa respirar ar puro e possa andar de bicicleta. Lá era deserto e areia, com altas temperaturas. Cheguei a ter o carro à sombra com 53 graus. E o ar muitas das vezes é irrespirável. E isso também traz consequências em termos de saúde. Acho três anos chegaram para poder dar mais um passo em frente, que foi este passo do City.

Mas voltaste de lá rico.
Voltei uma pessoa mais enriquecida. Se calhar não tanto assim a nível monetário como as pessoas idealizam, porque as pessoas pensam que nós vimos de lá cheios de petrodólares, mas não. Obviamente que se ganha outro conforto financeiro que não se tem cá em Portugal e que te permite iniciar uma vida de forma mais desafogada. Mas considero que vim bem mais rico em termos de conhecimentos, por ter sentido e vivido essa multiculturalidade que existe ali. E não só. Repara: eu vivia em determinado sítio em Doha, ia de férias a Portugal e já sabia que quando regressasse a Doha já não ia para casa pelo mesmo sítio, porque aquilo está em evolução constante, é uma loucura.

As equipas do Guardiola habitualmente passam algum tempo em estágio por lá, assim como outras equipas europeias. Ver esses treinos e jogos na Aspire foi do melhor que tiveste por lá?
Obviamente que essa parte fascina qualquer um, mas sinto que o que me agradou mais foi o último ano, quando estive integrado na seleção de sub-19 do Qatar, liderada pelo Óscar Cano, em que inclusivamente o Xavi Hernández estava muitas vezes connosco. Aportei muito do conhecimento no qual acredito no futebol. Acho que isso é o grande balão de oxigénio que trago do Qatar. Tive a oportunidade de privar na primeira pessoa com duas pessoas de referência no futebol: o Óscar e o Xavi.

Leste a entrevista que o Xavi deu à "So Foot"?
Claro. Aí vês a forma como ele ou como eles vivem o futebol, de forma simples. Eu já acreditava muito nisso, porque tive oportunidade na Académica de estar com o professor José Guilherme, ainda que por pouco tempo, e logo aí percebi aquela visão do futebol. No Qatar, trabalhar com o Óscar e com o Xavi, também porque o Xavi queria absorver muito daquilo que o Óscar é, como pessoa e como treinador. Foi fenomenal. Mas depois na altura não nos conseguimos qualificar para o Mundial sub-20 e foi aí que senti que devia dar mais um passo em frente.

Como surgiu a entrada no grupo do City?
Surgiu o contacto com as pessoas do grupo e comecei a trabalhar em fevereiro de 2017.

Agora não te sentes demasiado longe do campo?
Sinto-me longe e ao mesmo tempo perto. Porque consegues viver, lá está, maneiras diferentes de sentir o futebol de diversos sítios do mundo. E vais procurar, para o grupo, as referências que também são as tuas referências enquanto treinador, e isso acho que é um trabalho que me enriquece muito em termos de perceção daquilo que é o jogo. Eu hoje em dia consigo ir ao meu computador e ter uma base de dados onde. Vamos imaginar: quero ver uma confrontação de sistemas entre uma equipa que jogue num sistema de 3-5-2 contra uma equipa de 4-3-3. Depois de muitas e muitas horas de observações anteriores, já tenho isso pronto com apenas um clique. E consigo retirar facilmente esses exemplos e se quiser um dia mostrar isso a alguém, já tenho isso referenciado. Como te disse, não sou uma pessoa que anseia ir rapidamente seja para onde for, para chegar à 1ª Liga ou à 2ª Liga. Acho que as coisas têm de ser feitas com calma e com sustento, em termos de conhecimento. É óbvio que o futebol é muito imprevisível e eu não sei se amanhã alguém me liga a dizer que querem que assuma um projeto. Nunca se sabe.

E se te ligassem amanhã da Académica para ires treinar a equipa?
[risos] Teríamos, obviamente, que falar, mas seria uma coisa fantástica. Existir essa mentalidade de perceber que existem pessoas com determinadas competências, independentemente da sua idade, pessoas capazes. Ficaria muito surpreendido se isso acontecesse cá em Portugal, porque não é fácil, hoje em dia, os corpos dirigentes fazerem isso. Custa-me, por um lado, porque sinto que já tenho capacidades para poder implementar muita coisa, mas, por outro lado, acho que ainda não existe essa mentalidade por parte de quem gere as instituições.

Achas que conseguirias efetivamente pôr em prática o conhecimento que já adquiriste? Porque até agora se calhar estiveste mais afastado do treino, da operacionalização da teoria.
Sim. Eu tendo já o nível III, já me permitiu pensar e preparar muita coisa em campo.

Normalmente a progressão habitual, em Portugal, é um treinador começar na formação, ir pondo em prática as suas ideias, ir experimentando coisas a ver o que funciona e depois ir subindo. Tu tens um percurso algo diferente, por estares mais nos bastidores.
Sabes que a inspiração que tenho, e a referência que tenho também, porque também passou por esse lado de analista, é o André [Villas-Boas]. Era analista e passou para o treino - e teve sucesso. Sinto que a progressão natural será, possivelmente, integrar a equipa técnica de alguém que acredite nas mesmas ideias e depois poder entrar como treinador principal, no futebol de alto rendimento. Agora, repara, o Julian Nagelsmann, no Hoffenheim, assume a equipa principal com 29 anos. Tudo bem que antes já estava nos juniores do clube, mas assume os seniores e consegue operacionalizar com jogadores de 33 anos. O miúdo está ali a comandar o barco e consegue fazê-lo. Acho que esse acreditar por parte de quem gere o futebol é que é mais difícil aparecer. Das duas, uma: ou conhecem muito bem a pessoa e sabem que vão dar valor e apoiar, ou aquilo não corre bem porque não é qualquer pessoa que consegue assumir um projeto desse nível. Sinto que a progressão natural poderá ser esta e adoraria, obviamente, replicá-la.

Achas que os dirigentes em Portugal já têm noção das pessoas que são necessárias para uma equipa técnica ter sucesso? Hoje em dia, o treinador já não consegue quase nada sozinho.
Não sei. O que sei é que um dirigente tem de ter a noção clara de que quando contrata um treinador ou uma equipa técnica, contrata uma ideia. Percebes? Uma forma de ver o jogo. Eu, como treinador, tenho a minha filosofia de jogo e é isso que quero ver a acontecer em campo. Sou uma pessoa muito intransigente no sentido de querer a minha ideia. Se eu defendo e gosto de um jogo posicional em posse, eu vou lutar por isso. Tu vês exemplos disso na 2ª Liga, no Campeonato de Portugal, em Espanha, de equipas até de futebol amador a praticarem um futebol muito interessante. Isso é gratificante para um treinador. Agora, os dirigentes também têm de ter a capacidade de perceber que um treinador tem uma determinada ideia e essa ideia leva o seu tempo a ser implementada. Olha o exemplo do Chaves. Começou o campeonato de uma forma pouco positiva, em termos de resultados, e agora vê onde está [7º lugar da 1ª Liga]. Acreditou-se no treinador, acreditou-se na ideia. E no Rio Ave a mesma coisa. Porque o mais fácil é despedir o treinador, despedir essa ideia positiva e fecharmo-nos cá atrás na defesa. Mas o bonito do futebol é ver essas sensações positivas, é esse o futebol que as pessoas gostam de ver.

Voltando ao teu trabalho enquanto analista: vês os jogos pelo computador ou vais ao estádios vê-los ao vivo?
95% do trabalho é feito através do computador. Hoje em dia digo que a internet é a minha melhor amiga, porque recebo todos os jogos e toda a informação que vou trabalhar durante a semana por aí. É óbvio que vou a Inglaterra e já lá estive a ver vários jogos, mas numa perspetiva não tão de impacto direto como têm os analistas ligados aos treinadores. Eu estou na parte mais metodológica do projeto. Como construir, tendo como referências um exemplo. Vamos imaginar, no modelo do Manchester City, ver como é que na 1ª fase de construção o City joga.

E depois mandas isso para o New York, por exemplo?
Ficamos com essas referências que suportam as ideias do grupo. Mas também vemos outras equipas que os treinadores têm como referência, porque há muitas equipas noutras culturas a jogar esse tal "beautiful football" pretendido pelo grupo, para depois ter em base de dados.

Então não é indispensável para um analista ver um jogo ao vivo?
É assim, depende da forma como o analista entende o jogo. Eu sou muito de sensações. Tendo uma boa filmagem, em ângulo aberto, quase não necessitas de ir ao jogo, consegues fazer o trabalho com uma boa filmagem. Mas se me disseres que tenho de ir ver o Bayern de Munique ao vivo, aí eu percebo logo porquê: a filmagem que eles fazem lá é num plano mais baixo e mais fechado. Mas isso também pode ser uma estratégia por parte do clube, não sei. Respondendo à tua pergunta, depende dos recursos que tens. Em Inglaterra, na 1ª e 2ª Ligas, a Premier League tem um servidor que tem todos os jogos em ângulo aberto. Todos. Ou seja, qualquer analista de um clube consegue ter acesso aos jogos dos vários clubes, não necessitam de se deslocar fisicamente ao campo do adversário.

Relativamente à transmissão da informação retirada da análise, costumavas passá-la ao treinador ou diretamente aos jogadores? E a informação é mais micro ou global?
O planeamento é determinante. Independentemente de estares na Liga dos Campeões, na Liga Europa ou até mesmo só no Campeonato Nacional, tens de ter um bom planeamento. Porque se começas a 1ª jornada, por exemplo, contra o Rio Ave, tu já tens de estar a preparar a 4ª jornada contra o Benfica. O teu planeamento tem de ser adequado para te adaptares ao contexto que vais ter. Obviamente que depois depende de treinador para treinador. Há treinadores que gostam de muita informação, há treinadores que gostam já de ver coisas mais objetivas, do género, eu analiso quatro jogos e só apresento ao treinador a informação essencial para que prepare a semana de trabalho. Isso tem de ser sempre feito de acordo com a ideia do treinador. Depois preparas essa informação e podes apresentá-la aos jogadores. Eu acredito na apresentação de informação faseada. Se tu, no início da semana de trabalhos, vais preparar mais a estratégia ofensiva, tu se calhar vais ter de apresentar aos jogadores o que é a parte defensiva do adversário, porque é essa que vais defrontar mais. Se nós jogamos em 3-5-2, por exemplo, eu vou tentar mostrar aos jogadores como é que o próximo adversário se vai defender contra isto, se tiver exemplos contra um 3-5-2, tanto melhor. Porque, hoje em dia, tens de chegar a um jogador de forma objetiva, não podes apresentar 20 minutos de jogo, em vídeo, a um jogador.

Ele não vê.
Não vê. Vê os primeiros dois minutos e depois já começa a ver as moscas que estão na sala. Tens de arranjar estratégias que se adaptem às culturas que se vivem nos clubes. Se calhar tens jogadores que nem gostam de reuniões e podes mandar-lhes a informação por Whatsapp, também acontece. O treinador envia um vídeo de 30 segundos para lhe dizer que ele vai encontrar aquilo no jogo e muitas das vezes aquilo fica na cabeça e rapidamente chega ao jogador, de uma forma menos tradicional.

Portanto agora estás mais nos bastidores. E depois qual é o teu próximo objetivo?
Eu estou agora a aproveitar o momento, a aproveitar o facto de estar ligado a um grande grupo.

Estás ligado por quanto tempo?
É um contrato renovável de época a época, portanto é uma fase de alguma indefinição em termos profissionais. Não sei aquilo que virá. Mas, lá está, as pessoas que trabalham no futebol já vivem com essa ideia: nunca sabemos o dia de amanhã. Eu sou exemplo disso e a minha família também já sabe como as coisas são.

Estás a morar em Portugal?
Estou a morar em Portugal e vou todos os meses a Inglaterra. Vou aproveitando esta oportunidade e o futuro é imprevisível, mas gostava mesmo muito de passar para o campo e ter essa oportunidade de sentir o cheirinho da relva novamente, porque já desde os tempos da seleção do Qatar que não a sinto.

Para quem gosta da ideia de jogo do Guardiola, é especialmente gratificante trabalhar para este grupo?
Acordas sempre sabendo que vais aprender qualquer coisa e isso é motivante, é o teu café da manhã, digamos assim. A mim apaixona-me todos os dias poder estar a trabalhar em algo em que acredito. Trabalhar de acordo com ideias com quais concordas é muito gratificante e teres exemplos de uma pessoa que é uma referência mundial no futebol é fantástico.

Que equipas gostas de ver?
Em Portugal?

Tanto faz.
Em Portugal gosto de ver o Chaves e o Rio Ave.

Só?
Sim. Posso dizer que são as duas equipas em Portugal que me fazem ligar a televisão no fim de semana para ver o que estão a jogar. Acho que são duas equipas que transmitem e que procuram fazer aquilo de que verdadeiramente gosto no jogo.

Para um adepto normal será estranho ouvir isso.
Acredito que sim. Porque o adepto normal gosta de ver a sua própria equipa, é diferente. Eu já há alguns anos que consigo perceber aquilo que efetivamente gosto de ver, aquilo que me inspira, de exemplos bons. Depois tens equipas em Espanha, o Bétis, por exemplo, o Hoffenheim, na Alemanha, o Nápoles, em Itália, o Shakthar Donetsk, que é uma referência muito grande, o Paulo está a fazer um trabalho incrível e lá está, é mais um exemplo que o treinador português consegue fazer coisas impressionantes.

Em Portugal podemos falar muito bem dessas equipas, ou da competitividade que há em Inglaterra, por exemplo, mas depois quando as equipas portuguesas tentam efetivamente jogar, como o Chaves e o Rio Ave, como dizias, há quem critique a opção, quando ela não corre bem.
Eu acho que isso deve ser uma grande lição para as pessoas, porque em contextos mais humildes consegues efetivamente pôr em prática as tuas ideias e consegues jogar bom futebol. Tu teres uma equipa que jogue da forma em que acredita, independentemente de jogar contra os três grandes. Vais ao Dragão jogar com o Porto e podes levar três ou quatro, mas jogas aquele futebol que efetivamente queres e gostas. Acho que falta muitas das vezes essa capacidade dos treinadores para fazer isso. É uma lição.

Por exemplo, contra o Sporting, o Rio Ave apresentou um sistema diferente em organização defensiva, com uma linha de cinco atrás.
Por acaso não vi esse jogo. Mas tu quando preparas um jogo, também tens em consideração, obviamente, os pontos fortes do adversário. Acredito que tendo mais um homem em espaços laterais, não vais permitir tantas progressões por esses espaços e tens na mesma o meio-campo bastante povoado, ao contrário do que as pessoas pensam. Acredito que o futuro do futebol vá ser por aí. Uma equipa começa em 4-3-3, delineia uma estratégia em que, aos 10 minutos do jogo, independentemente do resultado, muda para um 3-5-2 e aí já causa mais dificuldades ao adversário, que não vai perceber o que se está a passar. Acho que o futebol vai evoluir por aí, porque essa capacidade de surpreenderes enquanto equipa vai ser essencial. Acho essa tendência evolutiva absolutamente fantástica, porque tu conseguires trabalhar uma equipa em vários sistemas que se adaptem às necessidades do próprio jogo, isso é caminhar para um nível de pensamento elevadíssimo, do próprio jogador.

Já acontece, talvez não de forma tão evidente, mas em determinadas situações, quando tens várias soluções trabalhadas, por exemplo, às vezes constróis com dois jogadores a partir de trás, às vezes com três, dependendo da pressão adversária.
Sim, exatamente. Mas sabes que não é fácil conseguir treinar um jogador para isso. Ele tem de entender as diferentes formas e momentos do jogo e reagir de forma diferente. Conseguir essa otimização é um passo tremendo.

É o que o Xavi diz na tal entrevista: temos de ensinar os jogadores a perceber o jogo e não repetir movimentos de forma acéfala.
Sim. É a base de tudo. Quando faço formações de análise, falo muito da interpretação dos momentos do jogo, porque isso é muito importante, tens de sentir o que está a acontecer com a equipa dentro do jogo. Por exemplo, quando abri aqueles dossiês, quando cheguei à Aspire, achei curioso terem um rating de acerto de passe de 90%. Ok, mas quê, estiveste a passar a bola entre o guarda-redes e os centrais só? Isso serve para quê? Tudo tem de ter um objetivo. Inicias uma primeira fase de construção para atrair o adversário e ganhar espaço nas costas da primeira linha de pressão, por exemplo. Gosto muito de fazer publicações com isso na minha página para mostrar porque é que isso acontece às vezes, porque os adeptos às vezes não entendem. Vão mais pela arbitragem. Mas eu acredito muito neste aspeto educativo, para os adeptos e dirigentes. Há dirigentes que não entendem o jogo. Se a direção for conhecedora do jogo e do trabalho que o treinador está a desempenhar, então estão todos em comunhão. Aí caminharemos, sem dúvida, para uma fase diferente do futebol português.

  • Facebook
  • Twitter
  • Email
  • Whatsapp
  • Mais

[Grátis] App para assistir futebol online no celular

O futebol é o esporte que move multidões e por onde quer que passe, conta sempre com milhões de fãs. Os estádios, quando o público é permitido, ficam sempre lotados, além das redes de TV que transmitem os jogos e conseguem marcam um boa audiência.

No entanto, nem todos os jogos acabam sendo televisionados para a TV aberta, o que dificulta para muita gente que gosta de acompanhar as partidas do time do coração de maneira prática. Jogos em horários não habituais, além de serem realizados em dias que não são os programados, são alguns dos motivos para não se transmitir as partidas.

Porém, para os torcedores que sofrem com isso, saibam que já é possível assistir aos jogos no celular. Isso porque, existem algumas ferramentas disponíveis que ajudam nisso, como aplicativos e sites. Inclusive, até algumas redes sociais já fazem a transmissão gratuita de algumas partidas e para acessar basta ficar ligado nas dicas a seguir.

Quer assistir futebol online pelo celular? Fique aqui para conhecer aplicativos para te ajudar com isso.

Conheça o Max Futebol, o app para assistir futebol online

Um dos melhores apps para assistir futebol online de graça no celular é o Max Futebol ao vivo. O aplicativo é bem avaliado por mais de 40 mil pessoas na Play Store e é uma excelente alternativa para quem quer acompanhar os jogos no smartphone.

A tela do aplicativo é organizada em campeonatos, sendo possível assistir não só o Brasileirão, mas também as competições europeias. Além disso, a Premier League, La Liga, Bundesliga e o campeonato italiano são outras opções presentes no app.

Para assistir, basta clicar em cima do jogo e aguardar a tela ser carregada. A qualidade da imagem é boa para um serviço gratuito, mas ainda fica um pouco abaixo do que é oferecido pelos canais pagos. Clique aqui para fazer o download.

Outra opção para ver partidas de futebol

Além do Max Futebol, outro aplicativo que também faz a transmissão de partidas é o Facebook. Apesar de muita gente ainda não saber disso, já é possível acompanhar algumas competições exclusivamente por lá, através de lives.

A página do Esporte Interativo faz a transmissão da UEFA Champions League na plataforma, de maneira gratuita. Claro que existem as partidas que são pagas, onde o usuário tem que assinar o EI Plus, mas ainda assim existem os jogos gratuitos por lá.

Além desse meio, outra página que faz transmissões ao vivo é a da Copa Libertadores. Alguns jogos da competição latina são transmitidos exclusivamente pela plataforma, sendo necessário apenas ter uma conta na rede social para aproveitar e acompanhar o jogo.

Indicações de sites para assistir futebol de graça

Além das ferramentas apresentadas, outra boa opção para quem quer assistir futebol online de graça são os sites. Existem vários disponíveis na internet, e ao contrário do que muita gente pensa, a qualidade de som e imagem deles já é muito boa atualmente.

O que mais se destaca nesse meio é o Futemax. A ferramenta é totalmente gratuita e disponibiliza aos seus usuários diversos canais esportivos, onde se torna possível acompanhar as partidas de futebol com uma boa qualidade de imagem.

Apesar da boa qualidade na transmissão, e da grande variedade de canais disponíveis na plataforma, ela conta com o ponto negativo de ter algumas propagandas no site. Isso pode atrapalhar um pouco na navegação, mas nada que afete muito a experiência.

Extra – opção paga

A melhor opção para quem quer ver jogos com uma qualidade superior é o Premiere FC. A plataforma já está disponível em forma de aplicativo, além de também contar com formas de acessar na Smart TV e em computadores.

É uma excelente opção para quem quer uma cobertura quase completa do Brasileirão, pois são pouquíssimos os jogos que não são transmitidos pela plataforma. No entanto, é necessário ficar atento aos valores das cobranças, pois como dito anteriormente, o serviço é pago. Acessa a página, clicando aqui.



Publicar comentário
Procurar


Para você
Artigos sobre o tema Blog
07-04-2021
App santa casa
App santa casa

Houve oscilação no fornecimento de energia elétrica segundo a administração municipal e as vacinas podem estragar...

06-04-2021
Onde ver futebol online
Onde ver futebol online

Uma confusão e Kodi como possível solução...

27-03-2021
Eleven Sports lança funcionalidade que permite ver jogos com amigos
Eleven Sports lança funcionalidade que permite ver jogos com amigos

Quantas e quantas vezes não estão em casa a ver um jogo, mas acabam sempre por comentar as incidências da partida com amigos através do WhatsApp ou do Facebook Messenger? Muitas, imaginamos...